Vertentes
Seja bem vindo ao fórum Vertentes.

Pode usar o Facebook no seu "login".

Leitura do livro: "O Perfume"- Samanta Madeira

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Leitura do livro: "O Perfume"- Samanta Madeira

Mensagem por Samanta em Sab 14 Abr 2007 - 14:19

Motivos para a escolha do livro: Escolhi para leitura o livro do "O Perfume" porque já várias pessoas me tinham falado bastante bem deste livro, dizendo-me que era um livro com uma história bastante interessante e fascinante. Devido a estas opiniões surgiu-me a curiosidade e resolvi ler e apresentar aqui a todos vocês a magnifica história do livro "O Perfume".


Título: Perfume- A História de um assassino


Autor(a): Patrick Suskind


Edição: Editorial Presença


Género: Literatura/Poesia


Biografia do autor:
Patrick Süskind é um alemão. Nascido em Ambach am Starnberger See, perto de Munchen na Alemanha. Filho do escritor e jornalista,W. E. Süskid. Estudou história Moderna e Medieval na Universidade de Munique e em Aix-en-Provence de 1968-1974. Nos anos oitenta, Süskind trabalhou como escritor, para "Kir Royal", "Monaco Franze" e outros. Ele é o autor do internacionalmente aclamado best-seller "O Perfume: história de um assassino" de 1985 (romance). Ele também é autor de "The Double Bass" de 1980 (teatro), "The Pigeon" de 1988(novela), "The Story of Mr. Sommer" de 1991 (conto ilustrado por Sempé) e "Three Stories and a Reflection" de 1996 (contos). Patrick Süskind vive em Ambach, Alemanha, raramente dá entrevistas ou aparece em público, preferindo levar uma vida isolada.

Outras obras:

· O Contra-baixo, teatro (monólogo), Título original: Der Kontrabab

· Um Combate e Outras Histórias, contos, Título original:Drei Geschichten und eine Betrachtung

· O Perfume - História de um assassino, romance, Título original: Das Parfum - Die Geschichte eines Mörders

· A Pomba, novela, Título original: Die Taube

· A História do Senhor Sommer, novela, Título original:Die Geschichte von Herrn Sommer


Assunto/Resumo:

Jean-Baptiste Grenouille nasce em circunstâncias pouco dignas, em 1738, no Mercado de Peixe em Paris. Na adolescência começa-se aperceber que é dotado de um olfacto extraordinariamente fora do normal. A sensibilidade e o apuradíssimo olfacto de Jean-Baptiste Grenouille são características que deveriam ser as suas grandes virtudes, mas pelo contrário, tornaram-se grandes fraquezas. Com um passado sofrido, pois foi criado num orfanato, e após conseguir sobreviver às criminosas condições de trabalho de uma tinturaria local, Grenouille inicia-se como aprendiz na perfumaria de Baldini. Mas a sua maneira estranha de se comportar, inclui também a mania de perseguir mulheres em Paris, atraído pelos odores exalados por elas. A profissão de perfumista começa e consegue que um decadente mestre na arte lhe ensine o ofício.
Rapidamente ultrapassa o mestre na arte de misturar essências, e estas tornam-se a sua obsessão, uma obsessão que o leva a afastar-se da companhia dos outros seres humanos. Ele muda-se, e vai trabalhar para uma mulher de nome Madame Arnulfi, dona de uma pequena perfumaria, e a sua tarefa é criar perfumes extraindo essências de flores. Só que os odores do corpo humano, especialmente das mulheres, não lhe saem da cabeça e dominado pela ideia de preservar os aromas humanos, ele assassina, sem escrúpulos, jovens mulheres cujo cheiro peculiar chama a sua atenção, tornando-se um perigoso assassino. Nas semanas seguintes, várias raparigas jovens e excepcionalmente belas são assassinadas.

O mercador Richis é o único que suspeita que o criminoso seja um coleccionador obsessivo de beleza. Quando as belas gémeas, filhas do seu amigo Tallien são encontradas mortas. Richis começa a temer pela sua filha Laura. Grenouille abre um pequeno armário que contem doze pequenos frascos, cada um com algumas gotas de óleo de cor âmbar, que são os frascos com os aromas das doze raparigas que já foram encontradas mortas, todas da mesma maneira. Faltava-lhe apenas uma essência, uma nota, para completar o seu perfume.

O pânico instaura-se e os moradores trancam as suas portas e colocam grades nas janelas. Um suspeito é preso pelos assassinatos, mas Richis está convencido que as autoridades prenderam o homem errado. Escondido na noite, ele foge da cidade com a filha e deixa-a em segurança num hotel à beira-mar. Mas Grenouille segue o perfume de Laura até o Mediterrâneo. Na manhã seguinte, Richis entra em desespero ao encontrar a sua filha Laura morta. Grenouille ajoelha-se perante uma pequena fogueira na floresta, onde o seu equipamento está montado. Ele mistura o óleo de Laura com os outros doze, e inspira o ar em todas as direcções, e esconde o frasco do perfume no bolso. Ele é cercado por soldados e de volta a Grasse, ele confessa de livre vontade todos os seus crimes, mas mantém os seus motivos em segredo.
Uma enorme multidão surge na praça principal de Grasse no dia da sua execução, mas Grenouille consegue passar sem ninguém ver, algumas gotas do seu perfume no pulso. O vento leva o perfume até todos os observadores da praça e toda multidão começa abraçar-se e a beijar-se, devido ao efeito do perfume. Grenouille, que nunca soube o que era o amor na vida, fica fascinado. Ele volta a Paris, ao seu local de nascença e no seu bolso está sua grande criação, um frasco do perfume mais valioso do mundo. Grenouille acaba por morrer no meio de uma praça, comido vivo, pelo povo.


Minha opinião sobre o livro: Este livro foi o primeiro que li do autor Patrick Suskind, e mesmo não sabendo se os outros livros dele serão assim, gostei muito deste livro porque o autor descreve muito bem todos os cheiros ao pormenor que a até em algumas partes do livro parecia que eu própria conseguia cheirar aquilo que ele estava a descrever. São poucos os autores que conseguem fazer com que o leitor consiga imaginar a história do livro mas Patrick Suskind a mim consegui-me fazer imaginar toda a história e para mim isso é uma mais valia, porque eu so consigo gostar de um livro e ter vontade de o ler se conseguir ir imaginando a história. Para mim este livro é um dos melhores livros que já li e achei a história bastante interessante e cativante, pelo menos eu queria ler sempre mais e mais e até quando o livro terminou fiquei triste porque queria mais história. Bem como podem ver, gostei muito do livro e aconselho a toda a gente que o leia, porque é um livro bastante fascinante e daqueles que dá vontade de ler sempre mais e mais e que nunca queremos que ele acabe.


Capa do Livro:





Livro apresentado por: Samanta Madeira 11ºG
avatar
Samanta
Letra
Letra

Número de Mensagens : 7
Data de inscrição : 25/09/2006
Pontos : 4039

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Leitura do livro: "O Perfume"- Samanta Madeira

Mensagem por Ana em Ter 17 Abr 2007 - 4:45

Oi Samanta.

Gostei da tua apresentação, apesar de achar que o resumo ficou um bocadinho grande. A nota que me deu para a tua apresentação foi 13.
avatar
Ana
Trilogia
Trilogia

Número de Mensagens : 561
Idade : 27
Data de inscrição : 19/09/2006
Pontos : 4045

Folha de personagem
Guardião secular:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Leitura do livro: "O Perfume"- Samanta Madeira

Mensagem por Adnilson em Seg 30 Abr 2007 - 18:01

O resumo esta muito grande... Nao fizeste a parte das citaçoes.
Nota final 15
avatar
Adnilson
Palavra
Palavra

Número de Mensagens : 18
Data de inscrição : 09/11/2006
Pontos : 3994

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Leitura do livro: "O Perfume"- Samanta Madeira

Mensagem por Filipe Azevedo em Qua 2 Maio 2007 - 6:03

140 pontos

_________________
www.vertentes.pt.vu
avatar
Filipe Azevedo
Professor

Número de Mensagens : 1229
Idade : 56
Localização : Portugal
Data de inscrição : 09/09/2006
Pontos : 15905

Folha de personagem
Guardião secular: Pérgamo

http://www.vertentes.pt.vu/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Leitura do livro: "O Perfume"- Samanta Madeira

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum