Vertentes
Seja bem vindo ao fórum Vertentes.

Pode usar o Facebook no seu "login".

Memórias de um Sargento de Milícias - Manuel A. de Almeida

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Memórias de um Sargento de Milícias - Manuel A. de Almeida

Mensagem por GUI em Seg 28 Set 2009 - 12:43

Ficha de leitura



1. Identificação do livro



1.1. Título

Memórias de um Sargento de Milícias.



1.2. Autor

Manuel Antônio de Almeida.



1.3. Editora

Editora Ática.



1.4. Data da Edição

1854-1855.



2. Escolha do livro



2.1. Motivos que levaram a escolha do livro

Por ser um livro de Manuel Antônio de Almeida vimos que teria uma história interessante e divertida por causa da capa com uma ilustração curiosa.



3.Contextualização do autor



3.1. Alguns dados biográficos

Em 17 de novembro de 1831, nasceu no Rio de Janeiro, Manuel Antônio de Almeida, filho de um humilde casal de portugueses. De 1852 à 1853 publicou em folhetins semanais de “A Pacotilha”, as Memórias de Sargento de Milícias, sob o pseudônimo de “Um Brasileiro”.

1854, publicou em livro o primeiro volume do romance e em 1855 publicou em livro o segundo volume do romance.

Em 1861, publica o drama lírico Dois amores, com música da Condessa Rafaela Rozwadowska. Faleceu no naufrágio do vapor “Hermes”, nas costas da Província do Rio de Janeiro no dia 28 de novembro de 1861.



3.2. Outras obras do autor

Memórias de um Sargento de Milícias.



4. Conteúdo do livro



4.1. Gênero Literário

Romance.



4.2. Assunto

Tudo começa em um navio que partiu de Portugal para o Rio de Janeiro. Leonardo-Pataca conhece Maria da Hortaliça e acaba se apaixonando por ela. Chegando ao Brasil eles resolvem morar juntos. Pouco tempo depois ela descobre que está gravida. Depois de alguns meses nasceu um menino que deram o nome de Leonardo. Também convidaram a parteira e um amigo barbeiro para serem os padrinhos.

Passaram-se anos e o Leonardo-Pataca descobri que Maria o está traindo, com isso a espanca e acaba batendo na criança também. Com medo de apanhar mais, Maria da Hortaliça foge para Portugal com o capitão do navio que ela veio de Portugal.

Quando o Leonardo-Pataca percebeu que ela havia fugido, deu a criança para o barbeiro cuidar e fugiu com uma cigana (que depois o abandona para ficar com um padre).

O barbeiro cuida do menino como se fosse seu próprio filho. Tinha planos para que ele fosse padre, mas o garoto não tinha a menor vocação para isso, já que era muito travesso.

O tempo passa e o menino Leonardo se torna um típico malandro carioca que não tinha emprego e que só queria saber de vadiagem. Até que em uma das visitas que fazia com seu padrinho a casa de D. Maria, uma senhora rica que morava na vizinhança, ele conheceu a sobrinha dela: Luisinha, uma garota desengonçada e meio feia, a quem se apaixonou de imediato. Porém ela já tinha um pretendente que era José Manoel, um senhor que só queria saber da herança que Luisinha receberia caso D. Maria chegasse a falecer. Então Leonardo se uniu a parteira e conseguiu afastá-lo por um certo tempo.

Enquanto isso Leonardo-Pataca se apaixonou pela Chiquinha, a filha da parteira, tendo com ela uma filha e acabou indo morar com ela. E ao mesmo tempo em que isso acontecia, o barbeiro faleceu, deixando Leonardo desamparado.

Leonardo não tendo para onde ir teve que morar com o seu pai. Só que Leonardo odiava a sua nova madrasta, porque ela era muito chata. Então depois de tantas brigas ele fugiu de casa e foi morar na casa de um amigo que conheceu na igreja quando era sacristão.

Lá conheceu Vidinha, uma mulata sensual que cantava modinhas, a quem também se apaixonou. Só que ela tinha dois primos que queriam se casar com ela e assim que eles perceberam que Vidinha gostava mais do novo hóspede do que deles, resolveram apelar para uma autoridade superior. Assim chamaram o Major Vidigal, um homem autoritário que comandava a polícia daquela época a quem todos os vagabundos temiam, e este foi com seus granadeiros, policiais da época, prender Leonardo com a acusação de vadiagem. No caminho do quartel, Leonardo conseguiu escapar, porém pouco tempo depois voltou a ser preso.

Nesse momento da história, Luisinha triste por não ver a tempos o Leonardo e pressionada por sua tia acabou se casando com José Manoel.

Enquanto isso, Leonardo, por saber tanto sobre a vida marginal da época, se tornou um dos granadeiros do Major Vidigal. No entanto, Leonardo tinha um bom coração e por isso acabou protegendo e ajudando um dos bandidos que Major Vidigal mais odiava e assim voltou a ser preso.

Quando a parteira soube que seu afilhado foi preso ela se juntou com a D. Maria e as duas foram a procura de Maria Regalada, um antigo amor do Major Vidigal. Lá conseguiram a ajuda dela. Com isso as três foram em direção da casa do Major e, de tanto insistir, o convenceram. Assim o Major Vidigal soltou e ainda promoveu Leonardo para o cargo de sargento.

Só que, enquanto isso, Luisinha ficou viúva do José Manoel que faleceu de uma doença repentina.

Ao saber disso Leonardo viu o seu caminho livre para se casar com ela. Mas primeiro se transferiu para o cargo de Sargento de Milícias, já que os policias da época não podiam se casar.

Contudo Leonardo conseguiu se casar com Luisinha e viveram “felizes para sempre”.



4.3. Citações

p. 87: “Se os meus suspiros pudessem

Aos teus ouvidos chegar,

Verias que uma paixão

Tem poder de assassinar.”



p. 87: “Não são de zelos

Os meus queixumes,

Nem de ciúme

Abrasador;

São das saudades

Que me atormentam

Na dura ausência

De meu amor.”



p. 89: “Duros ferros me prenderam

No momento de te ver;

Agora quero quebrá-los,

É tarde não pode ser.”



Os trechos acima representam as modinhas que Vidinha fazia nas festas e também mostram algumas características do período em que foi escrito o livro, ou seja, do Romantismo.



4.4. Opinião sobre o livro

Esse livro foi escrito no período do Romantismo. Nota-se que o livro foge à diversas características do estilo romântico, como: o relacionamento amoroso não é idealizado, o Leonardo não se mostra corajoso e íntegro, como nos padrões do herói romântico. Mostra-se vagabundo, irresponsável, um anti-herói. Ele não é um vilão, mas não representa um modelo de comportamento; é uma pessoa comum. Acaba por ser um livro interessante que aborda vários temas do cotidiano daquela época, com um enredo que muda rapidamente passando de sensações boas para ruins em um instante. Acaba por ser um ótimo livro de leitura para aqueles que querem saber mais sobre os romances brasileiros.





Integrantes do grupo:



Damião nº05

Erick 07

Guilherme 11

GUI
Rabisco
Rabisco

Número de Mensagens : 4
Idade : 24
Localização : brasil
Data de inscrição : 05/03/2009
Pontos : 2849

Folha de personagem
Guardião secular:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Memórias de um Sargento de Milícias - Manuel A. de Almeida

Mensagem por alexandre(hiro) em Dom 4 Out 2009 - 11:00

Parabéns... a sua nota é 10 (5.0)

alexandre(hiro)
"Best Seller"


Número de Mensagens : 496
Idade : 25
Localização : Brasil
Data de inscrição : 22/02/2008
Pontos : 5202

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Memórias de um Sargento de Milícias - Manuel A. de Almeida

Mensagem por wagnert em Dom 30 Set 2012 - 10:54

mto bom.parabéns!

wagnert
Página em branco
Página em branco

Número de Mensagens : 1
Idade : 37
Localização : Floripa
Data de inscrição : 30/09/2012
Pontos : 1530

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Memórias de um Sargento de Milícias - Manuel A. de Almeida

Mensagem por camila alves em Sex 5 Out 2012 - 5:52

parabens muito bom

camila alves
Frase complexa
Frase complexa

Número de Mensagens : 46
Idade : 22
Localização : mogi das cruzes brasil
Data de inscrição : 30/03/2012
Pontos : 1897

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Memórias de um Sargento de Milícias - Manuel A. de Almeida

Mensagem por Tayna Paula Almeida em Sex 19 Out 2012 - 6:22

Muito bom! Parabéns!

Tayna Paula Almeida
Argumento
Argumento

Número de Mensagens : 52
Idade : 21
Localização : Mogi das Cruzes
Data de inscrição : 18/04/2012
Pontos : 1900

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Memórias de um Sargento de Milícias - Manuel A. de Almeida

Mensagem por Maitê Henrique de Faria em Sex 19 Out 2012 - 8:05

muito bom

Maitê Henrique de Faria
Frase complexa
Frase complexa

Número de Mensagens : 35
Idade : 21
Localização : Mogi das Cruzes - Brasil
Data de inscrição : 17/02/2012
Pontos : 1947

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Memórias de um Sargento de Milícias - Manuel A. de Almeida

Mensagem por Erika Biasotti em Sex 19 Out 2012 - 8:07

muito bom

Erika Biasotti
Argumento
Argumento

Número de Mensagens : 59
Idade : 21
Localização : Mogi das Cruzes
Data de inscrição : 17/02/2012
Pontos : 1999

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Memórias de um Sargento de Milícias - Manuel A. de Almeida

Mensagem por Andressa Morais de Macedo em Sex 19 Out 2012 - 8:08

Legal.... Parabéns...

Andressa Morais de Macedo
Conto
Conto

Número de Mensagens : 60
Idade : 22
Localização : Mogi das Cruzes
Data de inscrição : 13/04/2012
Pontos : 1924

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Memórias de um Sargento de Milícias - Manuel A. de Almeida

Mensagem por Gabriela Souza em Sex 19 Out 2012 - 8:10

Adoorei a historia... Smile

Gabriela Souza
Frase complexa
Frase complexa

Número de Mensagens : 33
Idade : 22
Localização : Mogi das Cruzes Brasil
Data de inscrição : 02/03/2012
Pontos : 1912

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Memórias de um Sargento de Milícias - Manuel A. de Almeida

Mensagem por Beatriz Massami Watanabe em Sex 19 Out 2012 - 8:12

Muito bom!Parabens pelo trabalho.

Beatriz Massami Watanabe
Romance
Romance

Número de Mensagens : 152
Idade : 21
Localização : Mogi das Cruzes - Brasil
Data de inscrição : 19/02/2012
Pontos : 2136

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Memórias de um Sargento de Milícias - Manuel A. de Almeida

Mensagem por francielly de oliveira em Sex 19 Out 2012 - 8:17

Parabéns pelo trabalhao

francielly de oliveira
Frase simples
Frase simples

Número de Mensagens : 23
Idade : 20
Localização : brasil-mogi das cruzes
Data de inscrição : 22/06/2012
Pontos : 1732

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Memórias de um Sargento de Milícias - Manuel A. de Almeida

Mensagem por Angeliz Ferreira em Sex 26 Out 2012 - 6:55

história muito legal.

Angeliz Ferreira
Frase simples
Frase simples

Número de Mensagens : 21
Idade : 21
Localização : Mogi das Cruzes - Brasil
Data de inscrição : 02/03/2012
Pontos : 1842

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Memórias de um Sargento de Milícias - Manuel A. de Almeida

Mensagem por Maitê Henrique de Faria em Sex 9 Nov 2012 - 5:52

Parabéns cheers

Maitê Henrique de Faria
Frase complexa
Frase complexa

Número de Mensagens : 35
Idade : 21
Localização : Mogi das Cruzes - Brasil
Data de inscrição : 17/02/2012
Pontos : 1947

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Memórias de um Sargento de Milícias - Manuel A. de Almeida

Mensagem por Jessica Suemi em Sex 9 Nov 2012 - 5:55

Parabens!

Jessica Suemi
Frase complexa
Frase complexa

Número de Mensagens : 47
Idade : 21
Localização : Mogi das Cruzes
Data de inscrição : 02/03/2012
Pontos : 1969

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Memórias de um Sargento de Milícias - Manuel A. de Almeida

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 14:51


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum