Vertentes
Seja bem vindo ao fórum Vertentes.

Pode usar o Facebook no seu "login".

"Dom Quixote de la mancha"de Miguel de cervantes

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

"Dom Quixote de la mancha"de Miguel de cervantes

Mensagem por david kenkei em Seg 14 Jun 2010 - 11:15

Antes de ler o livro








1. Identificação do Livro

1.1. Título:Dom Quixote

1.2. Autor(a):Miguel de Cervantes


1.3. Editora:L&PM

1.4. Data da Edição: 2009


2. Escolha do livro

2.1. Motivos que levaram à escolha do livro
Porque é um livro de romance-aventura e por ser uma obra conhecida

Após a leitura do livro





3. Contextualização do Autor

3.1. Alguns dados biográficos




Miguel de Cervantes nacseu em Acaláde Henares,uma cidade perto de Madri em uma familia da baixa nobreza.

3.2. Outras Obras do(a) Autor(a):

- O trato de Argel
- Os trabalhos de Persiles e Sigismunda
- O cerco de Numancia (peça de teatro)
- O ciumento de Extremadura


4. Conteúdo do Livro


4.1. Género Literário:
Literatura Espanhola Romance-Aventura


4.2. Assunto (breve síntese):
O livro conta a história de um homem que mora com uma jovem sobrinha ,uma governanta e um rapaz que cuidava de sua fazenda.O que ele mais gostava era de ficar lendo seus livros de cavalaria em sua biblioteca onde passava o maior tempo,leu tantos livros que isso acabou levando-o à loucura,pois ele achava que era um cavaleiro.Seu verdadeiro nome era Dom Alonso Quixano,depois ele mudou seu nome para Dom Quixote de la Mancha pois era um nome melhor para um cavaleiro,Ele então pegou seu cavalo(na verdade era um burrinho velho e doente)e colocou o nome dele de Rocinante.Todos os cavaleiros possuem uma donsela para amar a sua ele nomeou de Ducinéia del toboso(que na verdade era uma simples lavradora).Com tudo pronto ele sai então em busca de muitas aventuras,desfazendo as injustiças salvando as doselas e combatendo o mal.Despois de tanto andar e de passar por maus bocados ele retorna para sua casa e ele viu que sua biblioteca toda foi queimada e que ela foi fechada e tampada com tijolos,A governanta fala para ele que foi um feiticeiro que fez aquilo com a sua biblioteca.Durante algumas semanas ele aquietou-se mas quando ele estava passeando na cidade ele conhece Sancho Pança que concorda em ser o seu escudeiro.Viveram várias aventuras antes de retornar à Mancha. Numa delas quase foi esmagado, junto com Sancho, por uma enorme roda de um moinho d’água. Cismou que um barquinho sem remo, que se encontrava às margens do rio Ebro, era encantado e o levaria até uma fortaleza próxima, onde havia um valente cavaleiro, o qual ele iria libertar. Outra aventura hilária da dupla aconteceu quando uma duquesa os encontrou por acaso, às margens de um outro rio. Quando os mesmos se apresentaram ela os reconheceu. Lembrou-se de um livro que um anônimo escreveu sobre a história deles e que circulava por todas as feiras da Espanha. Ela teve a idéia de se divertir com as maluquices dos dois e disse-lhes que teria um enorme prazer em recebê-los como hóspedes em seu castelo. Apesar de estarem sendo enganados e sendo objetos de escárnio para o casal de duques e seus convidados, sem saber é claro, tiveram um tratamento que fazia jus ao papel que fantasiosamente se auto-atribuíram. Foram recebidos com festa e tratados com todas as honras e solenidades que eram narradas nos livros de cavalaria. Até uma ilha Sancho ganhou para governar. Entretanto, os duques, criados e convidados criaram tantas situações constrangedoras e difíceis que Sancho renunciou ao cargo de governador da ilha.
Depois de tantas aventuras e desventuras D. Quixote resolveu voltar à Mancha, reuniu a sobrinha, empregados e amigos e, bastante debilitado, mesmo depois de um longo repouso e acompanhamento médico, acordou de um longo sono e anunciou que a loucura o havia deixado e voltou a ser Dom Alonso Quixano. Decidiu fazer seu testamento, pois sentia a morte aproximar-se. Deixou as terras para a sobrinha, uma quantia em dinheiro para a governanta e Sancho e, aos amigos, a lembrança de que, apesar da loucura, viveu cheio de dignidade e bondade. Assim morreu um herói que, na sua loucura, foi tão corajoso quanto os verdadeiros heróis da cavalaria, pois se propôs a tornar real sua fantasia.



4.3. Citações favoritas (se necessário, explicadas no contexto):
1°citação:”Como todas as coisas humanas não são eternas e sempre acabam,esplecialmente a vida dos homens,a vida de Dom quixote também acabou.”2°citação:”Bendito seja o poderoso Deus,que tanto bem me fez.As misericórdias do senhor não têm limite,e contra elas nada podem os pecados dos homens!.”

4.4. Opinião sobre o livro
“Eu achei que ele no começo era muito bobo ,mas quando você vai lendo o livro acaba ficando muito mais interessante e você acaba se prendendo no livro e passa a achar que o Dom quixote não é louco que na verdade o mundo imáginario dele é de verdade(pois na livro ele imagina os castelos,gigantes...)só que é meio cansativa a leitura desse livro.Mas no todo eu gostei muito do livro e fiquei triste pois o final me chocou de verdade.”



Nomes: Angélica, Bruna, David e Jaqueline Maria
nº: 03, 05, 08, 13

david kenkei
Letra
Letra

Número de Mensagens : 8
Idade : 23
Localização : entrada ichiro konno
Data de inscrição : 16/03/2010
Pontos : 2766

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Dom Quixote de la mancha"de Miguel de cervantes

Mensagem por Tamirys A. em Sab 19 Jun 2010 - 7:57

Very Happy Gostei muito da apresentação de vocês!Principalmente o Assunto do livro,esta bem coerente e interessante!
avatar
Tamirys A.
Argumento
Argumento

Número de Mensagens : 59
Idade : 25
Localização : Brasil
Data de inscrição : 13/04/2010
Pontos : 2829

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum