Vertentes
Seja bem vindo ao fórum Vertentes.

Pode usar o Facebook no seu "login".

Equador, Miguel Sousa Tavares

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Leitor Equador, Miguel Sousa Tavares

Mensagem por Zizi em Qua 17 Dez 2008 - 14:35




1.1. Título


Equador
1.2. Autor(a)

Miguel Sousa Tavares
1.3. Editora

Oficina do Livro
1.4. Data da Edição
35º edição: Julho, 2008

2. Escolha do livro2.1. Motivos que levaram à escolha do livro

Optei por escolher este livro porque sempre possui um enorme gosto pelas criticas e crónicas do Miguel Sousa Tavares, desde as suas habituais sextas-feiras, no jornal da noite, na TVI. Outro motivo para a escolha deste romance foi o mesmo canal que transmitia as suas criticas, ter criado uma série (apesar de ainda não ter sido estreada) com base no ‘Equador’. Como soube que o livro fala das colónias portuguesas e da sua época de escravatura, decidi lê-lo. Outra das razões (e talvez a mais forte) foi o facto do autor ser filho de uma das minhas escritoras favoritas, a Sophia de Mello3. Contextualização do Autor3.1. Alguns dados biográficos

Miguel Sousa Tavares nasceu no Porto. Começou pela advocacia, que abandonou pelo jornalismo, daí chegando aos poucos à escrita literária.

Sahara, a República da Areia,uma longa reportagem sobre o Sahara, foi o seu primeiro livro, em 1983. Seguiu-se a edição de crónicas políticas em Um Nómada no Oásis, mais tarde completada por uma segunda obra: Anos Perdidos. Pelo meio, um livro de histórias de viagem, Sul, e um conto infantil, O Segredo do Rio, além da edição de pequenos textos e contos intitulada Não te deixarei morrer, David Crockett.
3.2. Outras Obras do(a) Autor(a)

· Não te deixarei morrer, David Crockett

· O Segredo do Rio

· Anos Perdidos

· Sahara, a república da Areia

· Um Nómada no Oásis

4. Conteúdo do Livro

4.1. Género Literário


Romance
4.2. Assunto (breve síntese)


O ‘Equador’ fala de Luís Bernardo, um lisboeta solteiro e bastante influente, que é ‘recrutado’ pelo rei D. Carlos para as colónias de Portugal, em S. Tomé e Principe. A sua missão tem como objectivo a ‘limpeza’ da imagem de Portugal, que é constantemente falado por rumores de escravatura nas colónias. Luís Bernardo fica 3 anos nas colónias, longe do seu país, da sua cultura, para concluir, em conjunto com David que vem da Índia para o avaliar, que nem tudo o que se escreve e que se diz é o que realmente corresponde à verdade. O cargo de governador e defesa da dignidade dos trabalhadores nas roças laçam-no numa descoberta do amor e dos inumeros conflitos da metrópole.
4.3. Citações favoritas (se necessário, explicadas no contexto)


‘- Não, não basta estar vivo. Depende de como se está vivo. Não se encontra só o que se encontra, mas também o que se procura. Nós não somos folhas levadas pelo vento, não somos animais à deriva. Somos seres humanos, com uma vontade própria. (...)’



4.4. Opinião sobre o livro


Adorei o livro. O ‘Equador’ é um excelente retrato da sociedade portuguesa, nos finais da monarquia. Envolve-nos e sensibiliza-nos para o horrivel tratamento dos escravos, e, quando se pensava abulida, prova-se que afinal não era bem assim. Aconselho vivamente a leitura deste livro.

Zizi
Frase simples
Frase simples

Número de Mensagens : 24
Idade : 25
Localização : Setúbal
Data de inscrição : 23/09/2008
Pontos : 3424

Folha de personagem
Guardião secular:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Leitor Re: Equador, Miguel Sousa Tavares

Mensagem por Filipe Azevedo em Qui 18 Dez 2008 - 7:35

15 valores

_________________
www.vertentes.pt.vu
avatar
Filipe Azevedo
Professor

Número de Mensagens : 1229
Idade : 56
Localização : Portugal
Data de inscrição : 09/09/2006
Pontos : 15943

Folha de personagem
Guardião secular: Pérgamo

http://www.vertentes.pt.vu/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum