Vertentes
Seja bem vindo ao fórum Vertentes.

Pode usar o Facebook no seu "login".

A melodia do adeus - Nicholas Sparks

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A melodia do adeus - Nicholas Sparks

Mensagem por Marta Fernandes em Ter 2 Fev 2010 - 21:59

Antes de ler o livro


1. Identificação do Livro

1.1. A melodia do adeus
1.2. Nicholas Sparks
1.3. Editorial Presença
1.4. Novembro de 2009



2. Escolha do livro

2.1. Este livro foi oferecido por uma grande amiga minha no natal. Eu adoro os livros de Nicholas Sparks e já lhe tinha falado neste ultimo livro escrito por ele, então ela decidiu oferecer-mo. Já o tinha visto na livraria e disse logo que o tinha de ler pois para além de ser uma história de amor entre dois jovens também trata de um assunto que infelizmente aconteçe com cada vez mais frequência, divórcios, em que os pais se separam e a vida dos filhos muda completamente a partir desse momento.



Após a leitura do livro


3. Contextualização do Autor

3.1. Alguns dados biográficos

Nicholas Sparks viveu a sua juventude em Fair Oaks, na Califórnia
e vive actualmente na Carolina do Norte com a família. Foi premiado com uma bolsa de estudos da Universidade de Notre Dame pelos
seus excelentes resultados e, em 1988, licencia-se
em economia.
Curiosamente, o seu sonho era tornar-se atleta de alta competição,
sonho de que teria de abdicar devido a um grave acidente. Iniciou-se a
escrever enquanto trabalhava como delegado de informação médica e, mais
tarde, surge Theresa Park, agente literária, que se propôs
representá-lo, vendendo os direitos do seu primeiro romance, «O
Diário da Nossa Paixão
», à Warner Books.


3.2. Outras Obras do(a) Autor(a)

Diário da nossa paixão;
As palavras que nunca te direi;
Corações em silêncio;
Uma viagem espiritual;
À primeira vista;
Juntos ao luar.

São apenas alguns dos livros deste escritor.

4. Conteúdo do Livro

4.1. Romance

4.2. Ronnie, uma rapariga de 17 anos vive em New York com a mãe, Tim, e o irmão, Jonah. Ronnie é uma rapariga bastante rebelde, desobedece às ordens da mãe, anda com más companhias e tem muito mau feitio. Foi acusada de roubo algumas vezes e se voltar a fazer asneira pode ser presa. Contudo Ronnie não fuma nem bebe, e é contra a violência, não se deixa influenciar pelos amigos. Está sempre no mundo dela.
Antes de deixar de falar com o pai, Ronnie era das melhores pianistas da melhor escola de música de New York, o pai, Steve, era seu professor e juntos passavam horas e horas e compor e a tocar piano, mas em certa altura Steve dedicou-se a dar concertos em vários sítios da América e havia semanas que não ía a casa nem vía a família, até que não voltou mais. Não podia ter sido pior para Ronnie, o seu pai e seu melhor amigo tinha-a abandonado a ela, ao seu irmão e a sua mãe. Foi o que sempre lhe disse Tim. Ronnie recusou falar com o pai de todas as vezes que ligou e nunca leu nenhuma carta enviada por ele. Jurou nunca mais tocar num piano.
Agora passados três anos de não ver nem falar com o pai, Steve pede aos filhos que passem as férias de verão com ele, na sua casa de praia. Jonah fica radiante enquanto Ronnie faz de tudo para não ir mas acaba por ser obrigada pela mãe.
No início Ronnie afasta todas as hipóteses de aproximação do pai e desobedece-o sempre. Ao pensar que ía passar dois meses sem nada para fazer decide procurar amigos e é aí que encontra Blaze, uma rapariga muito parecida consigo. Conhecem-se numa feira popular e pouco tempo depois conheçe também marcus, namorado de Blaze e os seus dois amigos que com ele fazem truques com bolas de fogo. Ronnie teve uma má impressão deles assim que os conheceu e decidiu não dar uita confiança pois marcus atiravase a ela mesmo em frente a Blaze, que começou a aperceber-se e a tentar pôr Ronnie em sarilhos. Numa loja de musica Blaze fez com que Ronnie fosse apanhada a roubar colocando alguns discos dentro do seu saco e a rapariga ficou em maus lençois pois não podia ter mais problemas com a polícia. Foi aí que Ronnie se apercebeu que o pai estava lá para a ajudar e dar-lhe todo o apoio que necessitava. Também conheceu Will, um rapaz giro, jogador de voley que ao vê-la não parou mais de pensar nela. Nem ela nele.

Com o passar dos dias a relação com o pai foi ficando cada vez melhor e Ronnie e Will passavam os dias juntos a passear na praia. Foi o melhor verão da sua vida. Começaram a namorar e já não viviam um sem o outro. Steve o Jonah têm ocupado o seu tempo a construir uma janela para a igreja que sofreu um incêndio e a certa altura Ronnie percebe que o pai não anda bem e passado algum tempo descobre que Steve sofre de cancro no pancreas e já não lhe resta muito tempo de vida. Ronnie faz de tudo para compensar o tempo perdido com o pai. Chegado o fim das férias, Will parte para uma universidade na Europa e Ronnie recusa voltar para New York, explica que quer ficar com o pai, a tratar dele. Tim é obrigada a aceitar a decisão da filha. Ronnie faz tudo pelo pai. Também descobre que a razão pelo qual o pai "desaparecera" deve-se ao facto de Tim ter traído Steve, ele conta-lhe tudo nas cartas que enviou mas Ronnie nunca as leu, descobre também que o pai passou o verão a compor uma musica que nao chegou a acabar e então decide termina-la ela. Passados uns meses de bastante sofrimento o pai piora muito derrepente e tem de ser internado. Ronnie sabe que já não falta muito para o seu pai falecer e num dia de inverno, com a ajuda de Blaze que entretanto perdoou leva o pai a casa e toca-lhe a melodia começada por ele. O pai morre passados uns dias e Ronnie não pode ficar mais destroçada.
Volta para New York com a mãe e o irmão e quando lá chega inscreve-se novamente na escola de música, também descobre que Will não gostou da universidade na Europa e que foi estudar para New York.


4.3. "a vida assemelha-se muito a uma melodia. no principio. ha um misterio, no final, uma confirmaçao, mas e no meio que toda a emoçao reside e faz que a totalidade valha a pena";

"ás vezes é preciso afastares-te das pessoas que mais gostas. Mas isso não quer dizer que as amas menos.. ás vezes ama-las ainda mais."

4.4. Tenho gostado de todos os livros de Nicholas Sparks e este foi mais um. Aprecio a maneira como escreve e adoro a forma com transmite a "mensagem". Mais uma vez este autor aborda assuntos sensíveis como o amor, o ódio, a amizade, a união, a separação, a perda de alguem e tantas outras coisas.

Marta Fernandes
Letra
Letra

Número de Mensagens: 6
Idade: 21
Localização: Setúbal
Data de inscrição: 05/11/2009
Pontos: 1687

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A melodia do adeus - Nicholas Sparks

Mensagem por Alexandre Santana em Sex 4 Jun 2010 - 20:06

17 Valores.

Não te esqueças das referências Webgráficas (Em relacção a alguns dados biográficos do autor)

Alexandre Santana
Conto
Conto

Número de Mensagens: 66
Idade: 21
Localização: Setúbal
Data de inscrição: 28/10/2008
Pontos: 2270

Folha de personagem
Guardião secular: Alexandria

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A melodia do adeus - Nicholas Sparks

Mensagem por Filipe Azevedo em Seg 7 Jun 2010 - 11:44

Este andava perdido... Mas eu já o tinha registado no 2º período. Não sei porque é que não ficou com nota. Bom, para compensar, repetimos agora com a nota que o Alexandre (que está a fazer um trabalho fantástico) deu: 17

_________________
www.vertentes.pt.vu

Filipe Azevedo
Professor

Número de Mensagens: 1229
Idade: 53
Localização: Portugal
Data de inscrição: 09/09/2006
Pontos: 14630

Folha de personagem
Guardião secular: Pérgamo

http://www.vertentes.pt.vu/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum