Vertentes
Seja bem vindo ao fórum Vertentes.

Pode usar o Facebook no seu "login".

"A Rosa do Adro" de Manuel Maria Rodrigues

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

"A Rosa do Adro" de Manuel Maria Rodrigues

Mensagem por Diana Jesus em Sex 13 Out 2006 - 14:59

Diana Jesus, 11ºD, nº 10


Escolhi este livro para ler pois particularmente gosto muito de romances...o título do livro também me pareceu muito interessante... estou a gostar muito da leitura que estou a fazer...

Título: A Rosa do Adro.
Autor: Manuel Maria Rodrigues
Editora: Circulo de leitores
Genero Literário: Romance


Contextualização do autor:

Manuel Maria Rodrigues, escritor e jornalista, nasceu em Valença do Minho, em 1847., e morreu no Porto a 16 de Agosto de 1899. Antes de ser escritor este homem foi tipógrafo nas oficinas do jornal “o comercio do Porto” mas devido à sua aplicação e inteligência ascendeu, depois de ter sido repórter e revisor, à categoria de redactor efectivo. Colaborou em muitos jornais literários e artísticos de Lisboa e do Porto, bem como na revista “o acidente”. Foi um dos fundadores da Associação de Jornalistas e Homens de Letras do Porto.

Ele escreveu também os seguintes romances: “As infelizes” (1865), “O que faz a ambição” (1866), “A Rosa do Adro” (1870), “Os filhos do negociante” (1873), “Estudantes e Costureiras” (1874).

Fez também algumas peças de teatro, enfim foi sem duvida um homem com muitos ofícios.
A Rosa do Adro já por duas vezes foi adaptada ao cinema!


Assunto:

Este romance trata uma paixão muito intensa entre os protagonistas Rosa e Fernando, porém o amor do casal foi submetido a muitos contras, dois deles foram os mais graves, que era um outro apaixonado-doentio de Rosa, o António, e a filha de uma baronesa D.Deolinda que nutria um grande amor por Fernando.

Depois de muitos dramas, muitas desilusões, confusões que atrapalharam o amor dos enamorados, quando finalmente parecia k tudo estava a ficar bem aconteceu algo terrível! Fernando foi alvo de dois tiros, a sua morte não foi imediata, pois ainda houve tempo para Fernando se casar com a sua amada mesmo acamado! Mais tarde a noticia já esperada surge! Fernando morre deixando a sua amada completamente destroçada, ficando inclusive muito doente, enfim num estado completamente critico, passados dias ela encontra-se na mesma cama que antes estava o seu amado, não durou muito para o amor que ela guardava no coração "explodir" e levá-la ao mesmo destino que Fernando! A morte!

Toda a aldeia chorou o acontecimento inclusive António que morava com o padre da cidade, este que mais tarde contou a António algo que acabou também com a vida deste... o padre contou a António que este era irmão de Rosa!

O rapaz ficou destroçado e decidiu fugir deixando uma carta escrita ao padre onde dizia ter sido ele o assassino de Fernando e de certo modo o de Rosa, deixando dito também para ninguém procurar por ele pois concerteza não o encontrariam!

Passados 10 ou 12 anos foram encontradas ossadas num poço, muita gente diz serem as de António mas a verdade é que ninguém sabe ao certo!

Deolinda e a baronesa voltaram para a sua cidade "Porto", entregando a sua a vida a deus, entrando num dos conventos da cidade!

Citações:

"A Rosa do Adro não foi também nesse dia indiferente à admiração geral, e por entre grupos de povo que coalhavam o adro, lançou um olhar furtivo para a graciosa figura de Fernando, que se destacava no meio de toda aquela gente, e não pode deixar de comentar para consigo: È na verdade um bonito moço!... » "


"Minha Rosa, estou por momentos a deixar-te... sinto já o estertor da morte a apertar-me a garganta como um anel de ferro... olha: não te esqueças dos meus rogos... respeita a minha memória... E, depois, todas as manhãs, vai regar as flores da minha campa com o orvalho salutar das tuas lágrimas, sim?"


"Rosa, apontando então para próximo da campa de Fernando, exclamou com voz quase extinta:
- Hão-de enterrar-me ali, sim?...

As últimas sílabas foram sufocadas por uma golfada de sangue, e caiu repentinamente de bruços sobre a sepultura"

Opinião:


Gostei muito de ler este romance pois apesar de ter tido um final não muito generoso nem bom para as personagens… foi contada uma verdadeira história de amor que apesar de todos os obstáculos encontrados conseguiram superar tudo e ficar juntos até na eternidade!

O balanço e muito positivo! Razz

Diana Jesus
Letra
Letra

Número de Mensagens : 8
Data de inscrição : 04/10/2006
Pontos : 3946

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "A Rosa do Adro" de Manuel Maria Rodrigues

Mensagem por Filipe Azevedo em Qua 29 Nov 2006 - 13:32

Leitura registada!

What a Face

_________________
www.vertentes.pt.vu
avatar
Filipe Azevedo
Professor

Número de Mensagens : 1229
Idade : 56
Localização : Portugal
Data de inscrição : 09/09/2006
Pontos : 15821

Folha de personagem
Guardião secular: Pérgamo

http://www.vertentes.pt.vu/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum