Vertentes
Seja bem vindo ao fórum Vertentes.

Pode usar o Facebook no seu "login".

"Diário de Anne Frank", de Anne Frank

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

já li Diário de Anne Frank... e vou começar a ler...

Mensagem por Ana Filipa em Qua 1 Nov 2006 - 12:47

Olá! Very Happy

Vim só dizer que, apesar de não ter comunicado que o ia ler (por questões informáticas lol) acabei de ler o célebre "Diário de Anne Frank". Esta semana ainda sou capaz de apresentá-lo aqui no fórum.

Entretanto também venho informar que, em princípio, vou começar a ler "Um Crime no Expresso do Oriente", de Agatha Christie.

flower
avatar
Ana Filipa
Ditongo
Ditongo

Número de Mensagens : 13
Data de inscrição : 18/10/2006
Pontos : 4074

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Diário de Anne Frank", de Anne Frank

Mensagem por Filipe Azevedo em Qua 1 Nov 2006 - 12:54

Olá Ana,


Muito bem. Estou informado!
Wink

Desejo-te uma informática mais colaborativa, entretanto.
Smile

_________________
www.vertentes.pt.vu
avatar
Filipe Azevedo
Professor

Número de Mensagens : 1229
Idade : 56
Localização : Portugal
Data de inscrição : 09/09/2006
Pontos : 15963

Folha de personagem
Guardião secular: Pérgamo

http://www.vertentes.pt.vu/

Voltar ao Topo Ir em baixo

"Diário de Anne Frank", de Anne Frank

Mensagem por Ana Filipa em Dom 12 Nov 2006 - 7:03

Identificação do livro:

Título: Diário de Anne Frank

Autor: Anne Frank

Editora: Colecção Dois Mundos

Edição: «Livros do Brasil» Lisboa

Género literário: Romance




Curiosidade: O Diário deAnne Frank é um diário escrito em forma de cartas por Anne Frank, entre 12 de Junho de 1942 a 1 de Agosto de 1944 durante a Segunda Guerra Mundial, dirigidas a uma amiga imaginária, Kitty.

O título do diário, que já tinha sido escolhido por Anne, “O Anexo Secreto”, foi publicado na Holanda pela primeira vez em Junho de 1947 e foi traduzido e publicado em mais de 60 línguas, sendo um dos livros mais lidos no mundo.

Escolhi este livro porque…

A verdade é que eu já conhecia um bocadinho da história, mas mesmo assim, queria ter um conhecimento mais relevante sobre este célebre livro.

É um livro que, inicialmente me despertou grande interesse, pois é conhecido mundialmente e escrito durante a II Guerra Mundial. Como foi aconselhado por um familiar, então resolvi mesmo lê-lo.



Assunto:

Anneliese Marie Frank, mais conhecida como Anne Frank, era uma rapariguinha de 13 anos, de uma família judaica de Frankfurt.

No seu dia de aniversário recebe um maravilhoso presente: um diário. Neste diário Anne escreve todos os seus momentos da sua vida.

Em 1942 as perseguições nazis invadiram Frankfurt, ela e a sua família decidem refugiar-se na Holanda. Aqui a família esconde-se com outras pessoas num “anexo” de uma casa (escritório do seu pai), onde era protegida por gente corajosa e dedicada.

Enquanto vivia no Anexo Secreto, Anne escrevia em seu diário, que ela deu o nome de Kitty. Aí Anne escrevia o que sentia, pensava e o que fazia. Kitty era sua única amiga dentro do Anexo Secreto.

No anexo viviam no total 8 pessoas: Otto H. Frank: pai de Anne Frank; Edith Frank: mãe de Anne Frank; Margot Frank: irmã de Anne Frank; Kitty: a sua única amiga dentro do Anexo Secreto; Dussel: o dentista; Um casal: os irritantes para Anne; Peter: o filho do casal e o apaixonado de Anne

O "mergulho" (como se chamava a passagem de judeus para a existência na ilegalidade) já estava a ser planeado há muito tempo por Otto Frank e alguns dos seus funcionários, Miep Gies, Johannes Kleiman, Victor Krugler e Bep Voskuijl.

Durante dois anos, estas pessoas protegeram e alimentaram os judeus. A tensão no anexo era enorme. Qualquer pequeno descuido poderia traí-los e levá-los à morte. Durante o dia, só se podia andar de cócoras e sussurrar. Durante a noite, todos os cuidados eram necessários para que a vizinhança não suspeitasse que ali havia oito judeus escondidos.

Anne era caracterizada pela maior parte no anexo, uma tagarela e uma rapariga muito irritante, que dizia as coisas sem pensar. Comparavam-na com a irmã e com o Peter, que são exemplos de meninos bem comportados.

Surpreendendo pela sua maturidade, apesar dos 14 anos, Anne descreveu seu quotidiano com pormenores: a preocupação diária com a possível falta de comida, em certos momentos mesmo a fome, mas acima de tudo o horror de serem descobertos.

Curiosamente, Anne nunca perdeu a esperança e a alegria de viver. Acreditou sempre que as coisas iriam melhorar e fazia projectos para quando chegasse a liberdade. Sonhava com o retorno à escola e queria tornar-se escritora. Com este propósito, em 1944 começou a rescrever o começo do diário, para uma futura publicação.

Ninguém no esconderijo tinha conhecimento desta faceta na vida de Anne, nem sabiam do diário. Mep Gies, que evitou que o caderno caísse nas mãos da Gestapo, entregou o diário, sem lê-lo, ao pai de Anne, o único da família que sobreviveu, e que acabou por publicar a obra, intitulada O Diário de Anne Frank.

O próprio pai, grande amigo e confidente de Anne, ficou surpreendido com as narrações. O sonho de tornar-se conhecida acabou se concretizando, só que ela não conseguiu desfrutá-lo. No dia 4 de Agosto, os "mergulhados" foram presos pela Gestapo. Anne e a irmã, Margot, morreram de tifo em Março de 1945 no campo de concentração de Bergen-Belsen, perto de Hanôver, dois meses antes de a Holanda ser libertada.

Citações de que gostei:
«Quando escrevo, sinto um alivio, a minha dor desaparece, a coragem volta... Ao escrever sei esclarecer tudo - os meus pensamentos, os meus ideais, as minhas fantasias».

«Sinto-me como um pássaro a quem cortaram as asas e que bate, na escuridão, contra as grades da sua gaiola estreita»

«Vim para o anexo quando tinha treze anos e, por isso, fui obrigada a reflectir mais cedo sobre o Mundo e a fazer a descoberta de mim mesma como de um ser humano que deseja ser independente».

Opinião sobre o livro:
A minha opinião a cerca deste livro é, simplesmente… extraordinário!!! Como é que foi possível escrever-se uma obra destas entre os treze e os quinze anos de idade? Tão extraordinário caso tem a sua explicação: o isolamento, os sacrifícios diários, as angústias, o medo e, principalmente, a morte, a pairar sobre esta criança de uma inteligência e de um espírito de observação invulgares, fizeram com que ela amadurecesse prematuramente e fosse assim, pouco a pouco, penetrando em regiões que, em circunstâncias normais, só viria a explorar muito mais tarde.

Anne Frank vivia torturas que marcam qualquer indivíduo de qualquer idade mas muito especialmente um indivíduo em formação.

Este diário tornou-se não só um dos mais comoventes depoimentos contra a guerra, contra a injustiça e a crueldade dos homens como, também, um dos mais puros documentos psicológicos, que todos, e sobretudo os que contactam com gente nova, deviam ler


Última edição por em Dom 12 Nov 2006 - 8:03, editado 2 vez(es)
avatar
Ana Filipa
Ditongo
Ditongo

Número de Mensagens : 13
Data de inscrição : 18/10/2006
Pontos : 4074

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Diário de Anne Frank", de Anne Frank

Mensagem por Ana Rita em Qui 16 Nov 2006 - 14:33

Olá Ana Filipa!
Concordo plenamente contigo. Também gostei bastante do "Diário de Anne Frank", tanto pela forma como está escrito como pelo seu conteúdo. É admirável se considerarmos as condições em que Anne Frank vivia quando o escreveu.
Quanto ao livro que estás a pensar em ler, "Crime no Expresso do Oriente" também te posso dizer que gostei muito. Decidi lê-lo no ano passado e desde então tenho lido muitos mais do mesmo género.
Se gostares desse recomendo-te "As aparências iludem" e "Morte no Nilo" também de Agatha Christie.
Boas leituras!! Very Happy

Ana Rita
Rabisco
Rabisco

Número de Mensagens : 2
Data de inscrição : 31/10/2006
Pontos : 4061

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Diário de Anne Frank", de Anne Frank

Mensagem por Filipe Azevedo em Qua 29 Nov 2006 - 16:03

Leitura registada!

What a Face

_________________
www.vertentes.pt.vu
avatar
Filipe Azevedo
Professor

Número de Mensagens : 1229
Idade : 56
Localização : Portugal
Data de inscrição : 09/09/2006
Pontos : 15963

Folha de personagem
Guardião secular: Pérgamo

http://www.vertentes.pt.vu/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Diário de Anne Frank", de Anne Frank

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum