Vertentes
Seja bem vindo ao fórum Vertentes.

Pode usar o Facebook no seu "login".

Manuel Alegre, Cão como Nós

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Leitor Manuel Alegre, Cão como Nós

Mensagem por Diogo Tavares em Sex 27 Mar 2009 - 8:15

Antes de ler o
livro



1. Identificação do Livro

1.1. Título



Cão Como Nós



1.2. Autor(a)



Manuel Alegre



1.3. Editora



Dom Quixote
1.4. Data da Edição



16ª edição –
Janeiro de 2008



2. Escolha do livro

2.1. Motivos que levaram à escolha
do livro



Os motivos principais que me levaram a escolher este
livro, foi porque a professora de portugueses me aconselhou e também porque
Manuel Alegre é o meu escritor portugues preferido



Após a leitura do livro


3. Contextualização do Autor

3.1. Alguns dados biográficos



Manuel Alegre nasceu em Águeda a 12 de Maio de 1936;


Estudou em Lisboa, no Porto e na Faculdade de
Direito da Universidade de Coimbra;



Teve e continua a ter uma participação activa na
política;



E de todas a suas obras, Manuel Alegre destacou-se
principalmente na poesia.




3.2. Outras Obras do(a) Autor(a)



1981 - Atlântico


1989 - O Homem do País Azul


1995 – Alma


1996 - Alentejo e Ninguém


1998 - A Terceira Rosa


2001 - Livro do Português Errante

4. Conteúdo do Livro

4.1. Género Literário



Novela
4.2. Assunto (breve síntese)



Nesta novela é narrada a história de um cão chamado
Kurika, um cão com manchas brancas e castanhas com uma estrela no meio da
cabeça. Kurika, cujo o seu dono é o autor Manuel Alegre, não era simplesmente
um cão pois queria ser como nós.



se lhe fechassem a porta, ele raspava e uivava até
que alguém a abrisse. Quando a família ia á praia, e a sua dona ia ao banho
Kurika tentava empurra-la para terra, numa tentativa de salva-la. E quando o
pai do narrador morreu, o cão encostou a cabeça a mão do seu dono como se
estivesse a chorar com ele. Mas a única característica que o assemelhava a um
cão era a alegria com que ficava quando tinha toda a atenção dos donos e era
elogiado.



Ao inicio o narrador não ligava grande importância
ao cão pois “Cão é Cão”, mas esta opinião mudou após a morte de Kurika.



Apesar do desenlace triste, penso que o livro
transmite uma mensagem importante, pois o narrador só percebe o quanto amava e
a falta que lhe fazia o cão após a sua morte, e isto acontece com todos nós, só
damos verdadeiramente importância aos nossos entes queridos quando eles já não
cá estão para os podermos abraçar.

4.3. Citações favoritas (se
necessário, explicadas no contexto)



“Sei muito bem que as pessoas saem dos retratos, sei isso
desde pequeno, ma tu não, estás proibido de voltar a fazer o que fizeste esta
noite, não posso entrar na sala e ver outra vez a tua moldura vazia.”



“Podes correr comigo pela praia fora, aqui ninguém nos vê,
somos nós e o mar, saltas a meu lado como se fosses um pedaço de areia e vento,
uma estátua movente, cão de água, anda daí comigo por esta noite dentro.”







4.4. Opinião sobre o livro



Acho que é um livro interessante, devido a ter sigo
escrito para um cão, o livro transmite-nos o lado sensível, afectivo a saudade
e as emoções e de Manuel Alegre pela forma como tratava de Kurika, é um livro
fácil de ler como uma escrita simples muito comovente, porém não foi um livro
que gostei propriamente de ler pois não faz muito o meu género literário.
avatar
Diogo Tavares
Rabisco
Rabisco

Número de Mensagens : 4
Idade : 24
Localização : Setúbal
Data de inscrição : 27/10/2008
Pontos : 3140

Voltar ao Topo Ir em baixo

Leitor Ficha de leitura - Manuel Alegre Cão como Nós [portugues]

Mensagem por Diogo Tavares em Sex 27 Mar 2009 - 8:16

Antes de ler o
livro



1. Identificação do Livro

1.1. Título



Cão Como Nós



1.2. Autor(a)



Manuel Alegre



1.3. Editora



Dom Quixote
1.4. Data da Edição



16ª edição –
Janeiro de 2008



2. Escolha do livro

2.1. Motivos que levaram à escolha
do livro



Os motivos principais que me levaram a escolher este
livro, foi porque a professora de portugueses me aconselhou e também porque
Manuel Alegre é o meu escritor portugues preferido



Após a leitura do livro


3. Contextualização do Autor

3.1. Alguns dados biográficos



Manuel Alegre nasceu em Águeda a 12 de Maio de 1936;


Estudou em Lisboa, no Porto e na Faculdade de
Direito da Universidade de Coimbra;



Teve e continua a ter uma participação activa na
política;



E de todas a suas obras, Manuel Alegre destacou-se
principalmente na poesia.




3.2. Outras Obras do(a) Autor(a)



1981 - Atlântico


1989 - O Homem do País Azul


1995 – Alma


1996 - Alentejo e Ninguém


1998 - A Terceira Rosa


2001 - Livro do Português Errante

4. Conteúdo do Livro

4.1. Género Literário



Novela
4.2. Assunto (breve síntese)



Nesta novela é narrada a história de um cão chamado
Kurika, um cão com manchas brancas e castanhas com uma estrela no meio da
cabeça. Kurika, cujo o seu dono é o autor Manuel Alegre, não era simplesmente
um cão pois queria ser como nós.



se lhe fechassem a porta, ele raspava e uivava até
que alguém a abrisse. Quando a família ia á praia, e a sua dona ia ao banho
Kurika tentava empurra-la para terra, numa tentativa de salva-la. E quando o
pai do narrador morreu, o cão encostou a cabeça a mão do seu dono como se
estivesse a chorar com ele. Mas a única característica que o assemelhava a um
cão era a alegria com que ficava quando tinha toda a atenção dos donos e era
elogiado.



Ao inicio o narrador não ligava grande importância
ao cão pois “Cão é Cão”, mas esta opinião mudou após a morte de Kurika.



Apesar do desenlace triste, penso que o livro
transmite uma mensagem importante, pois o narrador só percebe o quanto amava e
a falta que lhe fazia o cão após a sua morte, e isto acontece com todos nós, só
damos verdadeiramente importância aos nossos entes queridos quando eles já não
cá estão para os podermos abraçar.

4.3. Citações favoritas (se
necessário, explicadas no contexto)



“Sei muito bem que as pessoas saem dos retratos, sei isso
desde pequeno, ma tu não, estás proibido de voltar a fazer o que fizeste esta
noite, não posso entrar na sala e ver outra vez a tua moldura vazia.”



“Podes correr comigo pela praia fora, aqui ninguém nos vê,
somos nós e o mar, saltas a meu lado como se fosses um pedaço de areia e vento,
uma estátua movente, cão de água, anda daí comigo por esta noite dentro.”







4.4. Opinião sobre o livro



Acho que é um livro interessante, devido a ter sigo
escrito para um cão, o livro transmite-nos o lado sensível, afectivo a saudade
e as emoções e de Manuel Alegre pela forma como tratava de Kurika, é um livro
fácil de ler como uma escrita simples muito comovente, porém não foi um livro
que gostei propriamente de ler pois não faz muito o meu género literário.
avatar
Diogo Tavares
Rabisco
Rabisco

Número de Mensagens : 4
Idade : 24
Localização : Setúbal
Data de inscrição : 27/10/2008
Pontos : 3140

Voltar ao Topo Ir em baixo

Leitor Re: Manuel Alegre, Cão como Nós

Mensagem por Salomé Raposo em Qua 24 Jun 2009 - 19:12

ok!

Prepara a próxima leitura.

14 valores.

Salomé Raposo
Professora

Número de Mensagens : 86
Idade : 46
Localização : Setúbal
Data de inscrição : 26/09/2008
Pontos : 3184

Voltar ao Topo Ir em baixo

Leitor Re: Manuel Alegre, Cão como Nós

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum