Vertentes
Seja bem vindo ao fórum Vertentes.

Pode usar o Facebook no seu "login".

A Mecânica Do Coração - Mathias Malzieu

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A Mecânica Do Coração - Mathias Malzieu

Mensagem por Ana Morais em Ter 6 Mar 2012 - 17:43

1. Identificação do livro
O livro escolhido intitula-se “A Mecânica Do Coração” – tendo sido publicado originalmente sob o título “La Mécanique Du Coeur”. Sendo o autor francês (Mathias Malzieu), este mesmo livro fora publicado na França, na cidade de Flammarion, pela primeira vez em 2007. “A Mecânica Do Coração” chegou às bancas, pela primeira vez em Portugal, em Outubro de 2007, contudo a edição que possuo data a Junho de 2010 (3ª edição, pela Editora Contra-Ponto).

2. Escolha do livro
A escolha deste livro prende-se principalmente pela história e por relatos de quem a leu primeiro que eu. Não gosto de romances nem de livros com muitas histórias sem ação e/ou mistério, contudo a particularidade da história chamou-me à atenção. “Como é que a mecânica do relógio substitui a mecânica do coração?”, pensei eu ao inferir da capa e do título. A curiosidade intensificou-se e esperei pela mesada seguinte.

3. Contextualização do autor
Mathias Malzieu, de sua nacionalidade francesa, é vocalista de uma das mais conhecidas bandas de rock francesas, Dyonysos. É autor dos contos 38 Mini Westerns e do romance Maintenant Qu’ll Fait Tout Le Temps Nuit Sur Toi, que, por sua vez, conheceram um tremendo sucesso junto do público e da crítica. A Mecânica Do Coração é também o nome do mais recente álbum da sua banda, que foi disco de ouro em 2008.

4. Conteúdo do livro
Relativamente ao género literário em que este livro se insere é na narrativa, no romance e na fantasia. Lembrando-me também de umas críticas publicadas em alguns jornais Ingleses, há até quem defenda uma prosa escrita à mistura dos estilos gótico-punk, um conto de fadas para adultos ao estilo de Tim Burton e Lewis Carrol.
É um livro que retrata a História de um rapazinho chamado Jack que nasceu em Edimburgo no dia mais frio do Mundo. O pequeno Jack é fruto de uma relação entre uma prostituta e um homem que pode ter sido qualquer um. Em 1874, no dia mais frio do Mundo, a prostituta dirige-se a uma parteira clandestina, de seu nome Madeleine. Não é que Madeleine fosse clandestina de todo, era apenas uma médica conceituada que, acusada de bruxaria, acabou por se retirar dos seus cargos, passando a atender a gentes que queriam abortar ou as mães prestes a sê-lo como a do pequeno Jack.
O limitado Jack nasceu morto, nasceu roxo e com o coração irremediavelmente congelado. Sem filhos e com uma despreocupação clara por ackJ por parte da própria mãe, Madeleine quis salvar o menino e ficar com ele. Idade para ter filhos já não tinha, parceiro com quem os ter, muito menos. Madeleine mantem o menino quente e abre-o no local do coração. Sim, aquele gelo no peito era mesmo o coração congelado. Madeleine, aproveitando um relógio que já não fazia falta, tenta aliar o mecanismo desse mesmo relógio às engrenagens do seu coração. A magia acontece, o calor, o conforto, a ajuda do relógio fez o coração do Jack bater e nunca mais parar. Ouve-se as enigmáticas palavras de Madeleine; “o amor é perigoso para o teu coraçãozinho”.
Os anos foram passando e Madeleine foi criando o Jack como sendo seu filho, contudo não o deixava sair à rua. Primeiro porque o relógio era velho, antes de habitar o corpo de Jack já tinha alguns anos e demasiada emoção fazia o coração de Jack acelerar, consequentemente, aceleraria o mecanismo do relógio. Jack não tinha problemas de coração, tinha problemas de relógio e em vez de visitar um médico regularmente, visitava um relojoeiro…
Numa dessas saídas até ao relojoeiro (as únicas saídas que Jack tinha), o menino escuta uma música bastante cativante. Este foge da mão de Madeleine e vê que uma menina desajeitada, com falta de vista e bastante bonita a toca.
Jack apaixona-se.
O pequeno rapaz sonha com a pequena cantora e decide que quer ir para a escola. Madeleine avisou-o de que isso seria perigoso e advertiu-o, contudo este não lhe deu ouvidos. Quando o menino finalmente conseguiu ir para a escola, não tendo tido experiencias com outros rapazinhos da sua idade, foi um pouco evasivo. Estava demasiado à vontade, perguntando logo pelo seu amor que por sua vez, era namorada do bully da escola. Este, estando com o coração partido, informa que a mesma foi para Andaluzia e que o deixou mas que certamente iria voltar para si. Indefeso e triste por ter perdido uma menina cuja música o fascinou tornou-se um alvo fácil para os bullys.
Durante alguns anos, Jack sofreu a crueldade do que não é ser um ser ativo e social no meio quando se anda na escola, por isso, demasiado farto do que se passava cegou o ex namorado da pequena cantora.
Já na adolescência e a braços de um crime que tinha cometido em legitima defesa, Madeleine, um bêbado e duas prostitutas amigas da parteira que frequentavam a sua casa obrigam-no a fugir. Jack finalmente ruma a Andaluzia procurando o seu amor.
Encontra-a num circo, através de um pintor que se torna seu amigo.
A agora adolescente Acácia conhece o nosso Jack pela primeira vez. Após muitas conversas e muitas seduções, Jack arranjar um lugar no circo onde Acácia está instalada e finalmente se envolvem sexualmente. Muitas e muitas vezes, o relógio baralha-se e Jack sente dor, muitas e muitas vezes tem de ir ao relojoeiro concertar-se e agora, finalmente percebe as palavras de Madeleine.
Poucos anos se passam, a caligrafia de Madeleine altera-se muitas vezes ao longo dos anos e o bully descobre o seu paradeiro. A tragédia na vida do nosso Jack intensifica-se; Acácia quer continuar o seu namoro de infância, o bully rouba-lhe o lugar no circo, perde o lugar onde dormir e o lugar onde trabalhar continuando a ser continuamente agredido pelo fantasma da criança agora adulta que durante anos e anos o agrediu. Decidido a voltar para junto de Madeleine, esquecer Acácia e a sua paixão de infância, todas as dificuldades passadas e sofrimento pela cegueira de um olho do seu rival, Jack não aguenta a pressão. Sente muitas dores no coração, sangra, sucumbe ao sofrimento, o bully apanha-o para se vingar e arranca-lhe o relógio do coração.
E agora, Jack? Como te vais safar?

5. Citações favoritas
« Não há nada que funcione sempre. »

« Da próxima vez desfaço-te é o coração na cabeça. »

« Um acidente cómico mas violento. », relativamente ao amor.

« O orvalho congelado faz maravilhas, cobrindo de lantejoulas os corpos dos gatos. As árvores parecem grande fadas em camisa de noite, dançado de braços abertos à luz do luar (...) »

« De noite, o tiquetaque que me ressoa pelo corpo todo impede-me de dormir. Sou capaz de cair para o lado a meio da tarde e depois, a meio da noite seguinte, sentir-me completamente desperto. Não sou nem hamster nem vampiro, sou um insone. (…) Parece que está a recitar bruxedos de uma velha feiticeira para eu adormecer. »

« Não podemos remediar os atos passados, mesmo com um relógio no lugar do coração. »

6. Opinião do livro
Sou uma fã de Tim Burton e, certo modo, de Lewis Carrol (embora só tenho lido o “Alice No País Das Maravilhas”) o que me prendeu logo de imediato ao livro por encontrar metáforas um pouco obscuras ao estilo de Burton e Carrol.
Tal como referi, não é um género que me interesse; histórias sem suspense não me prendem, mas é um gótico-punk. Um q.b. de obscuro e doce ao mesmo tempo.
Não há propriamente uma história ou uma lição de vida a retirar desta presente história, contudo consigo ter em vista a importância de ser um ser ativo e social no meio em que se habita. Pensar no trágico final (dependendo de percepções) e em como o amor dá cabo de nós não é saudável, pois o que é o amor e a tragédia para mim não é o mesmo para os outros e não há nada melhor do que viver; presenciar por nós mesmo as situações. Não nos vale de nada sermos protegidos por nós próprios e/ou pelos outros; por vezes, o acidente de percurso acaba por ser maior e mais trapalhão.

Ana Morais, número um, décimo segundo D. Sleep

Ana Morais
Delegado de Turma
Delegado de Turma

Número de Mensagens : 5
Idade : 23
Localização : Labútes, Portugal.
Data de inscrição : 13/12/2011
Pontos : 2210

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum