Vertentes
Seja bem vindo ao fórum Vertentes.

Pode usar o Facebook no seu "login".

A criança que não queria falar - Torey Hayden

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A criança que não queria falar - Torey Hayden

Mensagem por Conceição em Sab 20 Mar 2010 - 12:47

Ficha de leitura


Antes de ler o livro


1. Identificação do
Livro



1.1. Título
A Criança Que Não Queria Falar


1.2. Autor(a)
Torey Hayden


1.3. Editora
Editorial Presença


1.4. Data da Edição
Novembro 15, 2007


2. Escolha do livro


2.1. Motivos que
levaram à escolha do livro

Gosto de livros com historias verídicas, para ter os pés bem
assentes na terra Smile E achei este muito interessante, um colega meu falou-me dele.


Após a leitura do
livro


3. Contextualização
do Autor


3.1. Alguns dados
biográficos

Torey Hayden


País de Origem: Estados Unidos Da América


Data de nascimento: 21/5/1951


Biografia: Torey Hayden nasceu em 1951 em Livingston,
Montana, nos Estados Unidos. Apesar de ter uma formação académica
diversificada, dedicou grande parte da sua vida ao ensino especial e à escrita.
Os seus livros, inspirados nas crianças e adulto que conheceu no decurso da sua
actividade profissional, são bestsellers traduzidos para cerca de 30 línguas.


3.2. Outras Obras
do(a) Autor(a)

-A Menina Que nunca Chorava;


-Os Filhos do Afecto;


-Uma Criança em Perigo;


-Filhos do Abandono;


-A Força dos Afectos;


-A Prisão do Silêncio.


4. Conteúdo do Livro


4.1. Género Literário
Drama


4.2. Assunto (breve
síntese)

Este livro conta a história verídica, vivida pela autora no
início de sua carreira como professora de crianças com dificuldades mentais e
emocionais. O ano escolar começa com todos os desafios para a professora Torey
Hayden. Sheila uma criança de seis anos é levada para um hospital psiquiátrico após ter raptado um menino de quatro anos para lhe atear fogo. Como na altura não
tem vaga no hospital é enviada para uma turma de ensino especial onde conhece
Torey Hayden uma professora que se interessa realmente pelos seus alunos e que
descobre que por detrás de toda a raiva e rebeldia há uma mente brilhante e uma
criança como as outras, que simplesmente necessita de carinho e de atenção.
Sheila, é muito problemática e chega mesmo a ser má, muito má, mas a professora
não desiste dela apesar das poucas condições de trabalho que tem. Quando Sheila
chega à aula é uma criança imunda e que não fala nem aceita a aproximação
amigável de ninguém. Esta tem um passado comovente, foi abandonada pela mãe,
cometeu um sério delito e o pai é viciado em álcool. Até chegar a escola onde
Torey trabalha, provocou o terror nas outras escolas por onde passou,
provocando o medo nos professores e pais dos alunos. Torey abraça a causa de
uma maneira surpreendente, com sua dedicação e persistência no trabalho
educacional e começa uma forte relação com aquela criança que já era
considerada um caso perdido. A professora vai lutar a favor de Sheila, para
ajudar a menina que a deixa tão intrigada e ao mesmo tempo fascinada.


4.3. Citações
favoritas (se necessário, explicadas no contexto)

O poema que a menina escreveu para a professora depois de
tudo o partilharam juntas


Todos os outros vieram


Tentaram fazer-me rir


Brincaram comigo


Algumas vezes para rir e outras a sério


E depois partiram


Abandonando-me nas ruínas das brincadeiras


E eu não sabia quais eram a sério e


Quais eram para rir e


Vi-me sozinha com os ecos de risos


Que não eram os meus.





E depois chegaste tu


Com os teus modos estranhos


Nem sempre humanos


E fizeste-me chorar


E não pareceste importar-te que chorasse.


Disseste que as brincadeiras tinham acabado


E esperaste


Até que as minhas lágrimas se transformassem


Em alegria.


4.4. Opinião sobre o
livro

Um livro muito bom, que nos ajuda a estarmos atentos aos que
nos rodeiam e que nos dá mais vontade de os ajudar mesmo que pareçam uma causa
perdida Smile vale sempre a pena tentar, o que interessa é a intenção, e talvez os
possamos ajudar mesmo com poucas palavras.

Conceição
Letra
Letra

Número de Mensagens : 7
Idade : 24
Localização : Setubal
Data de inscrição : 06/11/2009
Pontos : 3004

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A criança que não queria falar - Torey Hayden

Mensagem por Filipe Azevedo em Dom 21 Mar 2010 - 12:18

14 valores.
Spoiler:
Ana, o que é estranho na apresentação dos teus livros é que as fazes mesmo, mesmo no final de cada período. Fica assim uma impressão de que é algo feito à pressa, à última hora, só para cumprir uma obrigação. Seria bom se as tuas leituras fossem por prazer...

_________________
www.vertentes.pt.vu
avatar
Filipe Azevedo
Professor

Número de Mensagens : 1229
Idade : 56
Localização : Portugal
Data de inscrição : 09/09/2006
Pontos : 15943

Folha de personagem
Guardião secular: Pérgamo

http://www.vertentes.pt.vu/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A criança que não queria falar - Torey Hayden

Mensagem por Conceição em Dom 21 Mar 2010 - 12:47

Filipe Azevedo escreveu:14 valores.
Spoiler:
Ana, o que é estranho na apresentação dos teus livros é que as fazes mesmo, mesmo no final de cada período. Fica assim uma impressão de que é algo feito à pressa, à última hora, só para cumprir uma obrigação. Seria bom se as tuas leituras fossem por prazer...
Spoiler:
verdade ... ler nao faz muito parte do meu perfil, sorry ... nao somos
todos iguais certo?!
mas, nao lhe tiro a razao.
Obrigada.

Conceição
Letra
Letra

Número de Mensagens : 7
Idade : 24
Localização : Setubal
Data de inscrição : 06/11/2009
Pontos : 3004

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A criança que não queria falar - Torey Hayden

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum