Vertentes
Seja bem vindo ao fórum Vertentes.

Pode usar o Facebook no seu "login".

A minha casa é o teu Coração - Margarida Rebelo Pinto

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A minha casa é o teu Coração - Margarida Rebelo Pinto

Mensagem por joane em Sab 29 Jan 2011 - 11:35

--» Margarida Rebelo Pinto

--» O livro "A minha casa é o teu Coração"

1. Identificação do Livro

[size=14]1.1. Título

- “A minha casa é o teu Coração”

1.2. Autor(a)
- Margarida Rebelo Pinto

1.3. Editora
- Clube do autor

1.4. Data da Edição
- Novembro de 2010


2. Escolha do livro

2.1. Motivos que levaram à escolha do livro
- Escolhi o livro por gostar do tipo de escrita de Margarida Rebelo Pinto, romântica mas também muito crítica, e também por ter gostado de ler o seu último livro, O dia em que te Esqueci.


3. Contextualização do Autor

3.1. Alguns dados biográficos
- Nasceu em Lisboa a 7 de Junho. É licenciada em Línguas e Literaturas Modernas pela Universidade Clássica de Lisboa. Iniciou a actividade jornalística aos vinte e dois anos em O Independente e no Se7e, destacando-se desde logo como cronista. Foi copywriter em diversas agências de pulicidade, repórter da RTP e autora de conteúdos para televisão.

Desde que ganhou o 1º Prémio Literário FNAC em 2000, devido ao seu livro Sei Lá, foi construindo uma sólida obra literária composta por oito romances, cinco livros de crónicas e pequenas ficções e dois livros infantis. A sua obra está publicada na Europa e na América Latina. Paralelamente, manteve sempre uma presença activa na imprensa com crónicas regulares em diversas publicações, como Elle, DNa, Jornal de Noticias e Selecções do Reader’s Digest. Actualmente, assina uma crónica no semanário Sol, escreve há mais de oito anos na revista Maxmen e é, também, colaboradora da Máxima e Egoísta.


3.2. Outras Obras do(a) Autor(a)
Sei Lá
Não Há Coincidências
Pessoas Como Nós
Português Suave
Onde reside o Amor

As crónicas da Margarida


4. Conteúdo do Livro

4.1. Género Literário
- Romance

4.2. Assunto (breve síntese)
- O livro é uma colecção de cartas, que não passam de heterónimos da autora, e divide-se em três partes distintas: Das mulheres, em que existem apenas cartas escritas de mulheres para mulheres, Dos homens, em que homens e mulheres e homens e homens trocam pensamentos e sentimentos, e por último, Dos amigos, em que as cartas escritas pedem conselhos e exprimem desabafos.
Neste livro, Margarida Rebelo Pinto, tenta mostrar que a felicidade e o amor estão nas pequenas coisas e nos pormenores, bem como enaltecer o nosso país fazendo várias comparações com outros países. Nas cartas escritas de mulheres para mulheres, os assuntos são quase sempre os mesmos: desabafos sobre o mau casamento, sobre os homens, sobre o trabalho e como é difícil gerir uma família. Mostra como a Mulher se preocupa sempre mais com os outros que com ela própria. Intercaladas com as cartas existe sempre uma nota escrita pela autora em que dá uma espécie de conselho e de como devemos lidar com os problemas que nos vão aparecendo ao longo da vida. No segundo subtema com as cartas de homens para mulheres e de homens para homens, surgem vários problemas que hoje em dia existem em várias relações, como por exemplo o excesso de trabalho e não haver tempo para um simples jantar em família. No terceiro e último subtema, as cartas entre amigos servem para desabafar e pedir concelhos sobre a vida, faz uma espécie de comparação entre a maneira como as mulheres desabafam com as amigas sobre um problema e da maneira fácil e simples como os homens vêm esse mesmo problema e o passam para trás das costas, o que para a mulher é complicadíssimo.

4.3. Citações favoritas (se necessário, explicadas no contexto)
(Página 15) “(…) E depois, não querendo ser mazinha, mas isto é tal e qual como tu dizes, homem e cão são duas faces da mesma moeda. Os homens não roem sofás, mas moem-nos a paciência. Não cheiram a cão, mas dá vontade de lhes deitar a roupa toda fora cada vez que regressam de uma futebolada com os amigos. Também são imenso trabalho a educar e muitos nem sequer se alimentam sozinhos. São carentes, mimados, e não raro, gostam de provocar momentos bélicos com outros pares com quem se cruzam na vida. (…)” uma carta do subtema Das mulheres, de Maria para Naná, em que Maria se queixa dos Homens.

(Páginas 33/34)“Não há nada melhor do que começar uma relação. O novo é irresistível. (…) No início de todos os inícios sentimo-nos tão estupidamente felizes que seríamos capazes de morrer, porque achamos que atingimos o ponto máximo possível da felicidade. O pior vem a seguir. Como dizia o Picasso: bom mesmo é o início, porque a seguir começa logo o fim. E quando o fim chega, já é tarde demais para voltar atrás. É sempre tarde de mais. Isto do amor é mesmo uma coisa complicada, começa-se do nada, vive-se na ilusão que se tem tudo, mas o que fica quando o amor acaba é um nada ainda maior. E o pior, o pior é que na primeira oportunidade repetem-se os mesmos erros á espera de resultados diferentes, o que é uma boa definição de demência. E quem se considere imune a tais disparates e nunca tenha passado por estas avarias sentimentais, que atira e primeira pedra. (…)” Esta é uma das paragens que a autora faz para reflectir sobre as relações em geral.

(Páginas 151/153) “(…) sê dura com os outros na justa medida em que eles são duros contigo. (…) Aprende a ficar quieta quando o mundo te pede que te movas. Aprende a calar se queres que se calem. Aprende a ouvir nos gestos quem te quer bem quando te abraça e quem te quer mal quando te beija. (…) Não te esqueças de arrumar as gavetas das tuas memórias antes de deixar entrar alguém na tua vida. (…) Fala pouco, devagar, para teres a certeza de que serás ouvida. Fala de tudo e de nada, não te cales se fores interrompida. Fala do mundo e do tempo, pouco dos outros e nada de ti. Elogia quem te faz bem, afasta do teu caminho quem te quis fazer mal. Lembra-te que o orgulho tem mais força que as lágrimas, guarda as dores dentro do peito ou transforma-as em risos. (…) Saí antes do tempo, para que nunca se cansem de ti. Volta quando não te esperam, fica apenas quando te pedem. Ri-te das piadas dos outros, mesmo que não tenham graça. Trata bem quem não conheces, desconfia de quem te quer bem de repente. (…)” Mais uma vez, numa das notas intercaladas que a autora faz entre as cartas, tem o título de “Truques de Mulher” e mostra-nos como devemos lidar com as coisas que nos vão acontecendo e com as pessoas que passam na nossa vida, foi das passagens do livro de que mais gostei.



4.4. Opinião sobre o livro
Sinceramente não gostei muito do livro, é muito confuso e as personagens ao serem tantas são muito superficiais, não nos conseguimos ligar com elas nem perceber como são ou qual é a sua história. Apenas nos vamos identificando ao longo da leitura do livro com alguns acontecimentos por que passaram e por sentimentos ou pensamentos que as personagens transmitem e com os quais me identifiquei.

Mas nao deixa de ser um livro, como todos os outros da autora, com várias passagens que nos ficam na memória e nos ajudam a lidar com a vida e com os outros todos os dias, nas várias siturções.

Bibliografia
Dados biográficos e outras obras da autora - Pinto, Margarida. A minha casa é o teu Coração - Clube do autor, 2010;

joane
Letra
Letra

Número de Mensagens : 5
Idade : 23
Localização : Setúbal
Data de inscrição : 23/10/2008
Pontos : 3028

Folha de personagem
Guardião secular:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A minha casa é o teu Coração - Margarida Rebelo Pinto

Mensagem por Filipe Azevedo em Seg 7 Fev 2011 - 2:56

14 valores

_________________
www.vertentes.pt.vu

Filipe Azevedo
Professor

Número de Mensagens : 1229
Idade : 55
Localização : Portugal
Data de inscrição : 09/09/2006
Pontos : 15593

Folha de personagem
Guardião secular: Pérgamo

http://www.vertentes.pt.vu/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A minha casa é o teu Coração - Margarida Rebelo Pinto

Mensagem por martinha em Seg 14 Fev 2011 - 8:41

Concordo joana, também não gostei muito do livro.
Estava à espera de mais, pois gostei muito do seu último livro.

martinha
Ditongo
Ditongo

Número de Mensagens : 13
Idade : 25
Localização : setúbal
Data de inscrição : 18/09/2008
Pontos : 3034

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A minha casa é o teu Coração - Margarida Rebelo Pinto

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 0:50


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum