Vertentes
Seja bem vindo ao fórum Vertentes.

Pode usar o Facebook no seu "login".

Onze Minutos - Paulo Coelho

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Onze Minutos - Paulo Coelho

Mensagem por Fábio em Seg 2 Nov 2009 - 12:15

1. Identificação do Livro

1.1. Título

Onze Minutos

1.2. Autor(a)

Paulo Coelho



1.3. Editora

Pergaminho

1.4. Data da Edição
1º edição, cascais, 2003

2. Escolha do livro
2.1. Motivos que levaram à escolha do livro
Decidi ler este livro, por duas razões:

1–Nunca tinha lido um livro de Paulo Coelho;

2–Soube que não era um dos romances normais que tanta gente lê, era um historia sobre os mistérios do amor e o poder da sexualidade

Fábio
Palavra
Palavra

Número de Mensagens : 15
Idade : 24
Localização : Setúbal
Data de inscrição : 29/09/2008
Pontos : 3370

Folha de personagem
Guardião secular:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Onze Minutos - Paulo Coelho

Mensagem por Fábio em Dom 13 Dez 2009 - 12:26

3. Contextualização do Autor
3.1. Alguns dados biográficos


Paulo Coelho nasceu no Rio de Janeiro em 1947. Após viajar por todo o mundo começou a escrever e desde cedo que o seu sucesso se fez sentir. Vendeu cerca de 43 milhões de livros e mais de 100 milhões de leitores de diversos países comprovam-no. Na sua importante e extensa lista de prémios entre os mais privilegiados encontram-se o de Chevalier de l’Orde Nationele de la Légion d’Honneur, concedido pelo governo francês em Março de 2002, a distinção máxima do fórum Económico Mundial de Davos, na suíça e o premio Bambi da cultura, na Alemanha. Paulo Coelho é também conselheiro especial da UNESCO e ocupa a cadeira número 21 da Academia Brasileira de Letras. O autor também escreve letras de musicas para alguns cantores brasileiros, como por exemplo: Rita Lee.


3.2. Outras Obras do(a) Autor(a)


·O Alquimista – 1990

·O Diário de Um Mago – 1990

·Brida - 1991

·Verónica decide morrer – 1999

·Ser como o rio que flui - 2006






4. Conteúdo do Livro


4.1. Género Literário


Romance


4.2. Assunto (breve síntese)


Esta é a história de uma rapariga de origem brasileira (Maria), que teve uma adolescência que não foi a melhor para ela.

Maria podia ter-se casado facilmente, mas não o quis, pois queria conhecer Rio de Janeiro primeiro, para realizar esse seu sonho teve de juntar dinheiro durante 2 anos.

Quando chegou ao Rio, ao passear por Copacabana a sua beleza despertou a atenção de um empresário Suíço, que lhe propôs acompanha-lo a Europa prometendo diversas coisas, nomeadamente de transformar Maria numa estrela muito bem paga. Como se não fosse suficiente o facto de Maria gostar de novos desafios, a sua família incentivou-a, Maria não resistiu e como era de esperar correu atrás do que pensava ser um sonho tornado realidade.

Ao chegar a Genebra foi como se um sonho se tivesse tornado num autêntico pesadelo, pois Maria não leu com atenção o contrato que assinou no Rio de Janeiro e descobriu tarde demais o motivo para que o empresário a teria “agarrado”, um trabalho semi-escrava/dançarina numa casa nocturna, mais tarde Maria tornou-se numa prostituta.

Passou um ano e Maria tinha amadurecido bastante, pois agora já não existiam sonhos na sua cabeça, mas sim apenas um objectivo: ganhar dinheiro para conseguir voltar a sua terra e comprar uma fazenda. O corpo era a sua fonte de rendimento. Maria acabou por conseguir juntar dinheiro suficiente para voltar para o Brasil e ter uma vida sem dificuldades, mas ter-se a apaixonado por um pintor e o sentimento era mútuo. Com o pintor, Maria descobriu o verdadeiro sentido do amor, mas tinha de partir e o pintor teria de ficar.

Um dia antes de Maria partir, o casal teve uma noite romântica e pela primeira vez no seu relacionamento fizeram amor, logo de manha, bem cedo, Maria meteu-se a caminho do aeroporto, enquanto o pintor estava a dormir profundamente. Enquanto Maria esperava pelo seu voo, ia pensando em como era bom que o pintor entra-se pelo aeroporto dentro e não a deixasse partir, tal coisa não aconteceu, mas por sua surpresa quando Maria aterrou em paris (pois o seu voo não era directo) o seu amado já estava a sua espera, como era de esperar Maria recebeu seu amado de braços abertos e de bom agrado.


4.3. Citações favoritas (se necessário, explicadas no contexto)


“Considerando o mundo como ele é, um dia feliz é quase um milagre.”

Gostei bastante desta frase, pois fez-me pensar que muitas das vezes deveria de dar muito mais valor aos dias que passo com a minha família e amigos, pois são dias felizes passados em harmonia, muitas pessoas não os têm.

Gostei imenso da força de vontade que a personagem principal tinha, mesmo não gostando do que estava a acontecer nunca desistiu e lutou sempre pelo seu objectivo.


4.4. Opinião sobre o livro


Este livro faz-nos lembrar dos erros que cometemos ao longo das nossas vidas e que quando tentamos remedia-los já é tarde demais, pois muitas das vezes já estamos a sofrer as consequências dos nossos actos.

No meu ponto de vista, alerta-nos para quando temos uma decisão a tomar, olhar bem a nossa volta e verificar que não haverá perigo de algo de errado acontecer, pois muitas das vezes somos influenciados por alguém, ou simplesmente tentamos realizar os nossos sonhos.

Fábio
Palavra
Palavra

Número de Mensagens : 15
Idade : 24
Localização : Setúbal
Data de inscrição : 29/09/2008
Pontos : 3370

Folha de personagem
Guardião secular:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Onze Minutos - Paulo Coelho

Mensagem por Filipe Azevedo em Qui 17 Dez 2009 - 17:11

14 valores.

_________________
www.vertentes.pt.vu
avatar
Filipe Azevedo
Professor

Número de Mensagens : 1229
Idade : 56
Localização : Portugal
Data de inscrição : 09/09/2006
Pontos : 15943

Folha de personagem
Guardião secular: Pérgamo

http://www.vertentes.pt.vu/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Onze Minutos - Paulo Coelho

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum