Vertentes
Seja bem vindo ao fórum Vertentes.

Pode usar o Facebook no seu "login".

"O Nome da Rosa" de Umberto Eco

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

"O Nome da Rosa" de Umberto Eco

Mensagem por Bruno em Dom 10 Dez 2006 - 17:00

Antes de ler o livro



1

1.1-Título: O Nome da Rosa

1.2 - Autor: Umberto Eco

1.3 - Editora: Difel, Difusão Editorial, Lda

1.4 – data de edição: 8ª Edição, 1980



2

Interessei-me pela leitura deste livro porque,vi o filme do "The name of the rose",uma mistura de romance com uma espécie de policial do séc. XIV, fiquei muito curioso por saber como seria o original.



Bruno
Letra
Letra

Número de Mensagens : 7
Data de inscrição : 15/10/2006
Pontos : 4077

Voltar ao Topo Ir em baixo

"O Nome da Rosa" de Umberto Eco

Mensagem por Bruno em Dom 10 Dez 2006 - 17:33

Após a leitura do livro

3.1 -Umberto Eco (Alexandria, 5 de janeiro de 1932) iniciou a sua carreira como filósofo sob a orientação de Luigi Pareyson, na Itália. Seus primeiros trabalhos dedicaram-se ao estudo da estética medieval, sobretudo aos textos de [color:a1ad=black:a1ad]Santo Tomás de Aquino. A idéia principal defendida por Eco, nesses trabalhos, diz respeito à idéia de que esse grande filósofo e teólogo medieval, que, como os demais de seu tempo, é acusado de não empreender uma reflexão estética, trata, de um modo particular, da problemática do belo.


3.2 –

1962 - Obra aberta
1985 - Sobre o espelho e outros ensaios
1988 -
O Pêndulo de Foucault"
1998 -“A Ilha do dia Anterior"
2001 -
Baudolino
2002- Sobre a literatura
2005 -A Misteriosa Chama da Rainha Loana


4
4.1- É uma mistura de romance com uma espécie de policial do séc. XIV.

4.2- A figura do narrador é desempenhada na primeira pessoa por Adso, companheiro de viagem de Guilherme. “... Adso conta aos oitenta anos o que viveu aos dezoito…”



No ano de 1327, Frei Guilherme de Baskerville, franciscano, na qualidade de mensageiro de uma delegação do Imperador Luís da Baviera chega a uma abadia beneditina dos Alpes marítimos italianos. Aqui, conferenciaria com os representantes do Papa João XXII. Vinha acompanhado do jovem noviço da ordem de São Bento, Adso de Melk, seu escrivão. É então que começam a suceder estranhos acontecimentos…
…com a chegada de Frei Guilherme e de Adso, começa a desencadear-se uma série de misteriosas mortes entre os monges da Abadia. estas vão surgindo, obedecendo, aparentemente a uma sequência apocalíptica.

Em cada um dos crimes, algumas circunstâncias coincidem com as palavras pelas quais as sete trombetas do Apocalipse anunciam as catástrofes do final dos tempos.

-1ª morte – 1º Dia
-1º assassínio – Iluminador Adelmo de Otranto
-Circunstância da Morte – Corpo despedaçado na base da muralha, no meio do granizo e da neve
-1ª trombeta do Apocalipse – Anjo anuncia a queda de chuva de granizo e fogo misturados com sangue, sobre a terra

-2ª morte – 2º Dia
-2º Assassínio – Monge Venâncio de Salvamec, Sabedor de coisas gregas
-Circunstância da morte – Encontrado morto dentro de uma vasilha cheia de sangue dos porcos.
-2ª trombeta do Apocalipse – Anjo anuncia que a terça parte do mar se converteria em sangue .

-3ª Morte – 3º Dia
-3º Assassínio – Berengário de Anundel, ajudante-bibliotecário.
-Circunstância da morte – É descoberto nu, dentro de uma banheira cheia de água, aparentemente morto por afogamento.
-3ª Trombeta do Apocalipse – Anjo anuncia a transformação das águas das fontes em absinto.

-4ª Morte – 4º Dia
-4º Assassínio – Monge Ervanário Severino.
-Circunstância da morte – É encontrado com o crânio esfacelado por ter sido agredido com uma esfera armilar.
-4ª Trombeta do apocalipse – Anjo anuncia que seriam devoradas a terça parte do Sol, da Lua e das estrelas.

-5ª Morte – 5º Dia
-5º Assassínio – Malaquias de Hidelsheim que, como bibliotecário tinha as chaves da biblioteca.
-Circunstância da morte – cai morto por envenenamento em pleno coro da igreja.
-5ª Trombeta do Apocalipse – Anjo anuncia a queda de uma estrela do céu, que receberia a chave do poço do abismo, o qual seria aberto e dele sairiam gafanhotos com o poder de escorpiões.

-6ª Morte – Final do 6º Dia
-6º Assassínio – O abade Abonne.
-Circunstância da morte – O abade morre asfixiado, numa passagem secreta para uma ala proibida da biblioteca.
-6ª Trombeta do Apocalipse – O anjo anuncia cavalos com cabeças de leões de cuja boca sai fumo, fogo e enxofre.

-7ª Morte – 7º Dia
-7ª morte – Jorge de Burgos, o monge cego.
-Circunstância da morte – come o livro proibido, que ele próprio havia envenenado, para matar aqueles que conheciam a sua mensagem.
-7ª Trombeta do apocalipse – O Anjo ordena ao apóstolo que tome o livro e o devore.

Afinal o que provocou todas estas mortes?

A existência de um livro - o II livro da Poética de Aristóteles, que trataria do riso – que era desconhecido da maioria dos monges. Apenas alguns deles sabiam que ele existia, e mesmo esses, estavam proibidos quer de o ler, quer mesmo de se aproximar dele.

É este o livro envenenado por Jorge que é fatal para cinco das vítimas.

É este o livro que envenena quando, para o folhear, os monges levam o dedo indicador à boca.

É este o livro que é devorado em parte por Jorge e consumido na totalidade pelas chamas que, no final, destroem a abadia.


4.3- "sem medo não pode haver fé. Sem o medo do Diabo, não há necessidade de Deus. Que aconteceria se devido a este livro, os eruditos declarassem ser permitido rir de tudo? (…)O mundo regressaria ao caos, por isso selo aqui no túmulo em que me transformo".

(Palavras de Jorge no momento em que devora o livro)


4.4 - É um livro fascinante tão bom, ou melhor que o filme É apenas um pouco chato nalgumas partes,mas isto é compensado pelas as partes boasÉ um livro um pouco grande Só aconselho este livro a quem gosta muito deste tipo de histórias senão aborrece-se







Bruno
Letra
Letra

Número de Mensagens : 7
Data de inscrição : 15/10/2006
Pontos : 4077

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "O Nome da Rosa" de Umberto Eco

Mensagem por Filipe Azevedo em Seg 11 Dez 2006 - 17:22

Leitura registada!

study

_________________
www.vertentes.pt.vu
avatar
Filipe Azevedo
Professor

Número de Mensagens : 1229
Idade : 56
Localização : Portugal
Data de inscrição : 09/09/2006
Pontos : 15963

Folha de personagem
Guardião secular: Pérgamo

http://www.vertentes.pt.vu/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "O Nome da Rosa" de Umberto Eco

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum