Vertentes
Seja bem vindo ao fórum Vertentes.

Pode usar o Facebook no seu "login".

No Tempo Dividido, Sophia de Mello Breyner Andresen

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

No Tempo Dividido, Sophia de Mello Breyner Andresen

Mensagem por Iúri | Shaft em Qui 3 Jun 2010 - 17:15

Antes de ler o livro

1. Identificação do livro
1.1 Título - No Tempo Dividido ;
1.2 Autora - Sophia de Mello Breyner Andresen
1.3 Editora - Caminho
1.4 Data da Edição - Novembro de 2003

2. Escolha do Livro
2.1 Motivos que levaram à escola do livro
É sabido o meu interesse pela poesia, portanto, optei por ler este livro que recebi pela menção honrosa num concurso a nível escolar. Não fazia a mínima ideia de que a Sophia de Mello Breyner possuía obras poéticas, mas, tendo em conta o que conheço dela, as minhas expectativas para este livro são elevadas. O título também é bastante cativante e a simplicidade da capa faz-nos sentir como se tivéssemos a pegar em algo delicado, feito de neve, o que por algum motivo me atrai ainda mais para a sua leitura.


_________________
« Cria. Imagina. Inventa. Usa a parte colorida da massa cinzenta »
avatar
Iúri | Shaft
Texto
Texto

Número de Mensagens : 91
Idade : 25
Localização : Setúbal
Data de inscrição : 28/10/2008
Pontos : 3439

Folha de personagem
Guardião secular: Monte Athos

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: No Tempo Dividido, Sophia de Mello Breyner Andresen

Mensagem por Iúri | Shaft em Qui 3 Jun 2010 - 18:02

Após a leitura do livro

3. Contextualização da Autora
3.1 Alguns dados biográficos
Sophia de Mello Breyner nasceu a 6 de Novembro de 1919 na cidade do Porto, onde passa a sua infância. Estuda Filologia Clássica entre 1936 e 1939 na Universidade de Lisboa e publica os seus primeiros versos em 1940, nos Cadernos de Poesia. Participa activamente na oposição ao Estado Novo e, depois do 25 de Abril, é eleita deputada à Assembleia Constituinte. Autora de catorze livros de poesia, publicados entre 1944 e 1997, escreve também contos para crianças, artigos, ensaios e teatro. Traduz Eurípedes, Shakespeare, Claudel, Dante e também, para francês, alguns poetas entre outros. Conquistou, entre outros, o Prémio Camões em 1999, o Prémio de Poesia Max Jacob em 2001 e o Prémio Rainha Sofia de Poesia Ibero-Americana em 2003. Faleceu a 2 de Julho de 2004.

Devo confessar que senti-me um pouco ignorante enquanto escrevia isto pois só a conhecia pelos contos para crianças e no fundo possui uma obra poética, e não só, vastíssima.


3.2 Outras obras da autora
A nível poético:
- Poesia ;
- Dia do Mar ;
- Mar Novo ;
- O Cristo Cigano ;
- O Nome das Coisas ;
(entre muitos outros)

Contos e Contos Infantis:
- Histórias do Mar e da Terra ;
- A Fada Oriana ;
- O Cavaleiro da Dinamarca ;
- O Rapaz de Bronze ;
- O Tesouro ;
(entre muitos mais)

Teatro/Ensaios:
- O Bojador
- O Colar
- Poesia e Realidade
- A Escrita (poesia)
- Luís de Camões: Ensobramentos e descobrimentos
(entre outros tais)


4. Conteúdo do Livro
4.1 Género Literário - Poesia ;
4.2 Assunto (breve síntese):
A presente edição de No Tempo Dividido integra-se num novo plano de publicação da Obra Poética de Sophia de Mello Breyner. A cargo de Luís Manuel Gaspar, regressa-se à edição autónoma de cada um dos livros de poemas da autora, de acordo com os critérios definidos em nota final. Trata-se de algumas obras poéticas de Sophia de Mello Breyner Andresen num só livro.

4.3 Citações favoritas:
Como és belo
Cercado de sete anéis como Saturno
Fechado no teu fogo mais secreto
Faz parte do poema "Túmulo nos Astros" e representa bastante do que muitos de nós sentimos relativamente a algumas pessoas.

O que eu queria dizer-te nesta tarde
Nada tem de comum com as gaivotas.
A minha parte favorita de todo o livro. Porquê? Pelo seguimento de reacções que teve em mim. Li pela primeira vez e ri-me. Li novamente, esbocei um sorriso. Li novamente e dei por mim a pensar e a escrevinhar o livro durante cerca de hora e meia a tentar interpretar o que é que quereria dizer. Concluí que a meu ver, as gaivotas são animais que roubam alimento mal tenham oportunidade, que o que a escritora queria transmitir era exactamente o oposto: que não queria roubar nada ao seu alvo. Que apenas queria poder sorrir e receber um sorriso de volta, pois pelo facto de serem animais voadores e da poetisa ser um ser humano, incapaz de voar, poderia existir alguma "barreira" entre eles.

4.4 Opinião sobre o livro
Gostei bastante dos poemas, fiquei feliz por ter conhecido parte da sua obra poética e sinto que aprendi coisas a nível de interpretação que nunca tinha aprendido antes. Foi com todo o gosto que perdi horas a analisar certos poemas dela. Não entra no meu role de poetas favoritos, mas entra na galeria de honra com toda a certeza. A única critica que tenho a este livro é a fraca organização. Os versos estavam demasiados dispersos, tinham cerca de 4, 5 versos por página por vezes e eu não conseguia entender se faziam parte do poema anterior ou se já eram outro poema, sem título. A verdade é que não encontrava ligações e isso deixou-me confuso por vezes.
Nota Final para o Livro:

_________________
« Cria. Imagina. Inventa. Usa a parte colorida da massa cinzenta »
avatar
Iúri | Shaft
Texto
Texto

Número de Mensagens : 91
Idade : 25
Localização : Setúbal
Data de inscrição : 28/10/2008
Pontos : 3439

Folha de personagem
Guardião secular: Monte Athos

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: No Tempo Dividido, Sophia de Mello Breyner Andresen

Mensagem por Filipe Azevedo em Seg 7 Jun 2010 - 5:35

17

_________________
www.vertentes.pt.vu
avatar
Filipe Azevedo
Professor

Número de Mensagens : 1229
Idade : 56
Localização : Portugal
Data de inscrição : 09/09/2006
Pontos : 15729

Folha de personagem
Guardião secular: Pérgamo

http://www.vertentes.pt.vu/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: No Tempo Dividido, Sophia de Mello Breyner Andresen

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum