Vertentes
Seja bem vindo ao fórum Vertentes.

Pode usar o Facebook no seu "login".

Capitães de Areia de Jorge Amado

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Capitães de Areia de Jorge Amado

Mensagem por Ana Rita Carpinteiro em Seg 13 Dez 2010 - 4:13

Ficha de Leitura

Antes de ler o livro

1. Identificação do livro

1.1. Título: Capitães de Areia

1.2. Autor: Jorge Amado

1.3. Editora: Publicações Europa-America

1.4. Data de Edição: 9º Edição, Setembro de 1992



2. Escolha do livro

2.1 Motivos que levaram à escolha do livro:

Este livro, Capitães de Areia, pareceu-me uma escolha super interessante uma vez que é um livro cheio de aventuras e suscitou-me alguma curiosidade visto que já tinha ouvido várias pessoas comentarem sucesso deste fabuloso romance.



Após a leitura do livro

3. Contextualização do autor

3.1. Alguns dados biográficos:

Jorge Amado nasceu a 10 de Agosto de 1912 no município de Itabuna, sul do Estado da Baía. Passou a sua infância em Ilhéus. Estudou no Colégio António Vieira e no Ginásio Ipiranga, em Salvador. Foi um dos fundadores da Academia de Rebeldes.

Aos 19 anos publicou o seu primeiro romance, O país do carnaval. Em 1933 publicou o seu segundo romance, Cacau. Nesse mesmo ano casou com Matilde Garcia Rosa, com quem teve uma filha.

Formou-se na Faculdade Nacional de Direito, no Rio de Janeiro. Foi o deputado federal com mais votos do Estado de São Paulo do Partido Comunista Brasileiro e por questões políticas teve que exilar-se com a sua família em França e depois na Checoslováquia.
Quando voltou ao Brasil, em 1955, afastou-se da política e dedicou-se inteiramente à literatura. Ocupou o cargo da cadeira número 23, da Academia Brasileira de Letras. Doutor Honoris Causa por diversas universidades, Jorge Amado orgulhava-se do título de Obá, posto civil que exercia no Ilê Axé Opô Afonjá, na Bahia.


Tem uma grande obra literária que conheceu adaptações para cinema, teatro e televisão. Os seus livros foram traduzidos em 55 países, 49 idiomas e também existem exemplares em braile e gravações para cegos.

Em 1987, foi inaugurada a Fundação da Casa de Jorge Amado, em Salvador, Baía. Morre a 6 de Agosto de 2001 com muito sucesso e com uma vida repleta de grandes obras.



3.2. Algumas Obras do Autor:

· Mar Morto, (1936, romance): Este romance recebeu o Prémio Graça Aranha, 1936, quando foi publicada sua 1ª edição, pela Livraria José Olympio Editora.

Foi publicado em Portugal e traduzido para o alemão, búlgaro, chinês, espanhol, francês, grego, hebraico, húngaro, inglês, islandês, italiano, etc. Teve adaptações para a Rádio nacional e para a Rádio El Mundo, Carlo Ponti adaptou cinematograficamente e Dorival Caymmi compôs vários temas sobre este livro.

· O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá, (1976, romance infanto-juvenil): Foi publicada em Portugal e traduzida para o alemão, espanhol, finlandês, francês, galego, grego, guarani, inglês, italiano, japonês, russo e turco. Luiza lagoas adaptou este livro a um ballet e o grupo mineiro Ponto de Partida fez uma adaptação teatral, em 1992.





4. Conteúdo do livro

4.1. Género Literário: Romance

4.2. Assunto:

Capitães de Areia é uma história sobre a vida dos meninos da rua da Baía que lutam todos os dias para sobreviver à pobreza e à exclusão social. Estas crianças abandonadas cresceram rápido demais para vencerem as batalhas que vão surgindo, andando perigosamente pelas ruas da cidade “negra e religiosa”.

O padre José Pedro e Don’Aninha são as únicas personagens adultas que vão colaborando e ajudando este bando de menores.

Pedro Bala é o líder do grupo, Volta Seca tem o desejo de se tornar lampião, Professor é o mais talentoso, Gato é um malandro que acaba por se envolver com uma prostituta, Sem-Pernas é um menino coxo, João Grande é o “negro bom”, Pirulito sente um chamamento religioso e por fim Dora a menina mais corajosa, que se torna a primeira capitã de areia sendo a amante de Pedro Bala. Apesar de lutarem em conjunto a história é conduzida em função dos destinos individuais de cada integrante do bando.

Durante o livro, os meninos vão furtando e encenando planos para sobreviver à amargura e tristeza das suas vidas, metendo-se em sarilhos. Um deles, Pedro Bala, acaba mesmo por sofrer horrores no Reformatório, fugindo de lá com a ajuda dos seus amigos. Dora é apreendida também, mas Pedro Bala salva-a, levando-a para o “trapiche” ficando muito doente acabando até por morrer.

Depois da morte de Dora, cada capitão, segue a sua vida não esquecendo a infância marcante que fez com que tornassem adultos num ápice.







4.3. Citações favoritas:

· “Como o vestido dificultava seus movimentos e como ela queria ser totalmente um dos Capitães de Areia, o trocou por umas calças que deram a Baradão numa casa de cidade alta (…) Se não fosse a cabeleira loira e os seios nascentes, todos a poderiam tomar por um menino, um dos Capitães de Areia”

Citação referente a Dora, quando se transformou numa capitã de areia.



· “A felicidade ilumina o rosto de Pedro Bala. Para ele veio também a paz da noite. Porque agora sabe que ela brilhará para ele entre mil estrelas no céu sem igual da cidade negra.”

Citação que retrata a nostalgia do líder dos Capitães de Areia depois da morte de Dora.



· “Mas Sem-Pernas não pára. Sobe para o pequeno muro, volve o rosto para os guardas que ainda correm, ri com toda a força do seu ódio, cospe na cara de um que se aproxima estendendo os braços, se atira de costas no espaço, como se fosse um trapezista de circo.”

Citação que retrata a maneira como Sem-Pernas morreu. Ele estava a ser perseguido por um grupo de guardas, estes queriam muito apanha-lo, mas ele vingou-se, fazendo com que nenhum destes homens que Sem-Pernas tanto odiava, o tocassem.



4.4. Opinião sobre o livro:

Capitães de Areia é um fabuloso romance que expressa um ideal político e que nos abre os olhos para as diferentes vidas que existem no mundo. Por ser uma história terrivelmente real conduz-nos para sentimentos muito fortes ao longo da leitura.

Na minha opinião este é um livro indispensável pois relata a coragem de todas as personagens, relatando também uma grande lição de vida. O romance faz-nos querer ser úteis e ajudar crianças que passam por esta infeliz realidade.

Anexos
Capitães de Areia.jpg Você não tem permissão para fazer download dos arquivos anexados.(9 Kb) Baixado 2 vez(es)

Ana Rita Carpinteiro
Letra
Letra

Número de Mensagens : 9
Idade : 23
Localização : Vendas Novas
Data de inscrição : 30/09/2008
Pontos : 3041

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capitães de Areia de Jorge Amado

Mensagem por Filipe Azevedo em Dom 19 Dez 2010 - 7:08

16 valores

_________________
www.vertentes.pt.vu

Filipe Azevedo
Professor

Número de Mensagens : 1229
Idade : 55
Localização : Portugal
Data de inscrição : 09/09/2006
Pontos : 15593

Folha de personagem
Guardião secular: Pérgamo

http://www.vertentes.pt.vu/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum