Vertentes
Seja bem vindo ao fórum Vertentes.

Pode usar o Facebook no seu "login".

Resumo de Ana

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Boa Resumo de Ana

Mensagem por Vanessynha em Seg 12 Set 2011 - 17:06

Rolling Eyes
1. Identificação do livro

1.1 Título:
Resumo
de Ana


1.2
Autor:
Modesto Carone

1.3
Editora:
Schwarcz

1.3
Data da Edição:
Outubro de 2001

2.
Escolha
do livro:


2.1
Motivos
que levaram à escolha do livro

O que me chamou
atençao foi o titulo “Resumo de Ana”, achei que poderia arriscar depois que li
o resumo.



Após a leitura do livro


3. Contextualização
do autor



3.1 Alguns
dados biográficos



Modesto Carone nasceu em Sorocaba, São Paulo,
em 1937.Estudou direito e letras na USP. Foi jornalista e professor de
literatura nas Universidades de Viena (Áustria) e Unicamp (Universidade
Estadual de Campinas), onde trabalhou por 15 anos no Departamento de Teoria
Literária.Começou, em 1984, a traduzir toda a obra de ficção de Franz Kafka
para a editora Brasiliense, mas o projeto ficou incompleto.


3.2 Outras
obras do autor
:


As Marcas do Real (1979)


Aos Pés de Matilda (1980)


Dias Melhores (1984)


Resumo de Anabel (2003)


Lição de Kafka (2009)


4. Conteúdo:

Resumo
de Ana

Ana quando tinha cinco anos de idade ficou órfã de
pai e mãe, seus pais morreram na mesma época foi de uma epidemia no campo. Ela
tinha mais dois irmãos João e Gabriel, apos a morte de seus pais eles
resolveram entregar ela a uma família, porque seria melhor para ela. Ana
começou a morar com Ernestina, ajudava muito ela fazia de tudo arrumava a casa,
levantava de madrugada para acender o fogão a lenha, preparava a mesa do café,
lava e passava roupa com ferro a carvão, para lavar louça tinha que pegar um
banquinho para alcançar a pia. Quando ficou u pouquinho mais velha Ernestina
trouxe uma sobrinha doente para Ana cuidar, ela fica o dia todo deitada. Ana
tinha que torrar o café moê-lo no pilão para vender, lavar e passar roupas para
os familiares de Ernestina pra poder ajudar das despesas de casa. Seu direito
era comida, roupa feita e um teto para morar, sem folgas aos domingos. Ana era
muito observadora pensa como seria daqui alguns anos, ela ia a igreja onde fez
amizade com o padre ele deu uma bíblia linda com letras douras lia sempre que
tinha tempo. Ana já estava com dezessete anos recebeu uma proposta de sua
vizinha para ir trabalhar em São Paulo na casa de uns familiares. Ele arrumou
suas coisas pegou o endereço rumo à tentativa de uma vida melhor. Assim que chegou acho tudo muito estranho era
difícil acostumar cidade grande tudo diferente do campo. Ela começou a
trabalhar na casa de um professor, que só o via nas férias porque ele dava aula
longe e não tinha como ele voltar par casa sempre. Sua esposa era dedicada ao
lar cuidava dos seus dois filhos, era bem econômica não gostava de gastar com
nada, seu filho mais velho ajudava em casa trabalhando no correio, ele era
muito magro, ela desconfiava que ele fosse doente mais não falava nada.com o
tempo foi pegando mais amizade com a mãe descobriu que ele tinha tuberculose,
às vezes ela fica com pena do garoto e acordava mais cedo para fazer café
reforçado com ovos mexidos, carne se pão, ele era muito calado nem agradecia. Mais
Ana não ficou muito tempo ali, foi trabalhar em outra casa estava com dezenove
anos. A casa era de Ellis, ela cuida das tarefas de casa leva as duas filhas do
casal para o colégio, era muito dedicada a família, ao domingo acompanhava
Judith e seu marido ao teatro, sai varias vazes com a família tratavam ela muito
bem, Ana aprendeu a se comportar em
publico, falar baixo, a não fazer perguntas em algumas ocasiões. Com o passar
do tempo Judith começo a confiar cada vez mais em Ana, falava das historias de
Ellis que ele tinha uma amante e sustentava-a, que estava passando por algumas
dificuldades econômicas. O tempo que Ana
estava em São Paulo recebia umas cartas de um rapaz que era apaixonado por ela,
mas ela nem liga, pois não gostava dele falava que ele era gordo, seu nome era
Balila Baldochi conseguiu o endereço dela com Ernestina. O tempo foi passando e
casa vez mais ela ia se apegando a família, ate que Ellis foi preso por fraude,
tudo piorando os empregado firam mandados em borá, e não teve outro jeito Ana
ligou para Ernestina disse que ia voltar para se casar, pois tinha uma pessoa
ai em Sorocaba que gostava muito dela. Despediu-se da família com aperto no
coração. Foi par a estação de trem, ao chegar viu as ruas em poeiradas. Fazia
oito anos já estava co vinte e quatro anos. Chegou na casa de Ernestina conversou
com toda família, conto como foi na cidade grande. No dia seguinte foi falar
com Balila, Ana não gostava dele era uma forma de tentar mudar sua vida e que o
amor dele era suficiente para ela tentar ser feliz. Ele estava sua espera
marcaram o noivado para começar ver os preparativos para o casamento. Balila
construiu um sobrado em cima da padaria, pois ele era bem sucedido. Ana se casou em 1912, ela estava bem agora
tinha uma casa um marido, era super dedicada ao lar não tinha empregada fazia
as tarefas de casa sai para ir ao teatro gostava muito, o marido as vezes ia
com ela mais não gostava muito. Passaram cinco anos casados durante esse tempo
tentou engravidar quatro vezes todos eles morreram, um nasceu morto, outro não vingo, um morreu
enforcado com o cordão bilical, a sua filha nasceu e viveu aos três anos. ( não
conta o motivo).Ana entrou em depressão com tantas tragédias em sua vida ficava
o dia todo na cama seu marido não sabia mais o que fazer, eles tentaram ter
mais um filho Lazinha a esperança da
família trouxe alegria e paz, começaram a ver um outro lado da vida. Lazinha
era doce meiga ajudava a mãe, era companheira em tudo, ia ao teatro já estava
com cinco para seis anos, Balila estava bem financeiramente resolveram ter mais
um filho. Seu nome era Ciro nasceu saudável a alegria de Balila agora tinha um
filho homem a quem iria ensinar tudo, foram viajar a família toda reunida
estava eles em um sitio só que Ciro ficou doente muitas moscas farejeiras picou
ele tiveram que voltar as presas para levar ao médio, Ciro ficou muito dias
doentes. A família seguia normalmente Balila estava bem visto pelo bairro era
convidado para festas importantes para se mostrar levava vinho do melhor, os
casamentos que eram convidados queria pagar o carro para levar a noiva os
melhores presentes ele oferecia aos noivos, ele acabou fazendo amizade com João
que cuidava dos carros alugados, Ana gosto muito da aparência de João quando
ele ia almoçar na casa do casal Ana fica olhando descaradamente, ele não estava
nem ai quando ela fica se insinuando.Ate que um dia João conversando com Balila
em sua agencia comento que Ana fica se insinuando para ele, Balila agradeceu
por ter avisado e continuaram conversando sobre os carros. Balila
chegou ao armazém ficou bom tempo sozinho refletindo obre tudo que João tinha
falado resolveu subir para casa abriu a porta sua esposa estava sentada no sofá,
olhou bem para ela e deu uma bofetada seu nariz começou a sangrar ela saiu
correndo para o quarto fecho a porta, Balila era gordo conseguiu arrombar tirou
cinto e bateu tanto nela ate cansar os braços, seus dois filhos viram toda
cena.Passaram algum tempo Ana tentava levar a vida se dedicando aos filhos, ela
teve mais uma menina chamava Zilda, com a sua chegada amenizou todos os
conflitos que o casal tinha passado. Mas Balila não estava muito bem nos negócios.
Ana tentava sair as vezes, mas ela estava entrando em depressão começou a beber
fazia Lazinha ir buscar bebida no bar, era difícil não ver ela cambaleando pela
casa. Balila com os negócios falido teve que fechar o armazém, sentia muita
vergonha do estado da mulher e de ter perdido tudo, tinha que trabalhar para
manter a família. O único trabalho que arrumou foi para ajudar uns colegas com
umas viagens para levar algumas peças. Sua esposa com o alcoolismo bem avançado
não conseguia nem cuidar dos filhos, uma senhora a vizinha que gostava muito
deles quem fazia a comida cuidava das crianças, Ana muito doente tinha febre
todos os dias não comia fica na cama, descobriu que estava com tuberculose a
doença no estado avançado e como ela se encontrava morreu aos 43 anos.
Zilda
e Lazinha ficaram na casa do pai de Balila, Ciro parou de estudar com 8 anos
para ir trabalhar com o pai.



parte Ciro

Começou a seguir os passos do pai, fazia varias
viagens não conseguia dormi direito andava mal vestido chegou a ficar com fome,
seu pai durante a caminha ensina a ler as bulas de remédio era a única coisa
que tinha para poder ensinar o filho, Ciro quando estava na estrada e não tinha
muitas coisas para fazer fica lendo as bulas dos remédios era seu momento de
lazer, ficou trabalhando com o pai durante 7 anos. Com 15 anos foi trabalhar em
uma farmácia como balconista era muito esforçado atendia aos clientes
educadamente aprendeu muitas coisas com os amigos que conquisto. Nos dias de folgas sai com os amigos para se
divertir ia à praça, fez amizade com uma menina loira e linda no qual mais para
frente comeram a se conhecer melhor que, namorar a menina não tinha muito tempo
para ficar com Ciro era misteriosa. Com
o tempo descobriu que a loira linda era garota de programa, desiludido ainda
tentou conversar com ela mais sabia que não ia dar certo. Lazinha se casou foi
uma cerimônia simples seu marido não gostava muito de Ciro, então ele ia quase
não ia visitar a Irmã. Ciro saiu da farmácia para ir trabalhar na estrada de
ferro Sorocabana, ele trabalhava muito fazia horas extra, vestia-se melhor
quase não tinha tempo para sair com os amigos fica ate na estrada de ferro sai muito cansado. Fico um tempinho quando teve alguns cortes
ele com medo de perder o emprego, foi procura outro seu amigo indicou para
trabalhar em um bar ele ia ganhar menos mais tava bom. Não gostava muito do novo emprego fazia de
tudo entrava cedinho e saia as vezes só quando fechava o nome bem grande escrito na camisa lavando
xícaras odiava, ganhava as vezes caixinhas que ajudava muito era um funcionário
trabalhador. Um dia Ciro ficou apoiado no balcão vendo uns clientes jogar
sinuca, seu patrão observava tudo de longe deixo de atender um cliente par
ficar olhando, foi demitido no mesmo dia. Não ficou muito tempo parado foi
trabalhar em uma gráfica com uns dos amigos que tinha trabalhado na farmácia,
no começo pensou em desistir mais precisava do dinheiro não ganhava tanto como
antes mais dava par se manter, seu pai veio a falecer logo em seguida de
derrame. Tentando levar a vida morando sozinho sair às vezes, acabou
encontrando na praça uma mulher linda de cabelos pretos, magra foi pegando
amizade ate que virou namoro faziam planos par o futuro. Noivaram começaram a
comprar o enxoval, tudo delicado do jeito que Tereza gostava. Casaram no
cartório sem festa não tinha muita
condição casa deles era de aluguel Ciro
continuava trabalhando na gráfica mais com outros pensamentos de crescer . Ele
ia almoçar com Terezinha todos os dias, ela ajudava nas despesas fazendo
docinhos para vender em padarias e encomendas. Certo dia com muitas dores e sentindo mal quase todos os
dias foi ao medico com a certeza de que estava grávida, o medico pediu para
fazer uns exames. Depois de alguns dias o resultado saiu, ele descobriu que era
tuberculose lembrava-se da imagem da mãe sofrendo na cama pela mesma doença. Chegou
em casa com os exames na Mão, Terezinha
olho e começou a chorar então entendeu que ela já sabia e que antes de se casar
já estava doente. Dormiu ali na sala
mesmo acordo bem cedinho par trabalhar depois foi procurar uma clinica para
interná-la o tratamento ia ser melhor não tinha condições de bancar. Tinha que
levar para Campo dos Jordão, ao chegar deixou com o coração apertado. Todo
final de que não tinha muitos trabalhos ia visitar a esposa, só que com o tempo
ia de vez em quando às vezes só mandava dinheiro. O casamento acabando ele
conheceu uma mulher atraente no qual teve um caso seu nome era Norma linda,
barraqueira, adorava fazer compras sem permissão de Ciro andava de taxi. Durante
esse tempo Terezinha escrevia cartas Ciro respondia alguns que estava tudo bem
aguardando a volta dela. Passou a dedicar-se ao trabalho aperfeiçoar aos livros
corrigir suas linguagens para quem sabe um dia escrever um livro que fazia
parte do seu dia-a-dia agora. Recebeu uma ligação de Campo dos Jordão que
Terezinha podia voltar. Agora ela iria organizar o lar cuidar do marido, foi
para São Paulo comprar uma impressora para trabalhar em casa, fizeram contatos
à busca por clientes, fazia impressões para candidatos e alguns lugares da
cidade. Terezinha fez um acordo com a irmã de uma herança, com esse dinheiro
compraram um carro que facilitou muito a vida do casal. Certo dia o casal ia
sair para resolver alguns assuntos e jantar, quando Ciro viu na praça Norma
toda desarrumada olhando par ele, pediu para esposa subir que ele voltava logo,
foi ate o encontro de Norma levou ela pelo braço de tempo de Terezinha ver tudo
não entendia a atitude do marido. Quando chegou em casa tentou explicar algo
que não tinha explicação, Terezinha muito magoada passou a viver no mesmo teto
separados, Ciro saia sozinho para beber e ficar conversando com o garçom
Terezinha não agüenta mais viver desse jeito entrou com uma ação de desquite,
juiz decidiu que Terezinha ficasse com o carro mais a pensão alimentícia Ciro
podia ficar na casa mas se atrasasse o aluguel perdia a casa. Terezinha seguiu
sua vida continuou fazendo docinhos, Norma foi internada no manicômio
judiciário por ter assassinado seu pai a
facadas. Ciro não ficou muito tempo solteiro conheceu Anita, logo foram morar
juntos em outra casa de aluguel Anita era uma mulher trabalhadora dedicava a
Ciro cuidava muito bem de Ciro. O casal mudaram de casa muitas vezes pois não
tinha condições de pagar o aluguel durante esse tempo tiveram alguns filhos, os
dois trabalhava para um ajudar o outro, Ciro na parte da manhã vendendo
água ardente no qual lembra muito da sua
mãe foi isso que fez com que ela morresse, mas era o único emprego que tinha
conseguido pois não era novinho tinha energia para trabalhar como antes, Anita
trabalhava a trade em uma confecção Ciro ficava cuidado das crianças. Ciro já
não tinha muito contato com as irmãs, sabia que estavam bem. Ciro e Anita
tiveram seis meninas, naquele tempo o casal não se prevenia. Eles conseguiram
comprar um terreno e construíram um
casinha para a família, sua filha mais velha ia casar com um homem de cor
negra, Ciro não era a favor, mas criticava a escolha da filha, construíram uma
casa no terreno que sobro do lado casa
da mãe. Na cerimônia Ciro chorou como nunca tinha chorado antes, estava feliz.
”não conseguia dizer o que era” Ciro já estava envelhecido os fios de cabelos
brancos, no verão Ciro pioro afetou sua saúde as pernas incharam, fica com
falta de ar a noite ele sabia que a
morte andava por perto que deixa consolado e as mesmo tempo impaciente. Em uma
manha linda o céu azul, Ciro fez a barba que estava comprida tomo um banho,
saiu para trabalhar bem cedinho falo com os vizinhos seguiu seu caminho olho
tudo a sua volta como se fosse a ultima vez, falo cm os amigos, na volta par
casa passou na padaria compro leite e pão. Chegou em casa tomou um com de leite
e foi no quintal para descansar um pouco, Anita chegou pouco tempo depois
percebeu que Ciro estava tendo um enfarto só deu tempo de desabotoar a camisa
empanada de suor procurou reanimá-lo, a ultima coisa que ele escutou foi gosto
muito de você e aminha missão era cuidar de você, ele morreu em seus braços.



4.1 Gênero
literário

Romance


4.2 Síntese:
Acompanha a rápida trajetória de Ana, uma mulher
sensível que se encerra nas funções domésticas e se vê completamente derrotada,
tenta ver em seus filhos algo que nunca teve, luta em busca da felicidade.


4.3 Citações
favoritas

Não desistiu de lutar mesmo quando tudo estava
acabado, procuro em seus filhos um amor, carinho e um porto seguro tudo que
nuca conseguiu conquistar.



4.4 Opinião
sobre o livro

O livro mostra a trajetória de uma mulher sonhadora,
luta em busca dos seus desejos, mas se vê vencida pelo cansaço. Sua caminhada e
longa cheias de obstáculos, casou-se por
interesse, em seus filhos tenta encontrar seu refugio. Ana vivia em uma corda
bamba, cada passo que dava ela cai, como mostra na capa do livro uma equilibrista
fazendo a travessia numa corda bamba, assim como Ana vivia... Ela entra em um
abismo cada vez mais profundo. O livro mostra algumas características do
romantismo, Ana voltava ao passado p/ lembrar dos momentos bons de quando sua mãe
era viva, ela idealizava o futuro em busca dos seus sonhos, e a historia retrata
o campo.



- atualmente podemos ver que as pessoas idealizam
seu futuro, lembranças do passado. A rotina de muitos jovens que tem que
trabalhar cedo para ajudar em casa, perde a sua infância, assim como foi com Ana.






bounce Vanessa Carvalho n°24 3° Bem Smile

Vanessynha
Frase simples
Frase simples

Número de Mensagens : 20
Idade : 23
Localização : Mogi das Cruzes
Data de inscrição : 20/02/2011
Pontos : 2192

Voltar ao Topo Ir em baixo

Boa Re: Resumo de Ana

Mensagem por leticia fernandes campos em Ter 13 Set 2011 - 9:59

UUULLL... sem dúvidas sairia um otimo trabalho, pois a presentação em sala foi otima e aqui a postagem foi otima apresenta de forma clara...o resumo detalhou bem... Embora não tenha muito sobre o autor soube explorar nas característica do livro... kkkkkkkkkkkkkkkk:D dando uma de professora né...

resumindo cheers 10000000000... seu trabalho

leticia fernandes campos
Ditongo
Ditongo

Número de Mensagens : 13
Idade : 22
Localização : mogi das cruzes
Data de inscrição : 06/04/2011
Pontos : 2163

Voltar ao Topo Ir em baixo

Boa Re: Resumo de Ana

Mensagem por Kendy em Ter 13 Set 2011 - 16:52

Muito bom o trabalho, o livro também é muito interessante (:
Parabéens !

Kendy
Letra
Letra

Número de Mensagens : 7
Idade : 22
Localização : Brasil
Data de inscrição : 23/02/2011
Pontos : 2191

Voltar ao Topo Ir em baixo

Boa Re: Resumo de Ana

Mensagem por Daniely Ayumi em Ter 13 Set 2011 - 18:19

Um dez bem merecido. Né!
Sua apresentação foi otima.

Parabens. Vuh!

Daniely Ayumi
Letra
Letra

Número de Mensagens : 9
Idade : 22
Localização : Mogi das Cruzes / Brasil
Data de inscrição : 18/05/2011
Pontos : 2099

Voltar ao Topo Ir em baixo

Boa Re: Resumo de Ana

Mensagem por Renato Trajano em Qua 14 Set 2011 - 18:10

Realmente um historia triste.
10 bem merecido mesmo (como sempre)

Renato Trajano
Frase complexa
Frase complexa

Número de Mensagens : 48
Idade : 23
Localização : Mogi das Cruzes-São Paulo
Data de inscrição : 11/02/2011
Pontos : 2295

Folha de personagem
Guardião secular:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Boa Re: Resumo de Ana

Mensagem por Diego Geraldo de Souza em Sex 16 Set 2011 - 18:27

Com certeza foi iper bacana.....^^ Positivo

Diego Geraldo de Souza
Texto
Texto

Número de Mensagens : 87
Idade : 22
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 23/02/2011
Pontos : 2268

Voltar ao Topo Ir em baixo

Boa Re: Resumo de Ana

Mensagem por alexandre(hiro) em Dom 18 Set 2011 - 18:10

Parabéns pela apresentação.
Nota 17 (8.5)

alexandre(hiro)
"Best Seller"


Número de Mensagens : 496
Idade : 25
Localização : Brasil
Data de inscrição : 22/02/2008
Pontos : 5207

Voltar ao Topo Ir em baixo

Boa Re: Resumo de Ana

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 0:50


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum