Vertentes
Seja bem vindo ao fórum Vertentes.

Pode usar o Facebook no seu "login".

A Confissão de Lúcio de Mario de Sá-Carneiro

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A Confissão de Lúcio de Mario de Sá-Carneiro

Mensagem por Fernando Amorim em Qua 15 Jun 2011 - 11:31

1. Identificação do Livro


1.1. Título : A Confissão de Lúcio
1.2. Autor(a) : Mário de Sá-Carneiro
1.3. Editora : Moderna
1.4. Data da Edição : 2004

2. Escolha do livro

2.1. Motivos que levaram à escolha do livro

Escolhi este livro porque foi-me aconselhado por um amigo ler Sá-Carneiro... li a contra-capa e achei piada ao tema que o livro tratava.

3. Contextualização do Autor


3.1. Alguns dados biográficos

Escritor português, natural de Lisboa. A mãe morreu quando Sá-Carneiro tinha apenas dois anos e, em 1894, o pai iniciou uma vida de viagens, deixando o filho com os avós e uma ama na Quinta da Victória, em Camarate. Em 1900, entrou no liceu do Carmo, começando, então, a escrever poesia.

Matriculou-se na Faculdade de Direito de Coimbra em 1911, mas não chegou sequer a concluir o ano. Iniciou, entretanto, a sua amizade com Fernando Pessoa e seguiu para Paris, com o objectivo de estudar Direito na Sorbonne. Na capital francesa dedicou-se sobretudo à vida de boémia dos cafés e salas de espectáculo.

Sá-Carneiro suicidou-se, com vários frascos de estricnina, a 26 de Abril de 1916, num Hotel de Nice, suicídio esse descrito por José Araújo, que Mário Sá-Carneiro chamara para testemunhar a sua morte. Deixou a Fernando Pessoa a indicação de publicar a obra que dele houvesse, onde, quando e como melhor lhe parecesse.

3.2. Outras Obras do(a) Autor(a)

Amizades
Principio
Memórias de Paris
Dispersão
Céu em Fogo


4. Conteúdo do Livro

4.1. Género Literário : Romane
4.2. Assunto (breve síntese)

A história começa em 1895, onde Lúcio vai estudar para Paris. Já em Paris encontra outro português que lhe apresenta uma mulher americana e o Ricardo.
Um mês depois de se conhecerem Ricardo e Lúcio tornam-se melhores amigos, mas no ano seguinte (1896) Ricardo volta pra Portugal mas continua a falar com Lúcio trocando cartas.
Um ano depois, Lúcio volta a portugal onde encontra Ricardo casado com Marta, durante vários meses ia a casa de Ricardo ver Marta e mais tarde torna-ase seu amante mas mais tarde descobre que ele não era o unico amante que Marta tinha.

Depois de descubrir que não era o unico amante, Lúcio começa a seguir Marta e numa dessas vezes viu-a a entrar na casa do outro amante, cheio de ciumes deixa Portugal e volta para França.
A chegar a França encontra um empresário que lhe propõe o encenamento de uma peça, mas este disse que apenas o fazia se pudesse re-escrever o final. Depois de re-escrever o final, Lúcio volta a Portugal para mostrar a peça ao empresário que recusa o novo final fazendo que Lúcio recuse encenar a peça.

Mais tarde volta a encontrar Ricardo, que o agride verbalmente e diz que sabia de todos os amantes que Marta tinha, pois era a mandado dele que esta ficava com eles. Depois de uma discussão muito acensa Ricardo volta para a sua casa dá um tiro em Marta e acaba por ser também atingido por esse tiro. Lúcio é acusado do crime e é preso.
10 anos depois Lúcio sai da prisão e vai viver no interior para se afastar de tudo e escrever a sua confissão.


4.3. Citações favoritas (se necessário, explicadas no contexto)

"E então foi o Mistério... o fantástico Mistério da minha vida...

Ó assombro! Ó quebranto! Quem jazia estiraçado junto da janela não era Marta - não! - era o meu amigo, era Ricardo... E aos meus pés - sim, aos meus pés! - caíra o seu revolver ainda fumegante!..."

4.4. Opinião sobre o livro

Na minha opinião é um livro muito surrealista e confuso, sinceramente não é um livro que aconselhe... já diz o velho ditado "não julgues o livro pela capa" e aqui enquadra-se na perfeição.

Links

http://www.astormentas.com/biografia.aspx?t=autor&id=M%c3%a1rio%20de%20S%c3%a1-Carneiro

Fernando Amorim
Frase simples
Frase simples

Número de Mensagens : 23
Idade : 23
Localização : Setúbal
Data de inscrição : 26/11/2010
Pontos : 2356

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Confissão de Lúcio de Mario de Sá-Carneiro

Mensagem por Filipe Azevedo em Dom 19 Jun 2011 - 14:35

15

_________________
www.vertentes.pt.vu

Filipe Azevedo
Professor

Número de Mensagens : 1229
Idade : 55
Localização : Portugal
Data de inscrição : 09/09/2006
Pontos : 15588

Folha de personagem
Guardião secular: Pérgamo

http://www.vertentes.pt.vu/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum