Vertentes
Seja bem vindo ao fórum Vertentes.

Pode usar o Facebook no seu "login".

As Palavras que nunca te direi

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

As Palavras que nunca te direi

Mensagem por Tatiana Martins em Sab 6 Jan 2007 - 13:39

Identificação do leitor:



Tatiana Martins, nº18

11ºG



Motivos para a escolha do livro: Escolhi este livro porque já tinha ouvido falar muito bem dele através de uma amiga, Rute Ribeiro.



Identificação do livro:







Titulo: As palavras que nunca te direi

Autor: Nicholas Sparks

Editora: Editorial presença





Contextualização do autor:



Alguns dados biográficos:



Nascimento: 31/12/1965

Nacionalidade: Estados Unidos da América



Nicholas Sparks é natural de Omaha, Nebraska. Cresceu em Fair Oaks na Califórnia e vive actualmente na Carolina do Norte com a família. Foi durante algum tempo delegado de informação médica até que Theresa Park, agente literária, decidiu começar a representá-lo, vendendo os direitos do seu primeiro romance O Diário da Nossa Paixão à Warner Books.



Algumas das suas obras:



Quem ama acedita; Juntos ao luar (o seu mais recente romance).





Conteúdo do livro:





Género literário: Romance



Assunto: Theresa Osborne estava na praia de férias, quando de repente viu uma garrafa que tinha vindo dar a praia. Ela pegou na garrafa e viu que lá dentro estava uma carta. Esta carta iria mudar a sua vida para sempre. A carta tinha sido escrita por um tal de Garret e era dirigida para uma mulher chamada Catherine. Na carta deu para entender que esta mulher ou tinha morrido ou se tinha ido embora.



Theresa ficou muito emocionada com a carta e deu-a a uma amiga para lê-la. Como essa amiga gostou tanto, convenceu Theresa a publicar a carta na sua coluna no jornal onde ambas trabalhavam, o Boston Times, mas com a condição de aparecerem iniciais em vez dos nomes.



Mais tarde, Theresa recebeu um telefonema de uma mulher muito insistente, que lhe disse que também tinha encontrado uma carta de Garret escrita a três anos atrás, Theresa pediu que ela lhe enviasse uma cópia da carta.



Enquanto fazia uma pesquisa na Internet, Theresa encontrou outra carta de Garret.



Subitamente, ela apercebeu-se que se tinha apaixonado por aquele homem misterioso. E com o incentivo da sua amiga Deanne, Theresa foi atrás de Garret na sua loja em Wilmington.



Mas Garret não estava na loja e o empregado de Garret disse que Theresa podia encontrá-lo nas docas.



Quando Theresa conheceu Garret, soube logo que ele tinha qualquer coisa de cativante. Como Theresa se interessou muito pelo seu veleiro, Garret convidou-a para um passeio naquela mesma tarde. Ela aceitou o convite.



Depois do passeio, eles despediram-se, mas Theresa sabia que eles se iam voltar a ver em breve, pois ela deixou o seu casaco de propósito no veleiro.



Assim, na manhã seguinte, Theresa ligou a Garret e depois de ela ter ido buscar o seu casaco, ele convidou-a para almoçar. Ela aceitou.



Garret já sozinho, apercebeu-se que se sentia atraído por Theresa, mas também sentia que estava a trair a sua falecida mulher Catherine.



Mais tarde, eles acabaram por jantar juntos. E Depois do jantar foram dar um passeio pela praia e aí acabaram por se beijar.



No último dia de Theresa em Wilmington, eles acaaram por discutir, pois Garret estava inseguro quanto a uma futura relação, porque eles não se iam ver muito.



Theresa voltou para Bóston, mas antes eles decidiram que iam tentar ter uma relação.



Passadas duas semanas eles voltaram a encontrar-se, pois Theresa foi até Wilmington, mas desta vez levou o seu filho Kevin. Depois do fim-de-semana muito divertido, Kevin e Theresa voltaram para Boston, mas antes Garret confessou o seu amor por Theresa, apesar de ele ainda ter algumas dúvidas.



Mais tarde, Garret foi visitar Theresa a Boston e enquanto ele lá esteve eles aproximaram-se muito um do outro.



Algum tempo depois, Garret disse ao seu pai que queria casar com Theresa e assim, foi até Bóston e pediu Theresa que casasse com elee que fosse viver com ele, mas esta ideia não agradou muito a Theresa, pois ela não achava justo ser ela a abandonar tudo em Boston e ir viver para Wilmington, ela também achava que Garret também podia ir viver para Boston., mas Garret também não queria abandonar tudo. Theresa saiu de casa, pois precisava r dar uma volta para pensar.



Enquanto Garret estava sozinho sozinho no apartamento de Theresa resolveu escrever-lhe uma carta e enquanto estava a procura de papel encontrou as cartas que ele tinha escrito a Catherine e Theresa regressou nesse mesmo momento.



Eles discutiram e disseram coisas horríveis um ao outro, por fim Garret chamou mentirosa a Theresa e disse-lhe que na realidade nunca a tinha conhecido bem.



Theresa foi até Wilmington, e acabou tudo com Garret, pois sabia que ele ainda era apaixonado por Catherine.



Mais tarde, Theresa recebeu um telefonema de Jeb Blake (pai de Garret) a dizer que precisava de falar com Theresa. Ela foi até Wilmington.



Já na casa de Garret, Jeb explicou-lhe que Garret tinha ido para o mar quando se aproximava uma tempestade e que tinha morrido afogado.



Garret tinha que sair para o mar naquela tarde, pois tinha escrito uma última carta a Catherine e precisava que esta fosse lançada em alto mar, pois só assim a carta podia chegar à Europa, porque Catherine sempre desejara ir lá mas nunca tinha havido uma oportunidade.



Um ano mais tarde, na praia Theresa pensava na encomenda que tinha recebido dias depois da morte de Garret, esta encomenda era uma garrafa com uma carta lá dentro. Essa carta pedia que Theresa perdoasse Garret e dizia que ele tinha sonhado com Catherine e que esta lhe tinha dito que ela é que tinha enviado a garrafa que Theresa tinha encontrado na praia.



Depois ela leu a carta que tinha escrito a Garret pela última vez, que dizia que ela o perdoava.



De seguida, pôs a carta numa garrafa e atirou para o mar e aí ela soube que de alguma maneira, Garret tinha recebido a mensagem.



Citações preferidas:



“acabei de encontrar esta carta e…não sei, depois de a ler não me contive.”



“Theresa…desde que nos conhecemos …não sei…”

“ puxou-a para si e beijou-a suavemente nos lábio…”

“Porque não me contaste a nada sobre as cartas?...”

“Se me tivesses contado mais cedo, eu teria compreendido…”

“Garret saiu com o Happenstance (nome do veleiro) mais tarde do que era habitual…grandes tempestades…Garret não ia conseguir voltar a terra”

Opinião sobre o livro:



Eu adorei este livro, foi um dos melhores livros que eu já li em toda a minha vida. Já agora queria agradecer a Rute por me ter recomendado este maravilhoso livro. Aconselho este livro a quem gosta de romances e quem gosta de uma boa história de amor.

Tatiana Martins
Palavra
Palavra

Número de Mensagens : 17
Idade : 29
Localização : Azeitão
Data de inscrição : 30/10/2006
Pontos : 3949

Folha de personagem
Guardião secular:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Palavras que nunca te direi

Mensagem por Rute em Sab 6 Jan 2007 - 13:48

lol! lol! lol!




Ainda bem que gostas.t, porque senão eu era uma má "influenciadora" de livros Razz mas olha na minha opinião, não foi um dos meus preferidos porque quando começei a ler tinha uma "raiva" à personagem Theresa... x)
à pouco tempo o filme passou no Hollywood e essa "raiva" não passou x) enfim....

( já sabes se kiseres o filme eu gravei... Smile )

ahhh e já Embarassed agora obrigado pelos elogios Razz
avatar
Rute
Trilogia
Trilogia

Número de Mensagens : 741
Idade : 28
Localização : Setubal - Portugal
Data de inscrição : 24/09/2006
Pontos : 3997

Folha de personagem
Guardião secular: Alexandria

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Palavras que nunca te direi

Mensagem por Ana em Dom 7 Jan 2007 - 4:43

Eu não gosto de muito de Nicholas Sparks, como já tinha dito anteriormente.

No entanto, gostei da tua apresentação, apesar de não me ter interessado a história. Bjs
avatar
Ana
Trilogia
Trilogia

Número de Mensagens : 561
Idade : 27
Data de inscrição : 19/09/2006
Pontos : 3990

Folha de personagem
Guardião secular:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Palavras que nunca te direi

Mensagem por Filipe Azevedo em Ter 16 Jan 2007 - 8:08

Leitura registada!

study

_________________
www.vertentes.pt.vu
avatar
Filipe Azevedo
Professor

Número de Mensagens : 1229
Idade : 56
Localização : Portugal
Data de inscrição : 09/09/2006
Pontos : 15850

Folha de personagem
Guardião secular: Pérgamo

http://www.vertentes.pt.vu/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As Palavras que nunca te direi

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum