Vertentes
Seja bem vindo ao fórum Vertentes.

Pode usar o Facebook no seu "login".

Júlio Verne, Miguel Strogoff

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Júlio Verne, Miguel Strogoff

Mensagem por Daniel oraculo em Ter 18 Nov 2008 - 9:58

FICHA DE LEITURA

1.IDENTIFICAÇÃO DO LIVRO
1.1.TÍTULO:Miguel Strogoff 1e2
1.2.AUTOR:Júlio Verne
1.3.EDITORA:Gráfica
1.4.DATA DE EDIÇÃO:1989

2.ESCOLHA DO LIVRO
2.1.MOTIVOS QUE LEVARAM A ESCOLHA DO LIVRO:Eu já havia lido o livro e nunca o terminei por impossibilidade na época,mas resolvi terminar este livro neste ano,pois são da escola e é minha última oportunidade.E por que decidi terminar com o mesmo autor que comecei,fechando assim o círculo.

3.CONCEITUALIZAÇÃO DO AUTOR:
3.1.ALGUNS DADOS BIBLIOGRÁFICOS:JÚLIO VERNE (Jules Verne),novelista francês,nascido em Nantes,França,em 8 de fevereiro de 1818,onde fez o curso de Humanidades,antes de ir para Paris estudar Direito.Foi um dos primeiros escritores a praticar uma literatura de antecipação,na linha da moderna ficção científica.Em1848 compôs,junto a MICHEL CARRÉ,dois libretos para óperas e,em 1850,compôs uma comédia em verso com ALEXANDRE DUMAS,filho.Descobriu seu verdadeiro talento quando começou a escrever algumas narrativas de viagem.Seu primeiro livro foi CINCO SEMANAS NUM BALÃO,publicado em 1862,na revista Magazin d’Éducation,cujo diretor ofereceu um vantajoso contrato para que Verne escrevesse duas novelas por ano.
Casou-se em janeiro de 1855 com HONORINE-ANNE-HÉBÉ MOREL,viúva de vinte-e-seis anos e mãe de duas filhas.Desse casamento nasceu,em 1861,MICHEL VERNE,o seu único filho legítimo.Morreu em 24 de março de 1905 na cidade de Amiens.Antes de morrer,viu suas obras premiadas pela Academia Francesa de Letras.Deixou oitenta romances,quinze peças de teatro e escreveu importantes trabalhos de divulgação,como GEOGRAFIA ILUSTRADA DA FRANÇA E SUAS COLONIAS (1868).
Suas obras cheias de imaginação e conhecimento são lidas por crianças e adultos até hoje,através de uma leitura rica e atraente que prende o leitor a cada linha,a cada capítulo.
3.2.OUTRAS OBRAS DO AUTOR:Viagem ao Centro da Terra;Da Terra à Lua;A Volta da Lua;Viagem ao Redor do Mundo em Oitenta Dias;Vinte Mil Léguas Submarinas;A Ilha Misteriosa;Cinco Semanas num Balão;O Farol do Fim do Mundo;Uma Invernada nos Gelos;O Senhor do Mundo;A Estrela do Sul;O Raio Verde;As Índias Negras;Atribulações de um Chinês na China;Os Ingleses no Pólo Norte;Matias Sandorf;Heitor Servadac;e outros.


4.CONTEÚDO DO LIVRO

4.1.GÊNERO LITERÁRIO:romance francês.

4.2.ASSUNTO:O livro MIGUEL STROGOFF é dividido em duas partes:I.O CORREIO DO CZAR e II.A INVASÃO.Conta a história de Miguel Strogoff,oficial dos correios do czar,em meio a uma guerra no leste de seu país,a Rússia.A história acontece em ano indefinido,mas possivelmente meados do século XIX como todas as obras de Julio Verne.

A Rússia tinha dois grandes problemas,um deles era a invasão pelo sul de tropas tártaras e quirguizes do Turquestão(antigo país que ficava na região aproximada do atual Cazaquistão) e o Coronel Ivan Ogareff, oficial do exército czarista que foi exonerado da tropa pela sua ambição desmedida e temperamento forte.

A questão é:os tártaros cortaram o fio telegráfico entre as duas partes da Sibéria(Sibéria Ocidental e Sibéria Oriental).A Sibéria Oriental era administrada pelo Grão-Duque,irmão do czar,residido em Irkutsk(capital da Sibéria Oriental).Desse modo,o czar de Moscou,não podia comunicar ao seu irmão que Ivan Ogareff pretendia vingar-se dele,já que o próprio Grão-Duque despedira Ivan,mas como não o conhecia pessoalmente,o ex-coronel pretendia apresentar-se a ele com outro nome,ganhar sua confiança e traí-lo;para isto Ivan Ogareff pretendia aliar-se a Feofar Khan,emir tátaro e comandante da invasão à Sibéria.

A única forma de alerta ao Grão-Duque sobre a ameaça de Ivan Ogareff era através de uma carta e para esta missão,foi designado um jovem e forte siberiano,MIGUEL STROGOFF,capitão do corpo dos correios do czar.Ele recebeu uma identidade falsa para viajar incógnito,seria o comerciante Nicolau Korpanoff.E nessa viagem conheceu uma bela jovem russa,Nádia Fedor,uma jovem,que após a morte da mãe foi se encontrar com o seu pai,exilado na Sibéria,Wassili Fedor.Ele se encontraram no trem,mas passaram a viajar juntos quando Miguel a apresntou aos oficias da polícia como seu irmã,em Nijni-Novgorod,e lá,como em todas as cidades na fronteira da Rússia européia havia recebido uma nova lei em que os estrangeiros deviam deixar a cidade o mais rápido possível,voltande para a Sibéria,e os russos deviam permanecer no território europeu. Nádia não podia prosseguir,mas Miguel sim,devido a sua podaroshna,uma autorização especial do Governo.

Mas a viagem não era fácil,pois o inimigo já sabia que correio do czar se dirigiu a Irkutsk com uma mensagem do Czar.Miguel e Nádia passaram por algumas provocações e ela acabou sendo capturada pelos tártaros. Miguel viajou sozinho, contudo mais um problema surgiu quando Miguel passou pela cidade de Omsk onde residia sua mãe,Marfa Strogoff,que o reconheceu sob o disfarce de Nicolau.Miguel teve de fingir não conhece-la,sua missão era ESSENCIALMENTE VITAL para o bem do país e de seu povo,a mãe logo percebeu que ele tinha uma importante missão e fingiu-se de louca.O ato de Marfa foi significativamente suficiente para que Sangarra,a espiã de Ivan Ogareff,descobriu que o homem com quem ela falava era Miguel Strogoff,o tal correio do czar,desse modo Marfa acabou nas mãos do vilão que faria de TUDO para fazer com que ela falasse sobre seu filho.

Miguel não sabendo o que acontecera continuo sua viagem,aliás,muito difícil,pois o caminho era muito longo e seu cavalo estava cansado.Enfrentou tártaros pelo caminho,mas continuo até que,refugiando-se em um posto telegráfico próximo a cidade de Kolyvan.Esse local foi invadido logo depoi pelos tártaros e Miguel Strogoff e dois outros importantes personagens da história,os jornalistas Alcide Jolivet e Harry Blount,foram presos;assim a primeira parte do livro(O Correio do Czar).

A segunda parte(A Invasão) começa com os jornalistas,e Miguel Strogoff,sendo levados juntos com os outros prisioneiros a campos de prisioneiros.A situação se complica quando as tropas recebem a visita de Ivan Ogareff,isto era bom para os repórteres,por serem estrangeiros,tinham neutralidade e podiam pedir a liberdade à Ivan,no entanto,Miguel Strogoff,se descoberto,estaria em maus lençóis e os planos do Czar não seriam concluídos.E este dia chegou exatamente nesta visita,porque Ivan veio com mais um grupo de prisioneiros,e nesse grupo estava sua mãe ,Marfa,e Nádia,ocorrendo o encontro em pouco tempo.Miguel e elas se viram de longe,Marfa sabia que não podia interferir em sua missão seja ela o que for,mas como mãe deixou escapar um brilho no olhar que foi percebido por Sangarra e esta logo descobriu,mesmo não reconhecendo o homem na multidão,que se tratava de Miguel Strogoff,e informou ao seu líder.

Sabendo que o herói estava tão próximo,Ivan planejou uma armadilha para pegar Miguel.Reuniu os prisioneiros perante Marfa e ameaçou castiga-la se ela não apresenta-se seu filho.Marfa recusou então ordenou que ela fosse açoitada;o vilão sabia que se ameaça-se Marfa,Miguel se revelaria para salvar a mãe.Como previsto,Miguel não resistiu e se revelou,foi pego e revistado até que encontraram a carta do Czar e esta ficou na posse de Ivan.Depois,preso,Miguel foi levado,junto aos outros prisioneiros,à Tomsk onde seria julgado pelo emir Feofar Khan.

Na cidade,ele foi apresentado ao emir e acusado de espionagem(o que era uma mentira,inventada por Ogareff).O emir condenou-o a um cruel castigo através do “fal”,uma prática dos povos da Ásia Central,em que desse modo,clo cando o dedo em algum ponto do Alcorão,”Alá” escolheria o castigo para o condenado.Escolhido e interpretado a parte,a sentença fora definida:cegueira.Antes,o emir deu início a uma fantástica festa,a mais bela e impressionante festa jamais vista na cultura islâmica;o emir permitiu que Miguel visse toda a festa.No final de tudo,a sentença foi executada:um carrasco passou a lâmina de uma espada encandecente a frente dos olhos do herói queimando-lhe as córneas.A última coisa que viu foi sua mãe,e esta desmaia ao ver seu filho sertão cruelmente tratado.E ainda por pura crueldade,Ivan coloca a frente dos olhos cegos do herói a carta do Czar e pede para lê-la.Depois ele o deixa no campo onde estava,Miguel não era mais um incomodo para Ivan;Miguel ficou sozinho com sua mãe e Nádia que vira tudo e descobrira a verdadeira identidade de seu amável companheiro de viagem.

Miguel era muito mais do que pensavam,era um homem de grande força interior e,mesmo cego, humilhado e ferido, resolveu continuar a missão que ta honradamente lhe foi confiado,teve de deixar sua mãe,mas não partiu sozinho,Nádia resolveu ir cm ele e ser seus olhos e desbravar a violenta Sibéria dominada pelo inimigo e prestes a cair sob o poder de Feofar Khan e de Ivan Ogareff.Mas como um cego e uma jovem farão isso?Leia o livro e descubrirá!!!

4.3.CITAÇÕES FAVORITAS.

“Os quirguizes dividem-se em três hordas [...]para além da fronteira russa”,é minha citação favorita,embora esteja resumida pois é muito longa;nesta parte o narrador explica um pouco sobre os povos quirguizes e tártaros,que vai da página 38 à42 do Capítulo 2:Russos e tártaros.

Existem outras citações interessantíssimas sobre a Rússia Imperial,mas tem mais uma expressão da primeira parte,que muito me interessou:

“Telega,veículo russo de quatro rodas,quando parte,e de duas rodas,quando chega!”

Este trecho pertence a página 173,Capítulo 11:Viajantes em aflição.Trata-se da cômica conclusão de Alcide Jolivet,definindo o que é uma “telega” na Rússia,depois do evento ocorrido nos Montes Urais,quando viajando em uma telega ,as rodas traseiras ficam presas e a carruagem se parte em dois,contudo o cocheiro não percebeu isso.Quando os repórteres chegaram ao seu destino com a ajuda da Miguel e Nádia,em Ekaterinburgo,o cocheiro os procurou para receber um pagamento pelo serviço,Harry ficou furioso e Alcide “morreu” de rir disso.

Na segunda parte existe bons trechos e é difícil escolher uma citação a ser mencionada aqui,então fico por esse mesmo.



4.4.OPINIÃO SOBRE O LIVRO.

O livro MIGUEL STROGOFF é realmente um bom livro,incrível e de excelente enredo,diferente dos outros livro de Verne.Muito rico em informações sobre a velha Rússia,seu povo,sua história e sobre aspectos culturais e sociais do país.

Uma grande aventura,com muita aventura e momentos de crise.Recomendo este livro a aqueles que gostam desse tipo de livro e de seu autor,como também recomendo aos que adoram ler livros,pois mesmo neste mundo informatizado é sempre bom viajar nas palavras de um bom livro!
avatar
Daniel oraculo
Argumento
Argumento

Número de Mensagens : 52
Idade : 26
Localização : Mogi das cruzes - Brasil
Data de inscrição : 22/02/2008
Pontos : 3469

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Júlio Verne, Miguel Strogoff

Mensagem por Rute em Qua 26 Nov 2008 - 15:18

a sintese ficou muito grande.

16 =)

Eu ando a lçer Julio verne tambem.
Pensava que a leitura ia ser dificil. mas é muito simples. Gostei muito =)
avatar
Rute
Trilogia
Trilogia

Número de Mensagens : 741
Idade : 28
Localização : Setubal - Portugal
Data de inscrição : 24/09/2006
Pontos : 3997

Folha de personagem
Guardião secular: Alexandria

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Júlio Verne, Miguel Strogoff

Mensagem por Filipe Azevedo em Qua 26 Nov 2008 - 15:25

Júlio Verne, apesar dos já quase 200 anos, é muito cativante.

_________________
www.vertentes.pt.vu
avatar
Filipe Azevedo
Professor

Número de Mensagens : 1229
Idade : 56
Localização : Portugal
Data de inscrição : 09/09/2006
Pontos : 15850

Folha de personagem
Guardião secular: Pérgamo

http://www.vertentes.pt.vu/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Júlio Verne, Miguel Strogoff

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum