Vertentes
Seja bem vindo ao fórum Vertentes.

Pode usar o Facebook no seu "login".

"Sei Lá", Margarida Rebelo Pinto

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Zorro "Sei Lá", Margarida Rebelo Pinto

Mensagem por JoanaSantos em Ter 1 Jun 2010 - 16:49

Antes de ler o livro

Identificação do Livro
TÍTULO

Sei Lá

AUTORA
Margarida Rebelo Pinto

EDITORA
Círculo de Leitores

DATA DA EDIÇÃO
2000


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Escolha do livro
MOTIVOS QUE LEVARAM À ESCOLHA DO LIVRO

O principal motivo foi realmente a enorme vontade de ler, que confesso que já me assombrava há algum tempo.  Embarassed  Agora que tenho (finalmente) tempo para o fazer, posso me dedicar inteiramente à leitura…
Desta vez não tinha um livro específico em mente, não sabia o que pretendia…rondei os livros da estante que ainda não tinha lido e, como que ironicamente, surgiu-me este com o título “Sei Lá”; pareceu-me bem.


Última edição por JoanaSantos em Qui 23 Jul 2015 - 19:29, editado 1 vez(es)

JoanaSantos
Texto
Texto

Número de Mensagens : 76
Idade : 24
Localização : Setúbal
Data de inscrição : 28/10/2008
Pontos : 3626

Voltar ao Topo Ir em baixo

Zorro Após a leitura do livro

Mensagem por JoanaSantos em Qui 3 Jun 2010 - 9:17

Após a Leitura do livro


3.Contextualização do Autor
ALGUNS DADOS BIOGRÁFICOS

Margarida Rebelo Pinto nasceu em Lisboa a 7 de Junho de 1965.

Desde cedo revelou um enorme interesse pela escrita; Acabou por licenciar-se em Línguas e Literaturas Modernas.
Foi jornalista (fez parte de publicações como “O Independente”, “Se7e”, “Marie Claire” e “Diário de Notícias”), repórter do canal R.T.P. 1 e dedicou-se também ao vídeo e ao guionismo.
“Sei Lá” foi o seu primeiro livro (publicado em 1999), sendo este considerado um dos maiores sucessos de vendas em Portugal, valeu-lhe grandes elogios mas também ferozes críticas, relacionadas com o seu modo de escrever e com o que escreve em si (uso de expressões “brejeiras” e assuntos considerados tabu pela sociedade na sua generalidade).


OUTRAS OBRAS DA AUTORA




Herman SuperStar (1999)
Não há Coincidências (2000)
As Crónicas da Margarida (2000)
Alma de Pássaro (2002)
Artista de Circo (2002)
I’m in love with a Pop Star (2003)
Nazarenas e matrioskas (2004)
Pessoas como nós (2005)
Diário da tua ausência (2006)
Vou contar-te um segredo (2006)
A rapariga que perdeu o coração (2007)
Gugui, o dragão azul (2008)
Português Suave (2008)
Onde reside o Amor (2008)
O Dia em que te esqueci (2009)

{ FONTES:
http://margarida.clix.pt/margarida_entrevista.php; http://pt.wikipedia.org/wiki/Margarida_Rebelo_Pinto; http://gerabooks.blogspot.com/2009/08/coleccao-margarida-relebo-pinto.html; o próprio livro da autora; }


4. Conteúdo do livro
GÉNERO LITERÁRIO
Romance

ASSUNTO
O livro tem como personagem principal Madalena (é também ela que narra a história), que tem como profissão ser jornalista numa revista cor-de-rosa.
Madalena partilha uma forte ligação com as suas amigas: Mariana, Teresa, Luísa e Catarina. Todas bastante diferentes entre si, mas que – apesar de tudo – se apoiam mutuamente. É nelas e na família que encontra o seu refúgio, com quem partilha os seus amores e desamores, os seus medos e os mais ínfimos desejos.
Madalena acaba de sair de uma relação com Ricardo, e ainda não o esqueceu. Numa saída conhece Francisco, com o qual inicia um relacionamento.

A obra é dividida em duas partes, que a meu ver se podem classificar da seguinte forma:
Primeira parte – onde nos é revelada a história de vida de Madalena e de que forma a sua relação com Ricardo a mudou enquanto pessoa;
Segunda parte – onde se dá um ponto de viragem quando nos são dadas a conhecer as verdadeiras identidades de Francisco e Ricardo.


CITAÇÕES FAVORITAS

E há o Francisco. Mas não, não gosto dele. Gosto da companhia dele, apenas isso. To be in love with e love to be with não é nem nunca será a mesma coisa.»

Quando conhece Francisco, e reflecte acerca dos verdadeiros sentimentos que nutre por ele.

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -


– Foi a convivência diária, a proximidade permanente que te fez descobrir mais defeitos, que com o tempo, se tornaram aos teus olhos insuportáveis.»

Quando a relação com Francisco se torna monótona (algo que tanto odiava) e quando descobre nele defeitos que nunca até então tinha reparado.

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -


As pessoas só muito raramente são aquilo que parecem, sempre o soube, mas então porque é que continuo a esperar o melhor delas e a nunca estar preparada para o pior? As decepções com o género humano deixam-me sempre profundamente abalada. E, no entanto, se puser a mão na consciência, eu mesma já decepcionei muitas pessoas…»

Quando descobre que Francisco não era quem julgava ser (início da reviravolta).

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -


Sei lá ! Nesta fase dos acontecimentos já não sei nada…»

Spoiler:
Dito por Guilherme (actual companheiro de Madalena) quando reflectem no caso do atentado e de que forma Francisco e Ricardo estavam relacionados com o acontecimento.



OPINIÃO SOBRE O LIVRO
Reconheço que as expectativas que tinha em relação ao livro não eram muito altas, talvez por isso não me tenha decepcionado tanto (por vezes esta é a melhor posição a tomar).
Ao início pareceu-me apenas mais um livro de relatos de casos amorosos, nada de mais…somente nos últimos capítulos (quando o livro tomou um rumo completamente diferente do inicial) consegui sentir uma certa curiosidade de como a história se iria desenrolar, e acabaram por ser estes capítulos que mais me agradaram em toda a obra.
Posso não ter amado lê-lo, mas não me arrependo de o ter feito, de tudo…um pouco se aprende.
Spoiler:
(São referidas bastantes marcas ao longo do livro, confesso que isso se tornou um pouco excessivo, quase cansativo)


Já agora, deixo algo dito pela autora:


Dizem que sou arrogante.
Eu ponho-me nas mãos de pessoas que mudam parágrafos inteiros, que mudam capítulos, que dão sugestões. Isto é ser arrogante? Dizem que escrevo livros para vender. É mentira, porque eu escrevo o que me apetece. Dizem que sou convencida. É mentira. Nada disto é agradável. Em Portugal, as pessoas infelizmente escrevem nos jornais o que lhes apetece, sem consultar a fonte. Isso irrita-me, porque se criam polémicas que não existem.”


Última edição por JoanaSantos em Qui 23 Jul 2015 - 19:30, editado 1 vez(es)

JoanaSantos
Texto
Texto

Número de Mensagens : 76
Idade : 24
Localização : Setúbal
Data de inscrição : 28/10/2008
Pontos : 3626

Voltar ao Topo Ir em baixo

Zorro Re: "Sei Lá", Margarida Rebelo Pinto

Mensagem por Filipe Azevedo em Qui 3 Jun 2010 - 15:28

19

_________________
www.vertentes.pt.vu
avatar
Filipe Azevedo
Professor

Número de Mensagens : 1229
Idade : 56
Localização : Portugal
Data de inscrição : 09/09/2006
Pontos : 15943

Folha de personagem
Guardião secular: Pérgamo

http://www.vertentes.pt.vu/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Zorro Re: "Sei Lá", Margarida Rebelo Pinto

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum