Vertentes
Seja bem vindo ao fórum Vertentes.

Pode usar o Facebook no seu "login".

Olhais os lirios do campo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Boa Olhais os lirios do campo

Mensagem por christian akinori kanno em Dom 6 Nov 2011 - 9:32

alunos do 3°B.em

Antes de ler o livro

1. Identificação do Livro

1.1. Título: Olhais os lírios do campo
1.2. Autor(a): Erico Verissimo
1.3. Editora: Globo
1.4. Data da Edição: 2001

2. Escolha do livro

2.1. Motivos que levaram à escolha do livro: obra muito indicada e bem mencionada por aqueles que já o leram, alem de tratar-se do ilustríssimo Erico Veríssimo. Trazendo temas como amor, bullying, a busca pela felicidade, valores humanistas, criticando a busca desenfreada por dinheiro. Diante dos tempos atuais, uma obra com tais temas chamou a nossa curiosidade, pois mesmo sendo escrita no inicio do século XX, traz temas comuns e muito debatidos atualmente. O titulo já nos da a impressão de uma paisagem natural como objeto de reflexão. Outra motivação foi a descoberta de Olhais lírios do campo, ter sido a obra que consagrou Erico Veríssimo como um dos maiores escritores Brasileiros.
Após a leitura do livro

3. Contextualização do Autor

3.1. Alguns dados biográficos: ERICO VERÍSSIMO nasceu em 17 de Dezembro de 1905, em Cruz Alta, Estado do Rio Grande do Sul (Brasil), oriundo de uma das famílias mais antigas da região e de ascendência portuguesa.
Fez os seus primeiros estudos no Grupo Escolar Venâncio Aires e o pai desejava que Erico Veríssimo fizesse depois estudos superiores na Universidade de Edimburgo. Mas a situação econômica da família sofreu graves dificuldades e o autor de O Senhor Embaixador apenas pôde concluir o curso liceal no Ginásio Cruzeiro do Sul, em Porto Alegre.
Aos dezoito anos, vê-se obrigado a trabalhar num armazém de secos e molhados para ajudar a subsistência da família, sendo essa amarga experiência o ruir dos seus belos sonhos da adolescência e ao mesmo tempo o despertar consciente para os caminhos verdadeiros da vida, que saberia retratar mais tarde, como poucos escritores brasileiros do nosso tempo, nas suas melhores obras literárias.

3.2. Outras Obras do(a) Autor(a):Música ao Longe (1932), Um Lugar ao Sol (1936), Saga (1940), Gato Preto em Campo de Neve (1941), O Resto é Silêncio (1942).

4. Conteúdo do Livro

4.1. Género Literário: Modernismo de Segunda Fase
4.2. Assunto (breve síntese):
No inicio do século XX, na rica e urbanizada cidade de Porto Alegre, encontra-se no hospital a bela Olivia em estado terminal de sua vida, e o médico sem muitas esperanças solicita a sua enfermeira que fizesse uma ligação para Eugenio Fontes, esposo da rica e fútil Eunice Cintra.
Em uma grandiosa chácara afastada da civilização urbana, toca-se o telefone, o qual é atendido por Eugenio, ao ouvir a informação que Olivia estava preste a morrer e seu último desejo era vê-lo pela ultima vez, o homem fica pasmo e com uma agonia em seu coração, porem tenta disfarçar diante de sua atual esposa Eunice, e sai as pressas de sua casa rumo a cidade com o pretexto de ver seu irmão Ernesto. Durante o caminho, dentro de seu carro, guiado pelo seu motorista particular, Eugenio fecha seus olhos e começa a lembrar de sua infância humilde e triste. No pátio do colégio, um grupo de alunos amontoados faziam uma algazarra, no meio dela encontrava-se o pequeno Genoca sendo humilhado por seus colegas que gritavam em coral “calça furada, calça furada”, o menino encolhido de vergonha e medo, tentava esconder sua calça furada. Em sua casa o garoto olhava sua mãe preparando a janta sem muito requinte e seu pai Angelo, um simples alfaiate remendando suas roupas, o qual sentia muita pena. Vendo essa situação de pobreza, traumatizado com a cena da escola, e questionando-se porque os seus colegas eram tão afortunados, o garoto jura a si mesmo que um dia, deixará de ser o pobre Genoca para se tornar Dr. Eugenio.
Anos se passaram, e Eugenio se dedicava cada vez mais aos estudos com esperança de um dia sair da pobreza e fazer contraponto com seu irmão, que cada dia mais se jogava ao alcoolismo e abandonara os estudos. Finalmente consegue ingressar na faculdade de medicina onde conhece Olivia, moça serena o qual cria uma bela amizade e futuramente se apaixonaria. Ambos se formaram na faculdade com dificuldades financeiras, ao contrario dos outros colegas, após a formatura, cada um seguiu um rumo diferente para suas vidas.
Porem em plena revolução de 30, devido ao cenário conflituoso, a grande demanda de feridos e poucos médicos disponíveis, forçou o reencontro de Olivia com Eugenio, desta vez como colegas de trabalho no mesmo hospital. Após uma cirurgia mal sucedida, Eugenio não aguenta a pressão e entra em depressão, Olivia tenta consolá-lo e leva-o para sua casa, onde acabam tendo sua primeira noite de amor.
Olívia realiza uma viagem para a Itália e Eugenio, durante um atendimento médico residencial conhece Eunice Cintra, mulher arrogante e fria, que repugnava a idéia de ter filhos, porem era filha de um rico industrial. Eugenio finalmente acredita ter encontrado a sua chance de ascensão social, a oportunidade de deixar a pobreza e a também sua carreira de medico, o qual odiava, pois sua opção de profissão foi baseada meramente em status, e não por seu gosto. Casa-se com a moça rica e passa a freqüentar a alta sociedade, fazia tudo que os outros homens ricos faziam, ia comumente a festas e teatros, deixava de ser medico e começava a trabalhar de fachada na fabrica do sogro assinando documentos. Mas, mesmo agora com uma vida luxuosa, ele ainda se sentia infeliz e com complexo de inferioridade, não se via como membro da elite social, não amava Eunice, era apenas um casamento de aparências, tinha uma amante, porem não amava essa também, a única coisa que o alegrava de vez em quando, era as cartas que trocava com Olívia. O pobre homem já beirava seus trinta anos e já não possuía expectativas de uma vida feliz, possuía tanta repugnância pela pobreza que ignorava seu próprio pai para esconder sua origem pobre e proteger seus status, percebia que sua riqueza lhe custava a felicidade.
Certo dia, Eugenio viu-se livre de Eunice, distante fisicamente por alguns dias, aproveita a ocasião de solidão e resolve fazer uma visita a Olívia, após seu retorno de viagem. Para sua surpresa, a moça morava com uma família de alemães que a acolhera junto de sua filha, Ana Maria, fruto do amor de Eugenio com Olívia. O homem sem conhecimento que tivera uma filha fica pasmo, porem muito feliz, já que Eunice odiava crianças, nunca teve essa oportunidade. Desde esse dia, Eugenio toda vez que podia, ia visitá-la para passar um tempo com sua filha, todavia ainda tinha precauções para não chamar a atenção excessiva dos Cintras.
Chegando ao hospital, Eugenio abre seus olhos e deixa um momento a esquecer suas lembranças do passado que tivera nessa viagem de carro, ao entrar no hospital ele teve a infeliz noticia da morte de sua amada Olívia. O homem frustrado, por ter perdido a chance de um dia ter sido feliz ao lado da sua amada, começa a refletir sobre sua vida. Percebia que era infeliz no seu casamento atual, não teve o amor que desejava, tinha tanta vergonha de sua origem humilde que mal pode ver seu pai antes da morte, abandonou seu irmão na pobreza, toda sua fortuna de nada mais valia, pois jamais poderia recuperar o passado perdido. Em uma crise de fúria e revolta, o homem pede divorcio de Eunice, abandona sua fortuna, e já não se preocupava em negar sua origem humilde e nem sua filha com outra mulher, pelo contrario, correu para abraçar sua filha e cuida-la pessoalmente a partir daquele momento, via em Ana Maria a sua própria redenção com a vida, a garota lembrava-lhe o pai Ângelo sobre a benção de Olívia.
Apesar de algumas dificuldades financeiras, Eugenio se sentia feliz ao lado de Ana Maria, melhor que nunca, cada vez mais acreditava ter feito o certo, agora era verdadeiramente um homem feliz, voltou a ser medico, praticava a medicina em favor dos desafortunados, começava a amar a profissão, pois tinha mais confiança em si mesmo, tinha o amor da filha e a alegria que em muitos anos não sentia mesmo tendo o dinheiro que outros desejavam. Lia o jornal todas as manhãs, e via nas manchetes os nomes dos ricos empresários que um dia conheceu, sabia que suas ambições nunca lhes proporcionaram uma vida feliz, mau tinham uma família unida e verdadeira, a maioria marcada por traições. Consigo mesmo Eugenio refletia as palavras de Olívia em suas cartas, o qual diziam, que na busca por sucesso, os homens ficam cegos e deixam de admirar a beleza dos lírios do campo e as aves do Céu, cuja Deus lhe forneciam.

4.3. Citações favoritas (se necessário, explicadas no contexto): “É indispensável trabalhar, pois um mundo de criaturas passivas seria também triste e sem beleza. Mas precisamos dar um sentido humano às nossas construções. E quando o amor ao dinheiro, ao sucesso, nos estiver deixando cegos, saibamos fazer pausas para olhar os lírios do campo e as aves do Céu.”- esse trecho preaticamnete nos justificou a origem do titulo da obra e deu a essencia da historia, alem de um momento de reflexão.

4.4. Opinião sobre o livro : o atual mundo globalizado, criou-se um capitalismo selvagem no qual as pessoas se tornaram egoístas, individuais, e já se esqueceram dos valores cristãos que ergueram a sociedade ocidental, perdeu-se muito dos valores humanistas. Tais valores que a obra Olhais lírios do campo tenta mostrar e recuperar, mostrando que a felicidade nem sempre vira com o sucesso e a fortuna.
Apesar de a obra literária fazer referencia e utiliza-se de um período antecessor a atualidade, ela nos traz uma reflexão para nossa atual sociedade. Reforça-se o humanitarismo o qual muitos se esquecem, cegos pela busca por dinheiro, uma ambição tão comum a todos, uma necessidade criada pela própria globalização. Toda essa contextualização e reflexão de nossos valores, fez que adoracemos o livro, muitos momentos nos colocamos no lugar do personagem.
sua leitura é simples, porem deve-se ter cuidado para nao perder a linearidade da historia, pois a obra se basea em muitos flashback.




christian akinori kanno
Letra
Letra

Número de Mensagens : 8
Idade : 22
Localização : Brasil
Data de inscrição : 14/04/2011
Pontos : 2094

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum