Vertentes
Seja bem vindo ao fórum Vertentes.

Pode usar o Facebook no seu "login".

O jardim encantado, Sarah Addison Allen

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

O jardim encantado, Sarah Addison Allen

Mensagem por Daniela Santos em Sex 12 Dez 2008 - 8:44

Antes de ler o livro



  • Identificação do livro




1.1. Título – O jardim encantado – Garden Spells

1.2. Autora – Sarah Addison Allen

1.3. Editora – Quinta-essência

1.4. Data de edição – Setembro de 2008



  • Escolha do livro


2.1. Motivos que levaram à escolha do livro



Escolhi este livro por a sua capa ser tão cativante devido às cores e paisagem, assim como, as pequenas frases que descrevem o livro – “As mulheres da família Waverley têm um segredo…Para elas, é uma maldição; para os vizinhos é apenas algo estranho; nós chamamos-lhe magia…”



Após a leitura do livro



  • Contextualização do Autor




3.1. Alguns dados biográficos



Sarah nasceu e cresceu em Asheville na Carolina do Norte. O animal favorito da autora são os gatos e não lhes resiste, pois quando encontra algum na estrada fica com eles. O seu pai tirava cópias numa editora local, onde também trabalhava como repórter. O seu romance “O jardim encantado – Garden Spells”, inicialmente não era para ser uma história magica, mas sim apenas um reencontro entre duas irmãs após alguns anos. Contudo, enquanto escrevia o romance, a autora criou a imagem de que a macieira atirava maçãs, e a partir dai desenrolou-se a restante magia do livro.

Estreou-se com o romance “Jardim Encantado”, sendo este editado em 15 países.





3.2. Outras obras da autora

Esta autora tem apenas mais uma obra:

Y Sugar Queen – editado no ano 2008



  • Conteúdo do livro


4.1. Género Literário – Romance

4.2. Assunto (breve síntese)

O livro “O jardim encantado” conta a história de uma família, especificamente de uma geração de duas irmãs que se reencontram ao fim de uns anos, e que possuem uma macieira no seu jardim que tem poderes mágicos. Quem comer uma maçã desta macieira consegue ver o seu futuro, as coisas que este lhe reserva; se for bom, a maioria das pessoas fica sentada à espera; se for desagradável, as pessoas enlouquecem, acabando por ficarem “enclausuradas” em casa, para que a tragédia não suceda.

Claire Waverley, a protagonista, é uma rapariga misteriosa, reserva e que trabalha na distribuição de comida e doces confeccionados por ela com os frutos e especiarias existentes no seu jardim. Já na casa dos trinta e nunca se apaixonara com receio de que não a aceitassem por ser uma Waverley e por possuir os dons da família Waverley – cozinhar alimentos através de especiarias e frutas d seu jardim, cuja ingestão tem sempre uma consequência, quer seja positiva ou negativa. Sydney Waverley, irmã de Claire, é uma rapariga aventureira, muito bonita, sendo que conquista a maior parte das pessoas pela sua beleza. Esteve durante dez anos, viajando por vários locais dos Estados Unidos; teve várias “profissões” para conseguir arranjar dinheiro rápido; teve vários homens na sua vida, inclusive o pai da sua filha Bay – David, quem lhe atormenta a vida, por a espancar e perseguir, mesmo quando Sydney parte para Bascom.

Claire apaixona-se por um vizinho que a conquista lentamente; Sydney apaixona-se por Henry Hopkins, um vizinho local, de quem era a melhor amiga na infância. Ao longo do livro, podemos observar os vários dons das Waverleys – Claire tem o dom de confeccionar; Sydney o dom dos cabelos, de os pentear e arranjar; Bay, o dom de ver o local onde todas as coisas e pessoas pertencem; Evanelle, oferece prendas às pessoas, sem conhecer uma razão concreta, sabendo apenas que estas vão precisar do ela lhes vai oferecer.







4.3. Citações favoritas (se necessário, explicadas no contexto)



“Quando estamos felizes por nós mesmos, esse júbilo preenche-nos. Quando estamos felizes pelos outros, extravasa de nós”.



Acho que esta frase faz qualquer pessoa reflectir no quão importante é estarmos bem connosco e por nós, mas sobretudo também devemos estar bem pela felicidade dos outros. A felicidade dos outros não a podemos sentir, mas podemos partilhar, e é nisso que muitos falham, porque querem senti-la em vez de a partilharem.



4.4. Opinião do livro



Este livro é daqueles livros que me vai ficar eternamente na memória, não apenas por retratar que o amor consegue vencer qualquer barreira, mas também por simbolizar e fazer-me acreditar que, este mesmo sentimento aquando sentido de maneira intensa mantém-nos vivos, despertos para a vida e para os outros, para aquilo que queremos e que rumo queremos tomar. É uma boa lição de vida, este livro.

Daniela Santos
Palavra
Palavra

Número de Mensagens : 16
Idade : 26
Localização : palmela
Data de inscrição : 20/09/2008
Pontos : 3171

Folha de personagem
Guardião secular:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O jardim encantado, Sarah Addison Allen

Mensagem por Filipe Azevedo em Seg 15 Dez 2008 - 11:51

17 valores

_________________
www.vertentes.pt.vu
avatar
Filipe Azevedo
Professor

Número de Mensagens : 1229
Idade : 56
Localização : Portugal
Data de inscrição : 09/09/2006
Pontos : 15759

Folha de personagem
Guardião secular: Pérgamo

http://www.vertentes.pt.vu/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum