Vertentes
Seja bem vindo ao fórum Vertentes.

Pode usar o Facebook no seu "login".

Dorothy Koomson - “Bons sonhos meu amor”

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Dorothy Koomson - “Bons sonhos meu amor”

Mensagem por neide em Ter 10 Maio 2011 - 9:26









1. Identificação do Livro

1.1. Título


“Bons sonhos meu amor”

1.2. Autor

Dorothy Koomson

1.3. Editora

Porto Editora

1.4. Data da Edição

2008





2. Escolha do livro

2.1. Motivos que levaram à escolha do livro

Adorei o outro livro de Dorothy Koomson, “A filha da minha melhor amiga”, pelo que não me importaria de ler outro livro seu, porém nunca reparei neste livro nas livrarias, talvez porque o título não me diz nada, mas uma amiga minha leu-o e incentivou-me também a lê-lo, quando me fez um pequeno resumo da história fiquei muito curiosa em saber toda a história.



3. Contextualização do Autor
3.1. Alguns dados biográficos


Dorothy Koomson escreveu o primeiro romance aos 13 anos There's A Thin Line Between Love And Hate que depois circulava entre as colegas de escola.

Cresceu em Londres e, durante a faculdade habitou Leeds. Regressou a Londres, para fazer um mestrado, e ficou por lá. Teve vários empregos temporários, até conseguir a uma oportunidade no mundo da escrita, assim colaborou com várias publicações femininas e jornais nacionais.
Em 2001 começou uma carreira de romancista ao escrever
The Cupid Effect.


Em 2006, publicou o terceiro romance, A Filha da Minha Melhor Amiga , que registou um enorme sucesso, vendendo nas primeiras semanas quase 90 mil exemplares no Reino Unido. Dorothy viveu dois anos em Sidney, na Austrália, e agora está de volta a Inglaterra.


3.2. Outras Obras do Autor

2003 - The Cupid Effect

2004 - The Chocolate Run

2006 - A filha da minha melhor amiga

2007 - Pedaços de ternura

2010 - The Ice Cream Girls


4. Conteúdo do Livro
4.1. Género Literário
Romance

4.2. Assunto
No enredo principal deste romance temos Mal e Nova, melhores amigos desde a infância.
Mais tarde Mal casasse, com Steph, e querem ter filhos mas Steph é estéril. A inicio tudo bem, mas mais tarde Steph admite que lhe está a fazer falta ser mãe, com poucas hipóteses que agradem a ambos Mal pede a Nova para ela ser a sua “barriga de aluguer”. A inicio Nova não quer aceitar, mas como por um grande amigo fazemos tudo, Nova aceita. No entanto Steph, já durante a gravidez de Nova, volta a trás, já não quer o filho de Nova, uma das grandes razões para tal é o receio que tem de que Nova e Mal se apaixonem, proibindo assim os melhores amigos de se verem.
Nova casa-se e cria Leo (o filho de Mal). Aos oito anos é diagnosticado a Leo um tumor cerebral, o menino foi operado mas não acorda do coma. É nesta altura que todos os segredos são divulgados e todos ficam a saber que Mal é pai de Leo e em que circunstâncias tal aconteceu.
Nova quer que Leo conheça o verdadeiro pai, e tal sucedesse enquanto este permanece em coma.
Neste livro dão-se analepses (flashback, interrupção do presente para contar algo que ocorreu no passado) pelo que durante o livro nos é contado o passado de Nova e Mal, entre eles houve algo mais que amizade, mas mal entendidos e medos fizeram com que nenhum o admitisse, agora que Leo está em coma os amigos admitem amar-se, mas o destino impede-os de ficarem juntos.


4.3. Citações favoritas (se necessário, explicadas no contexto)
“ Decidi que, da próxima vez que nos víssemos, tudo seria diferente. (…) Encontraria alguém com quem dar a tal primeira dentada. Não tinha de ser ninguém especial; a tal pessoa especial não me queria, não me amava e ninguém estaria à sua altura, por isso, teria de me contentar com alguém suficientemente simpático.”

“Uma dor antiga nunca passa completamente. O tempo pode acalmá-la, disfarçá-la até parecer que sarou, mas nunca passa realmente. Continua connosco, habita as falhas da nossa alma, à espera dos momentos em que sentimos uma dor verdadeira. (…) E sempre soubera, desde o que tinha acontecido quando tentei dizer a Mal que o amava, que só doía ao ponto de deixar marca quando a pessoa era importante. Quando a pessoa tinha conseguido chegar ao fundo do nosso ser.”

“Agora, posso olhar para trás e perceber por que motivo ela era tão importante para ele quando nos conhecemos. Ele precisava de que ela o ouvisse. Apercebi-me de que ninguém o ouvia como ela. (…) Nova estava sempre lá.
Muita gente não percebe a importância de ser ouvido. Eu ouvia-o, escutava-o, mas não era um hábito. Sem Nova ele começou a recolher-se em si mesmo, como se fosse o processo de floração ao contrário. Todas as pétalas, as partes dele que eu conhecia, começaram a afastar-se de mim – quase como se ele já não tivesse confiança para ser ele próprio.”


4.4. Opinião sobre o livro
Mais uma vez gostei deste livro de Dorothy Koomson. Gosto muito da autora, escreve de uma forma simples, fácil de entender, nada complexa, e as suas histórias mantêm-se cativantes.
Talvez tenha gostado mais deste livro, devido á história, por me conseguir identificar com alguns acontecimentos, sinceramente toda a história me tocou tanto que chorei imenso.
Acho muito triste como tudo acaba, duas pessoas que sempre se amaram nunca vão ficar realmente juntas, mas parece que a vida é mesmo assim, prega-nos partidas, como se costuma dizer. Encaro ainda este livro como uma história que devemos recordar como um exemplo, as coisas têm uma altura certa e devemos aproveitá-la ou depois pode ser tarde de mais… Adorei, é um livro muito real que nada tem a ver com os “contos de fadas”, a vida tem momentos tristes mas também os felizes.


Referencias Biográficas:

3.1.

http://www.wook.pt/authors/detail/id/39108

3.2.

http://www.wook.pt/authors/detail/id/39108




neide
Ditongo
Ditongo

Número de Mensagens : 12
Idade : 22
Localização : setúbal
Data de inscrição : 03/01/2009
Pontos : 2978

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dorothy Koomson - “Bons sonhos meu amor”

Mensagem por neide em Ter 10 Maio 2011 - 9:27

Stor,
estão algumas coisas a negrito que não deveriam estar, mas não consegui tirar. Desculpe

neide
Ditongo
Ditongo

Número de Mensagens : 12
Idade : 22
Localização : setúbal
Data de inscrição : 03/01/2009
Pontos : 2978

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dorothy Koomson - “Bons sonhos meu amor”

Mensagem por Filipe Azevedo em Dom 12 Jun 2011 - 11:42

18 valores

_________________
www.vertentes.pt.vu

Filipe Azevedo
Professor

Número de Mensagens : 1229
Idade : 55
Localização : Portugal
Data de inscrição : 09/09/2006
Pontos : 15588

Folha de personagem
Guardião secular: Pérgamo

http://www.vertentes.pt.vu/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dorothy Koomson - “Bons sonhos meu amor”

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 14:51


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum