Vertentes
Seja bem vindo ao fórum Vertentes.

Pode usar o Facebook no seu "login".

O Noviço - Martins Pena

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Felina O Noviço - Martins Pena

Mensagem por Lucas Camilo Santos em Seg 12 Set 2011 - 16:45

Antes de Ler o Livro
1. Identificação do Livro

1.1 O Noviço
1.2 Martins Pena
1.3 Impressor da Casa Imperial (Rio de Janeiro)
1.4 1853

2. Escolha do Livro
2.1 O livro foi escolhido, por ser uma peça teatral e também por indicações. Como ninguém de nossa classe escolar, apresentou um teatro, resolvemos apresentar um, na qual foi escolhido “O Noviço”.
Após a Leitura do Livro
3. Contextualização do autor
3.1 Luiz Carlos Martins Pena (Martins Pena), nascido em 05 de aio de 1815 em Rio de Janeiro e falecido em 07 de Dezembro de 1848, foi dramaturgo, diplomata e introdutor de comédias de costumes no Brasil, com muita ironia e humor.
Na Academia Imperial das Belas Artes estudou arquitetura, estatuária, desenho, musica,línguas, historia, literatura e teatro. Logo após que começou a publicar suas obras de comédia e drama, mas as obras que caracterizavam dramas, eram muito fracas e não teve tanta aceitação pelo publico e vieram as criticas pesadas.
Na opinião da crítica especializada, caso se perdesse os informes a respeito da vida brasileira do século XIX, as peças de Martins Pena serviriam de roteiro seguro para se recuperarem as relações sociais, humanas e familiares daquele século.
Martins pena é o patrono da cadeira 29 da Academia Brasileira de Letras, por escolha de um dos fundadores da academia, o teatrólogo Artur de Azevedo

 3.2 Outras obras além de O Noviço(1853), Um Sertanejo na Corte (escrita entre 1833 e 1837)
 O judas no sábado de aleluia, comédia em 1 ato (escrito em 1844, primeira representação em 07/04/1844 e publicada em 1846) e inúmeras outras obras.
4. Conteúdo do Livro
4.1 Peça teatral dos costumes da época, sem palavrões e obscenidades.

4.2 “O noviço” (Martins Pena)
Resumo:
Ato primeiro
Ambrósio é um homem que casa-se com Florência interessado em uma herança que ela recebeu após a morte de seu marido. Florência tinha dois filhos, Emília e Juca, também tinha um sobrinho, Carlos, que já há seis meses estava em um convento, pois Ambrósio havia convencido Florência que seria o melhor para ele, mas na verdade o seu objetivo era que Carlos não recebesse a parte da herança deixada pelo falecido tio, e além de Carlos, também queria que não recebesse parte da herança os filhos de Florência, e conseguiu convencer Florência de que também seria o melhor para eles também, pois o mundo e cheio de enganações, traições e ilusões, e mesmo contra a vontade de seus filhos, o convento seria a melhor coisa. Foi fácil para Ambrósio conseguir que Juca aceitasse ser frade, lhe ofereceu um belo carrinho, mas no caso de Emília, ela não queria, mas não contrariou a ordem da mãe, mas no fundo não tinha a mínima afeição com a vida de freira.
Carlos foge do convento e vai para a casa de Florência, entra escondido e encontra com sua prima Emília, explica que fugiu porque não tinha nenhuma vocação para a vida em um convento, o que queria mesmo era ser militar, Emília diz que sua mãe também irá ma mandar ela para o convento e pouco tempo depois descobre que também irá para o convento o seu irmão Juca. Carlos já havia percebido os objetivos de Ambrósio, e estava revoltado com ele, pois desde casar-se com sua tia atrapalhou todos seus planos com a sua amada, sua prima Emília, que também o amava. Pouco depois chega à casa de Florência uma mulher chamada Rosa que vinha do Ceará, quem a recebe e Carlos, ela diz que é casada com Ambrósio há 8 anos, trazendo até a certidão, e que há seis anos sua mãe havia falecido, então Ambrósio tomou conta de todos os bens e partiu para o RJ, e há pouco tempo ouviu boatos de que Ambrósio estava casado com outra mulher, então resolveu tirar essa história a limpo,, em seguida Carlos ouve um barulho e leva Rosa para o quarto, era Ambrósio acompanhado de Emília e Florência, Carlos sai do quarto e encontra com eles, Ambrósio fica enfurecido porque Carlos havia fugido do convento, e Carlos ficava debochando, então Carlos levou seu tio até a porta do quarto, ele se apavorou por ver sua outra mulher e então saiu às pressas com Emília e Florência. Carlos volta para o quarto, e Rosa pergunta onde está Ambrósio e de que eram essas vozes de mulheres, Carlos diz que uma delas e de sua outra mulher, então Rosa confirma toda essa história e acaba desmaiando, ele dá parta ela cheirar sal, azeite, vinagre e pimenta, só assim ela desperta, em seguida Carlos percebe que o mestre dos noviços seguido de meirinhos estão vindo para levá-lo de volta para o convento, ele diz para Rosa que é um soldado acompanhado de meirinhos, e estão vindo prendê-la por ordem de Ambrósio, e diz que para salva-la trocará de roupa com ela para que o levem no lugar dela, eles trocam a roupa e em seguida bate na porta o mestre dos noviços, Carlos vestido de mulher atende-os, o mestre pergunta se o noviço Carlos está no local, ele diz que sim, então pede para que Rosa saia do quarto e o mestre e os meirinhos a levam pensando que era Carlos.
Ato segundo
Após levarem Rosa, quem chega de volta é Ambrósio, e Carlos que está de vestido vai para o quarto, Ambrósio entra no quarto e pensando quem estava lá era sua primeira mulher, confessou todo o seu envolvimento com Rosa, então Carlos começou rir, vendo isso Ambrósio pensou que estava tudo perdido, até que Carlos propôs um acordo, não contaria nada para Florência se Ambrósio não mandasse nem ele nem Juca e nem Emília para o convento, permitisse que ele casasse-se com Emília e que desse a parte que lhe cabia da herança, Ambrósio sem opção aceitou, e logo em seguida chega Florência, que pensa que Carlos é uma mulher, mas logo descobre a verdade, Ambrósio cumpriu com todos os pedidos de Carlos, e como o prometido, Carlos entregou a certidão do primeiro casamento a Ambrósio para que a história acabasse naquele momento. Logo em seguida quem chega a casa novamente e o mestre dos noviços acompanhado de meirinhos, os meirinhos levam Carlos de volta para o convento, o mestre fica para explicar tudo que acorreu, ele diz que hoje o noviço Carlos, após uma conversa com Dom Abade, que dirigia o convento, deu-lhe uma cabeçada e o derrubou, então foi mandado para o castigo, e acabou fugindo, então ele ficou encarregado de encontrá-lo, quando chegou na casa, uma moça o atendeu e quando avistaram um noviço trataram de agarrá-lo e levar imediatamente para o convento, mas quando lá chegaram, era uma mulher vestida de frade, e isso acabou gerando uma imensa confusão no convento, Ambrósio e Florência pediram desculpas e disseram que decidiram retirar Carlos do convento, o mestre disse que esse assunto teria que ser tratado com Dom Abade.
Florência, muito desconfiada com esse assunto pede para que Emília vá para o quarto e fica perguntando para Ambrósio que era a mulher, até que ele resolve falar que ela foi amada por ele no passado, mas não era mais, Florência não se convence muito, até que chega ao local Rosa vestida de frade, e revela tudo a Florência e até entrega a certidão de casamento para ela, ela fica completamente perdida como o fato, então Ambrósio resolve fugir, e aparecem meirinhos e correm atrás de Ambrósio.

Ato terceiro
Já havia passado oito dias do acontecimento, e Florência inconformada desabafava com Emilia e também pede para que o criado José levasse uma carta ao Dom Abade, para que Carlos saia do convento e diz que despediria José, pois foi contratado pelo Ambrósio e temia que o mesmo seria um espião, já que Ambrósio ainda estava sumido.
Logo em seguida Carlos chega na casa de Florência, sua tia, e vai logo para o quarto, lá encontra sua tia dormindo e se esconde, logo chega o mestre dos noviços que vem em busca de Carlos que havia fugido novamente, mas em vão pois ninguém tinha idéia de onde ele estaria, somente Emilia sabia mas ficou calada.
Então chega José que traz junto com ele Ambrósio disfarçado de frade, Florência diz que já tinha falado com o mestre dos noviços e que já estava tudo certo, mas queria se confessar, até que Ambrósio se identificou e disse que queria dinheiro, se ela não desse iria matar Florência, então ela grita por socorro, até que Carlos aparece e dá uma bofetada em Ambrósio e se volta a se esconder novamente, então Ambrósio escutas barulhos de pessoas e se esconde no armário. Era o visinho Jorge, que ouviu os gritos e veio ver o que estava acontecendo, acompanhado de 4 homens, depois Jorge e os homens acharam Carlos e pensaram que ele era o ladrão e na fuga, Carlos derrubou um armário e acabou tomando umas bofetadas, mas conseguiu fugir. Logo depois a Rosa 1ª mulher de Ambrosio veio ao encontro de Florência, na qual elas combinaram uma maneira de se vingar de Ambrosio, então ele arrebenta a tabua do armário tombado, mas continuou preso, então, Rosa e Florência batem nele, até que retornam à casa, Jorge mais os 4 homens e os meirinhos que prenderam Carlos, Florência diz que Carlos não era o ladrão e antes que os meirinhos fossem embora Rosa mostrou o mandato de prisão contra Ambrósio e aponta o dentro do armário tombado. E Ambrósio para vingar se, diz que Carlos era fugitivo do convento, mas antes que Carlos fosse preso, chega o mestre dos noviços e diz que Carlos não é mais fugitivo pois Dom Abade havia concordado na saída de Carlos do convento e Ambrósio finalmente é preso.

4.3 O livro tem uma característica muito interessante que é retratar os costumes do Brasil na época em que foi escrito o livro na qual todas as obras do autor tinham essa característica peculiar. A obra também transmitia a traição e ambição de Ambrósio, algo muito forte nos dias atuais.
4.4 O Noviço que teve uma ótima aceitação, pois é uma obra teatral que tem, traições, um toque de drama e também comédia, que é a proposta principal do autor.
Um livro muito interessante para ler e apresentar como peça teatral, pois contem um linguagem não muito complexa, pode ser facilmente interpretada e simples de entender.
Também tem uma história muito boa de ler, na qual não se torna enjoativa, e pelo contrário, agradará qualquer leitor, principalmente com as “travessuras” de Carlos.


Componentes:
Lucas, Henrique e Maxsiel

Lucas Camilo Santos
Frase simples
Frase simples

Número de Mensagens: 23
Idade: 19
Localização: Mogi das Cruzes - Brasil
Data de inscrição: 06/03/2011
Pontos: 1386

Voltar ao Topo Ir em baixo

Felina Re: O Noviço - Martins Pena

Mensagem por Lucas Camilo Santos em Sab 17 Set 2011 - 16:21

Ninguém vai corrigir isto ?

Lucas Camilo Santos
Frase simples
Frase simples

Número de Mensagens: 23
Idade: 19
Localização: Mogi das Cruzes - Brasil
Data de inscrição: 06/03/2011
Pontos: 1386

Voltar ao Topo Ir em baixo

Felina Re: O Noviço - Martins Pena

Mensagem por alexandre(hiro) em Dom 18 Set 2011 - 23:43

Parabéns pela apresentação.
Nota 18 (9.0)

alexandre(hiro)
"Best Seller"


Número de Mensagens: 496
Idade: 23
Localização: Brasil
Data de inscrição: 22/02/2008
Pontos: 4393

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum