Vertentes
Seja bem vindo ao fórum Vertentes.

Pode usar o Facebook no seu "login".

"A filha da minha melhor amiga" Dorothy Koomson

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

"A filha da minha melhor amiga" Dorothy Koomson

Mensagem por Ana Francisca Antunes em Seg 2 Mar 2009 - 11:47

Antes de ler o livro

1. Identificação do livro

1.1. Título
"A filha da minha melhor amiga".

1.2. Autor (a)
Dorothy Koomson.

1.2 Editora
Porto Editora.

1.4. Data da Edição
1.ª Edição: 2006.

2.Escolha do livro

2.1. Motivos que levaram à escolha do livro

Escolhi este livro, porque me chamou a atenção o seu título, por o mesmo se referir a uma "melhor amiga", pois eu dou muito valor aos meus amigos e principalmente à minha melhor amiga e achei que este livro também mostrava isso, a verdadeira importância que uma melhor amiga/o tem na vida de cada um.

Após a leitura do livro

3. Contextualização do Autor

3.1 Alguns dados biográficos

Dorothy Koomson


Escreveu o seu primeiro romance aos 13 anos, de nome "There's A Thin Line Between Love And Hate". Costumava escrever um capítulo todas as noites, que depois circulava entre as suas colegas de escola, todas as manhãs. E elas adoravam! Cresceu em Londres onde fez o seu mestrado, e fiquei por lá durante alguns anos, agora vive na Inglaterra. Passou por alguns empregos temporários, até conseguir a sua grande oportunidade no mundo da escrita, escrevendo, editando e substituindo colegas em várias redacções de publicações femininas e de jornais nacionais. Contar histórias e escrever ficção são uma enorme paixão na sua vida, pelo que foi aproveitando cada segundo do seu tempo para escrever contos e romances. Em 2001 teve a ideia que inspirou o "The Cupid Effect", e assim começou a sua carreira de romancista. Em 2006, foi publicado o seu terceiro romance, "A Filha da Minha Melhor Amiga" que teve um sucesso imenso, vendendo quase 90 mil exemplares no Reino Unido, só nas primeiras semanas. Seis semanas depois, o livro foi seleccionado para o Richard & Judy Summer Reads Book Club e as vendas do livro aumentaram para mais de meio milhão de exemplares.[/size]


3.2. Outras Obras do(a) Autor(a)


- "There's a thin line Between love and hate".

- "The Cupid Effect" (2001)

- "A filha da minha melhor amiga". (2006)

- "Goodnight, Beautiful". (2008)

- "Pedaços de ternura". (2008)

4. Conteúdo do Livro

4.1. Género Literário

Romance.


4.2. Assunto (breve síntese)

A forte relação de amizade entre Kamryn Matika e Adele Brannon, companheiras desde os tempos de faculdade, é destruída num instante de traição que marcará as suas vidas para sempre.

Anos depois desse incidente, Kamryn é uma mulher com uma carreira de sucesso, que vive sem ligações pessoais complexas, protegendo-se de todas as desilusões. Mas eis que, no dia do seu aniversário, Adele a contacta... A amiga de Kamryn está a morrer e implora-lhe que adopte a sua filha, Tegan, fruto da sua ilícita relaçã de uma noite com Nate.


É um livro que desde o inicío até ao fim prende o leitor, pela sua magnitude, pela forma como a autora retrata a vida entre duas amigas Kamryn e Adele, onde a amizade entre elas é retratada duma forma tão natural, tão comovente que é reamente um percurso cheio de dôr, sofrimento etc. Na verdade as pessoas vivem, não pelo amor que têm a si próprias, mas pelo amor que os outros têm por elas. Kamryn perdoa Adele, ou não fosse a amizade superior a tudo! E fica assim com a filha de Adele. Kamryn pensou, reflectiu, recordou dos anos de amizade, dos bons momentos partilhados juntas e tomou a melhor decisão!

Afinal a pior coisa que há é não se ser capaz de fazer milagres por uma amiga!

P.S (Este livro também retrata um pouco do amor de uma mãe)



4.3. Citações favoritas (se necessário, explicadas no contexto)

Dorothy Koomson mostra-nos a verdadeira importância de uma amizade! Ela não diz só coisas bonitas sobre a mesma, mas também sublinha que nos faz sofrer muito, por vezes separando uma amizade quase uma vida inteira, mas a força da amizade supera tudo. Esta é retratada com muita emoção, principalmente o seu reencontro (devido às cartas que Adele enviou) passado tanto tempo e quando Adele morre.
Podemos ver uma carta: "Querida Kamryn, por favor, não ignores isto. Preciso de te ver. Estou a morrer, Estou no Hospital de St. Jude, no centro de Londres. Com amizade, Adele. P.S: Tenho saudades tuas.
O reencontro: "Dizer um «olá» parecia uma forma bastante insuficiente de cumprimentar alguém com quem eu jurava nunca mais comunicar. Alguém com quem eu me esforçara ao máximo por nunca mais comunicar. Os seus olhos, que eram daquela cor cinzenta azulada característica do aço muito bem polido, ou o seu sorriso, que sempre iluminara tudo à sua volta? O que quer que fosse, por trás das minhas pálpebras, a verdadeira Del estaria ali. Tão perfeita e tridimensional que podia estender as mãos e abraçá-la."
Também podemos ver o amor de uma mãe ao saber que vai morrer quando diz (Adele e Tegan, mãe e filha) : " -Não quis fazer um video. Não quero que ela se lembre de mim assim para sempre. Quero que se recorde de mim como a mulher saudável dos retratos, não como uma pessoa pálida, velha e cansada. Logo, as cartas serão úteis. Espero eu. Espero eu. - Os olhos de Del ficaram vermelhos, como tinha acontecido no dia anterior, quando ela queria chorar.
A parte que mais me tocou foram os pensamentos que Kamryn teve quando Adele morreu, os pensamentos normais de culpa e arrependimento: " Se eu soubesse, podia ter-me despedido convenientemente. Podia tê-la beijado e abraçado. Ter-lhe dito o quanto a amava. Não o tinha dito, pois não? Não lhe tinha dito nem uma vez, nos últimos nove dias, que a amava. Eu nunca disse que a perdoava. Será que a tinha perdoado? Não sei. Eu não queria conversar sobre os assuntos, mas será que eu a tinha perdoado? Mesmo que não tivesse, não o devia ter dito? Não devia ter-lhe tranquilizado o espírito? Eu podia ter feito mais. Pensei que ainda lhe restavam meses, não dias. Devia ter ouvido o que ela tinha a dizer, tê-la deixado aliviar o seu espírito. Não queria que ela moresse a pensar que eu ainda a odiava. "


4.4. Opinião sobre o livro
A mensagem com que fiquei ao ler o livro foi que a amizade... o amor... é tudo tão complexo e é isso que se consegue entender, mas a verdade é que sem amizade, amor... ninguém é realmente feliz!! O livro está excelente, explica muito bem os altos e baixos de uma amizade.
Amizade é amor, amor é amizade... Dorothy Koomson deixa bem claro o que é uma amizade.

Consegui sentir-me no lugar das duas, tanto no lugar de Kamryn como de Adele... E acho que fiquei bem determinada que nunca vou deixar uma amiga minha morrer sem saber realmente o quando gosto dela, por isso estou sempre a repetir aos meus amigos que os amo muito e que não posso viver sem eles (amigos verdadeiros). Hoje em dia ninguém sabe o que é amizade verdadeira, dizem-se todos amigos mas depois nao é bem assim.


Gostei muito! Very Happy




Referência bibliográficas:

No ponto 3.2:

http://www.wook.pt/Authors/detail/id/39108

No ponto 4.2:
http://escaparate.bookmarc.pt/sirius.exe/getrec?mfn=4642&_template=_onerecord


http://www.criticaliteraria.com/9720041242


Última edição por Ana Francisca Antunes em Seg 2 Mar 2009 - 16:25, editado 1 vez(es)

Ana Francisca Antunes
Palavra
Palavra

Número de Mensagens : 15
Idade : 24
Localização : Setúbal
Data de inscrição : 06/10/2008
Pontos : 3331

Folha de personagem
Guardião secular:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "A filha da minha melhor amiga" Dorothy Koomson

Mensagem por Ana Francisca Antunes em Seg 2 Mar 2009 - 11:49

Setor! Eu tinha o tamanho da letra totalmente diferente! Quando eviei ficou assim... espero que nao desconte na avaliação! Smile

Ana Francisca Antunes
Palavra
Palavra

Número de Mensagens : 15
Idade : 24
Localização : Setúbal
Data de inscrição : 06/10/2008
Pontos : 3331

Folha de personagem
Guardião secular:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "A filha da minha melhor amiga" Dorothy Koomson

Mensagem por Filipe Azevedo em Seg 2 Mar 2009 - 16:30

Excelente entusiasmo.

15 valores.

_________________
www.vertentes.pt.vu
avatar
Filipe Azevedo
Professor

Número de Mensagens : 1229
Idade : 56
Localização : Portugal
Data de inscrição : 09/09/2006
Pontos : 15905

Folha de personagem
Guardião secular: Pérgamo

http://www.vertentes.pt.vu/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "A filha da minha melhor amiga" Dorothy Koomson

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum