Vertentes
Seja bem vindo ao fórum Vertentes.

Pode usar o Facebook no seu "login".

A Ana passou-se!

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A Ana passou-se!

Mensagem por Cassandra Veiga em Sex 4 Fev 2011 - 3:08

Antes de ler o livro


1. Identificação do Livro

1.1. Título- A Ana passou-se!
1.2. Autor(a)- Maria Teresa Maia Gonzalez
1.3. Editora- Editorial presença
1.4. Data da Edição- Maio de 2010


2. Escolha do livro

2.1.

Eu escolhi este livro porque simplesmente adoro as histórias desta fabulosa Escritora. A maneira como escreve, os detalhes simplesmente, perfeito! E também porque fala sobre uma adolescente pelo qual me identifico. O título e a capa chamaram muito a minha atenção. Gostei muito.

Após a leitura do livro


3. Contextualização do Autor

3.1.

Maria Teresa Maia Gonzalez - é uma autora muito acarinhada pelo público, com uma vasta obra editada no campo da literatura infanto – juvenil.

Capa do Livro!



3.2.

"Boas ferias Miguel"; "Voa comigo!"; "As Aventuras do Colombo"; "Um sonho de presente".

4. Conteúdo do Livro

4.1. Drama.


4.2.

A Ana passou-se!



Ana é uma adolescente de 15 anos, que teve uma infância muito complicada. Devido ao facto de a mãe ser alcoólica.

Actualmente, Ana vive com o pai, a irmã (Filipa) e a sua madrasta (Madalena). Esta adolescente cujo passado ainda não esqueceu e guarda-o com muito raiva e angústia, vive numa tremenda solidão e nem as suas melhores amigas apercebem-se de tal vazio. Ana foi obrigada a crescer, não só devido ao seu passado, mas também por ter que tomar conta da sua Pipa (irmã mais nova). Como o pai é advogado, muitas das vezes não tem tempo para dar a devida atenção às suas filhas, principalmente a Pipa. E isso sobrava para a Ana, ajudava a irmã a fazer os TPC’s, levava-a ao médico, etc. Mas mesmo assim continuava a adorar a sua pequena Pipa, como a própria Ana dizia era a sua única família.

A mãe de Ana está sóbria há um ano e quer a custódia de Pipa e Ana sente-se revoltada, pois acha que esta não tem o direito. Para esclarecer a situação, Ana falou com o pai e disse como era injusto tal coisa e o pai disse-lhe que a sua mãe tinha todo o direito, pois já estava em condições.

Mas a gota de água para Ana foi quando Pipa foi passar o Fim-de-Semana a Cascais com a mãe e ninguém lhe tinha avisado. Pouco tempo após o regresso desta, Ana deixou um bilhete a Pipa que dizia:

- “Pipa porta-te bem e faz tudo o que o pai mandar. Não te esqueças que gosto muito de ti.

P.S- Voltarei em breve, Prometo!

Beijos, Ana Isabel!”

Ana saiu porta fora e tomou rumo ao seu destino, como quem diz um: Até já!

4.3.

“No fundo, eram quase iguais, o homem e a escultora (mãe de Ana). A diferença é que ela tinha dinheiro, portanto escusava-se de pedir esmola. De resto eram iguais, a mesma postura, a mesma irresponsabilidade, a mesma fragilidade inaguentável. Lembrava-se com uma clareza, das vezes que chegava da escola Primária e encontrara a mãe caída no tapete da sala, com a garrafa do whisky ao lado. Cabelo desalinhado, olhos vidrados, um sorriso imbecil!”

4.4.

Achei a história uma realidade, coisas da vida, mas muito deprimente. Esta adolescente não tem sorte em nada, não tem com quem desabafar a não ser com a sua Professora de Língua portuguesa, Maria Helena. Nunca ninguém lhe compreende como se não bastasse tem uma má relação com a madrasta, o que não ajuda. Mas de modo geral foi uma boa leitura e gostaria de saber mais sobre esta pobre adolescente que apenas ansiava por ter uma mãe normal.





Referências bibliográficas
http://www.google.pt/images?hl=pt-pt&source=imghp&biw=1276&bih=880&q=maria+teresa+maia+gonzalez&gbv=2&aq=0&aqi=g10&aql=&oq=Maria+ter








avatar
Cassandra Veiga
Frase simples
Frase simples

Número de Mensagens : 20
Idade : 22
Localização : Setúbal
Data de inscrição : 26/01/2011
Pontos : 2706

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Ana passou-se!

Mensagem por Filipe Azevedo em Seg 21 Mar 2011 - 8:50

Interessante que te tenhas identificado com a personagem do livro. À personagem, ninguém a entende, o que é muito comum entre os adolescentes, pois acham quase sempre que ninguém os entende.
15 valores

_________________
www.vertentes.pt.vu
avatar
Filipe Azevedo
Professor

Número de Mensagens : 1229
Idade : 56
Localização : Portugal
Data de inscrição : 09/09/2006
Pontos : 15963

Folha de personagem
Guardião secular: Pérgamo

http://www.vertentes.pt.vu/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum